O que é Fiador?

Um fiador é um termo financeiro que descreve um indivíduo que promete pagar uma dívida do tomador no caso de o tomador não cumprir sua obrigação de empréstimo.

Como Saber a Hora de Entrar e Sair dos Investimentos? GI Wealth faz Gestão para Investimentos Superior a R$ 300 mil.

Os fiadores prometem seus próprios ativos como garantia dos empréstimos.

Entre uma ou outra ocasião, os indivíduos atuam como seus próprios fiadores, pondo em garantia seus próprios ativos contra o empréstimo. O termo "fiador" é frequentemente trocado pelo termo "fiança".

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Um fiador se descreve, alternativamente, como alguém que verifica a identidade de um indivíduo que tenta conseguir um emprego ou obter um passaporte, o fiador também é quem se obriga a realizar pagamento ou cumprimento de obrigação de outra pessoa.

Ao contrário de um co-signatário, um fiador não tem direito ao ativo adquirido pelo mutuário.

Em caso de inadimplência do tomador do empréstimo, o fiador é o responsável pela obrigação pendente, que deve ser cumprida e finalizada, caso contrário, poderá ser instaurada uma ação judicial contra ele.

Quem é o Fiador?

Normalmente, o fiador tem mais de 18 anos e reside no país onde ocorre o acordo de pagamento.

Os fiadores geralmente apresentam históricos de crédito exemplares e receita suficiente para cobrir os pagamentos do empréstimo se e quando o tomador entrar em default (Inadimplência), momento em que os ativos do fiador podem ser confiscados pelo credor.

E se o mutuário atrasar os pagamentos cronicamente, o fiador pode ficar sujeito a juros adicionais devidos ou custos de penalidade.

Um fiador é diferente de um co-signatário, que é co-proprietário do ativo e cujo nome aparece nos títulos.

Os acordos de co-signatário normalmente ocorrem quando a renda qualificada do mutuário é menor do que o valor estipulado na exigência do credor.

Isso difere dos fiadores, que intervêm apenas quando os tomadores de empréstimos têm renda suficiente, mas são frustrados por péssimos históricos de crédito.

Os co-signatários compartilham a propriedade de um ativo, enquanto os fiadores não têm direito ao ativo adquirido pelo mutuário.

Quais são os tipos de Fiadores?

Existem muitos cenários diferentes em que um fiador precisaria ser usado. Isso varia de ajudar pessoas com histórico de crédito ruim a simplesmente ajudar aqueles sem uma renda alta o suficiente.

Os fiadores também não precisam necessariamente ser responsáveis ​​por todas as obrigações monetárias da garantia.

Seguem abaixo diversas situações que exigiriam fiador, bem como o tipo de fiador em uma garantia específica.

Garantidores como certificadores: Além de dar seus ativos como garantia contra empréstimos, os fiadores também podem ajudar os indivíduos a conseguir empregos e obter documentos de passaporte.

Nessas situações, os fiadores certificam que conhecem pessoalmente os solicitantes e corroboram suas identidades, confirmando documentos de identidade com foto.

Limitada vs. Ilimitada

Conforme definido nos termos do contrato de empréstimo, um fiador pode ser limitado ou ilimitado, no que diz respeito a cronogramas e níveis de envolvimento financeiro.

Um fiador limitado pode ser solicitado a garantir um empréstimo apenas até certo tempo, após o qual o mutuário sozinho assume a responsabilidade pelos pagamentos restantes e sofre as consequências do inadimplemento.

Um fiador limitado também pode ser responsável apenas por garantir uma certa porcentagem do empréstimo, denominada soma penal.

Isso difere de fiadores ilimitados, que são responsáveis ​​por todo o montante do empréstimo ao longo de toda a duração do contrato.

Outros contextos para fiadores: Os fiadores não são usados ​​apenas por mutuários com histórico de crédito ruim.

Claramente, os proprietários frequentemente exigem que os primeiros locatários forneçam fiadores do aluguel.

Isso comumente ocorre com o estudante universitário cujos pais assumem o papel de fiador, caso o locatário não consiga pagar o aluguel ou rompa prematuramente o contrato de aluguel.