Os resultados da BR Properties (BRPR3) referente a suas operações do primeiro trimestre de 2022, foram divulgados no dia 05/05.

Veja neste artigo os principais destaques do resultado da BR Properties do 1T22 e a análise fundamentalista da empresa.

Confira o calendário de divulgação de resultados do 1T22 das empresas listadas na Bolsa de Valores e a análise das empresas que a equipe do The Capital Advisor está realizando.

Leia até o final e descubra se a ação BRPR3 vale a pena.

Melhores Ações de Dividendos? Baixe o Ranking com Maiores Pagadoras de Dividendos.

Sobre BR Properties

A BR Properties atua no segmento de exploração de imóveis, sendo uma das principais empresas de investimento em imóveis comerciais do Brasil.

A companhia foi constituída em 2004, sendo anteriormente conhecida como Itarema Participações, através de diversas aquisições, a BR Properties ganhou notoriedade no mercado imobiliário brasileiro.

Atualmente, a companhia tem como foco, a aquisição, locação, administração, incorporação e venda de imóveis comerciais, especialmente imóveis qualificados como escritórios, galpões industriais e de varejo.

No segmento de locação, a companhia ainda abrange as modalidades Sale Lease Back e Built to Suit visando reforçar sua estratégia de negócios.

Seu portfólio é formado por imóveis comerciais, terrenos e galpões industriais e de logística distribuídos estrategicamente nas regiões metropolitanas do país.

Veja aqui a análise de mercado da BR Properties, o que a empresa faz, seus diferenciais competitivos e principais concorrentes. 

Composição Acionária da BR Properties

AcionistaONPNTotal
Gp Capital Partners Vi. L.p58,0%0%58,0%
Outros40,6%0%40,6%
Ações Tesouraria1,4%0%1,4%

Avaliação de Governança

A BR Properties está listada na Bolsa de Valores no segmento Novo Mercado, nível mais alto da B3.

EmpresaBR Properties S.A.
CódigoBRPR3 
SubsetorExploração de Imóveis
Segmento de ListagemNovo Mercado
Tag Along100%
Free Float41% (ON)
Principal AcionistaGP Capital Partners VI L.P (5.804%)
Sitewww.brpr.com.br

A BR Properties possui um free float acima de 25%, o que não representa nenhum problema de liquidez nas negociações das ações para o acionista.

A empresa possui um tag along de 100%, indicando que o acionista minoritário estará protegido se os controladores da empresa vendam sua participação na companhia.

Ambos indicadores ajudam na análise da governança corporativa da empresa, porém não dizem respeito à sua capacidade de geração de caixa ou à sua rentabilidade.

Agora chegou a hora analisar os resultados e os principais múltiplos da análise fundamentalista da companhia.

Melhores Ações de Dividendos? Baixe o Ranking com Maiores Pagadoras de Dividendos.

Resultado BR Properties no 1T22

A BR Properties apresentou um prejuízo líquido de R$ 30,7 milhões no 1T22, baixa de -329,1% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.

Confira os principais destaques dos resultados da BR Properties do primeiro trimestre de 2022:

Indicador1T224T21%1T21%
Lucro Líquido (R$)-30,7 M-47,4 M-35,2%13,4 M-329,1%
Margem Ebitda (%)65,0%66,0%-1,0 p.p.74,0%-9,0 p.p.
Margem Líquida (%)-37,0%-57,9%21,0 p.p.16,3%-53,3 p.p.

Resultados Operacionais da BR Properties no 1T22

Confira os destaques dos resultados operacionais da BR Properties, referente às suas operações do 1T22:

Portfólio

A Área Bruta Locável (ABL) do portfólio atual da BR Properties totalizou 587.328 metros quadrados no 1T22, apresentando crescimento de 4,0% na comparação com o mesmo período de 2021.

Somado a isso, a Área Bruta Locável (ABL) dos imóveis em desenvolvimento e terrenos totalizou 223.819 metros quadrados no 1T22, permanecendo estável em relação ao 1T21. 

Vacância

A vacância financeira totalizou 25,3% no 1T22, apresentando retração de -6,0 pontos percentuais na comparação com o mesmo período de 2021.

A vacância física totalizou 24,7% no 1T22, apresentando retração de -8,0 pontos percentuais na comparação com o mesmo período de 2021.

Inadimplência

A inadimplência do Portfólio da BR Properties permaneceu em patamares baixíssimos, alcançando 0,7% no 1T22.

Gráfico do Índice de Inadimplência da BR Properties
Gráfico da inadimplência do portfólio da BR Properties. RI BR Properties

Melhores Ações de Dividendos? Baixe o Ranking com Maiores Pagadoras de Dividendos.

Resultados Financeiros da BR Properties no 1T22

A receita líquida da BR Properties atingiu R$ 83,1 milhões no 1T22, apresentando crescimento de 0,9% na comparação com o 1T21.

O Ebitda ajustado da BR Properties atingiu R$ 54,1 milhões no 1T22, apresentando retração de -11,0% na comparação com o 1T21.

A margem Ebitda ajustada da BR Properties totalizou 65,0% no 1T22, apresentando retração de -9,0 pontos percentuais na comparação com o 1T21. 

O resultado financeiro da BR Properties totalizou um prejuízo de R$ 54,9 milhões no 1T22, apresentando crescimento no prejuízo de 218,7% quando comparado ao 1T21.

No 1T22, as despesas gerais e administrativas cresceram 31,0% em relação ao 1T21.

O prejuízo líquido da BR Properties atingiu R$ 30,7 milhões no 1T22, apresentando retração de -35,2% no prejuízo na comparação com o 4T21 e baixa de -329,1% na comparação com o mesmo período do ano anterior.

Gráfico do Histórico de Lucros Trimestrais da BR Properties
Gráfico do histórico de lucros trimestrais da BR Properties. Fonte: GuiaInvest

A margem líquida da BR Properties atingiu -37,0% no 1T22 apresentando retração de -53,3 pontos percentuais na comparação com o 1T21.

Para fazer uma análise do desempenho da empresa, quanto a empresa gera de retorno financeiro, avalie também outros indicadores de rentabilidade, como o giro do ativo e o Retorno sobre o Ativo (ROA).

Melhores Ações de Dividendos? Baixe o Ranking com Maiores Pagadoras de Dividendos.

Endividamento da BR Properties

Os indicadores de endividamento da BR Properties estão dentro da normalidade, apresentando uma dívida bruta / patrimônio líquido de 41,2%, acima da sua média dos últimos 3 anos.

Veja a evolução histórica dos últimos 10 anos do endividamento da BR Properties:

Gráfico do Histórico de Endividamento da BR Properties
Gráfico do histórico de endividamento da BR Properties. Fonte: GuiaInvest

A dívida bruta da BR Properties em março de 2022 totalizou R$ 2,9 bilhões, apresentando crescimento de R$ 0,7 milhão na comparação com dezembro de 2021.

A companhia apresentou uma estrutura de capital dentro da normalidade no trimestre, mantendo 82,4% da sua dívida no longo prazo e 17,6% no curto prazo.

Além do endividamento, lembre-se sempre de analisar os outros indicadores de estrutura de capital da empresa, como o endividamento geral, terceiros, composição e imobilização de recursos e não recorrentes.

Faça uma comparação do endividamento dos concorrentes da empresa, que estão inseridos no mesmo setor.

Por fim, avalie também os indicadores de liquidez que fazem parte do conjunto de índices financeiros, para  medir a capacidade financeira da empresa em satisfazer seus deveres junto a terceiros.

Indicadores Fundamentalistas da BR Properties

Veja abaixo os principais indicadores fundamentalistas da BR Properties para iniciar a sua análise dos fundamentos da BRPR3.

Indicador12/202103/2022Evolução
Preço/Lucro (P/L)108,3-347,7-421,1%
Preço/Valor Patrimonial (PVPA)0,50,620,0%
Dividend Yield (DY) %2,7%1,8%-0,9 p.p.
Payout %291,6%-641,8%-933,4 p.p.
Price Sales Ratio (PSR)10,412,621,2%
Valor de Mercado (R$)3,4 B4,1 B20,6%
Ebitda (R$)228,2 M221,2 M-3,1%
Lucro por Ação (LPA) $0,0675-0,0256-137,9%
Rent. Patr. Líq. (ROE) %0,5%-0,2%-0,7 p.p.
Margem Líquida %9,8%-3,7%-13,5 p.p.
Liquidez Corrente1,6%1,3%-0,3 p.p.
Data Divulgação17/02/2205/05/22

* Indicadores com base na data de 06/05/2022.  Fonte: GuiaInvest

Para aplicar todos esses filtros e fazer uma rápida análise fundamentalista, levei menos de 5 minutos com a ferramenta GuiaInvest PRO.

Você pode assinar a ferramenta com preço promocional e ainda receber gratuitamente o PDF “9 Melhores Small Caps” para você investir ainda hoje.

Teleconferência de Resultados BR Properties 1T22

Ouça aqui a Transmissão da Teleconferência da BR Properties do 1T22.

Documentos e arquivos dos Resultados da BR Properties do 1T22

Para conferir os resultados de outros trimestres, em texto ou áudio, acesse a Central de Resultados da BR Properties.

BRPR3 Vale a Pena?

A BR Properties divulgou prejuízo líquido de R$ 30,7 milhões no 1T22, contra um lucro líquido de R$ 13,4 milhões no 1T21 e um prejuízo de R$ 47,4 milhões no 4T21. 

A receita líquida atingiu R$ 83,1 milhões no 1T22, 1,5% superior que o 4T21, que foi de R$ 81,9 milhões. No mesmo período do ano anterior, a receita líquida havia atingido o valor de R$ 82,3 milhões.

Já a margem líquida reduziu para -37,0% no 1T22, refletindo o crescimento das despesas financeiras no período.

Os ativos totais registraram o saldo de R$ 11,3 bilhões, acréscimo de 2,2% em relação ao saldo no mesmo trimestre do ano anterior. 

O patrimônio líquido alcançou a soma de R$ 7,1 bilhões no 1T22, valor -2,9% menor ao saldo no mesmo período do ano anterior.

A ação BRPR3 apresenta ótimos fundamentos, porém, está sobreavaliada pelo mercado recomendável aguardar os resultados futuros da companhia.

Se você quer investir em ações com ótimos fundamentos e que estão sendo negociadas com desconto em relação ao seu preço justo, garanta a sua vaga na minha Carteira Ações para a Vida e receba o meu acompanhamento.

Mas se preferir investir por conta própria, baixe o checklist de 5 critérios para analisar uma ação, tenho certeza que vai lhe ajudar a tomar uma decisão mais assertiva.

Press Release da BR Properties BRPR3 1T22

Disclaimer: Declaro que as informações contidas neste texto são públicas e que refletem única e exclusivamente a minha visão independente sobre a companhia, sem refletir a opinião do The Capital Advisor ou de seus controladores.