Suzano Convoca Assembleia para Decidir Incorporação de Empresas
| ,

Suzano Convoca Assembleia para Decidir Incorporação de Empresas

As incorporações da AGFA, Asapir, Paineiras, Ondurman, FACEPA, Fibria e da Futuragene buscam ganhos de eficiência e de sinergias.

Por
Atualizado em 27/11/2020

A Suzano (SUZB3) convocou assembleia geral extraordinária para o dia 28 de dezembro, na qual acionistas devem avaliar proposta de incorporação de sete empresas.

Cujo capital social é integralmente detido pela fabricante de papel e celulose, de acordo com fato relevante nesta sexta-feira.

Banner will be placed here

As incorporações da AGFA, Asapir, Paineiras, Ondurman, FACEPA, Fibria e da Futuragene, segundo a Suzano, buscam ganhos de eficiência e de sinergias com redução de custos operacionais, logísticos e administrativos, bem como a otimização da gestão e a simplificação da estrutura societária do grupo.

De acordo com os laudos de avaliação, a soma do patrimônio líquido total das sociedades é de 433,263 milhões de reais, sendo este o valor do acervo líquido total a ser vertido para a Suzano, afirmou a fabricante de papel e celulose.

A Suzano estimou que os custos das incorporações sejam de aproximadamente 400 mil reais.

Resultado da Suzano no Terceiro Trimestre de 2020

O resultado da Suzano (SUZB3) no terceiro trimestre de 2020 (3t20), divulgado no dia 30 de outubro apresentou um prejuízo líquido de R$ 1,15 bilhão no 3t20, versus um prejuízo de R$ 3,5 bilhões em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.

O Ebitda da Suzano atingiu R$ 3,8 bilhões no 3t20, apresentando crescimento de 52,7% na comparação com o 3t19.

A margem Ebitda da Suzano totalizou 51,0% no 3t20, apresentando crescimento de 13,2 pontos percentuais na comparação com o 3t19. 

A Margem líquida da Suzano atingiu -15,5% no 3t20, apresentando crescimento de 36,9 pontos percentuais na comparação com o 3t19.

As ações da Suzano (SUZB3) acumulam alta de 10,91% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e alta de 42,43% nos últimos 12 meses.

Notícias do Mercado Financeiro

Fonte: Reuters.

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE