Onde Investir na Crise? Vá nas Melhores Ações da Bolsa
| , ,

Onde Investir na Crise? Vá nas Melhores Ações da Bolsa

Mercado financeiro sofreu forte impacto pela pandemia do Covid-19, mas recuperou parte das perdas nas últimas semanas.

Por
Atualizado em 06/06/2020
Avalie esse texto

Você, assim como eu e pessoas a sua volta, estamos saindo o mínimo possível de casa.

Estamos vendo muita gente com dificuldades e passando pelas nossas dificuldades.

Na questão financeira, temos nosso consumo adiado e planos para 2020 foram jogados lá para adiante.

Ninguém gostaria de estar passando por isso, infelizmente.

Mas o que vem intrigando a muitos é que o mercado financeiro parece estar rindo de tudo isso e a bolsa de valores (B3) vem subindo forte desde o final de março, quando a bolsa atingiu 63 mil pontos.

Gráfico rentabilidade do Ibovespa de abril a maio de 2020
Gráfico rentabilidade do Ibovespa de abril a maio de 2020. Fonte: Google.

Desde o fundo do poço, no dia 23 de abril até o dia 05 de junho, o Ibovespa já acumula uma valorização de 48,87%.

Claro: a queda da bolsa de valores pelo impacto do Coronavírus tinha sido um tanto quanto exagerada, da mesma forma que parece a nossa recuperação.

A crise derrubou os mercados, deixando várias ações ba ratas na bolsa e levou a uma corrida para renda variável nas últimas semanas.

Mas isso não ocorre por uma irracionalidade das pessoas. 

Não é o comportamento de manada do investidor que está puxando o mercado financeiro para cima, mas sim uma anomalia que está impactando todos os mercados mundo afora.

O fato é que os Bancos Centrais, principalmente o Fed (EUA) e o BCE (Europa) estão comprando tudo o que eles veem pela frente.

Títulos públicos, títulos privados, títulos de crédito… tudo a qualquer preço e a qualquer valor.

E nesse momento isso é algo bom, principalmente para a economia real, que ganha solvência.

Banner will be placed here

“Essa injeção de liquidez sem precedentes na história mantém bancos e negócios de pé.”

Claro, é inevitável que tenhamos empresas zumbis no pós-crise, aquelas que foram salvas mas não conseguem se manter mais de pé.

Mas com o mercado financeiro vendo que os Bancos Centrais são compradores de última instância, se encontram razões para seguir comprando ativos de risco, entenda-se por isso, ações.

Esse processo explica a euforia dos mercados nas últimas semanas em que pese a crise econômica e sanitária que ainda se alastra pelo mundo.

Claro, também existem motivos para sermos otimistas.

Ao que tudo indica, Ásia e Europa, os primeiros impactados pela epidemia, começam a gradualmente reabrir suas economias, se adaptando à nova realidade.

Pesquisas sobre vacinas e protocolos de tratamento avançam. Sob qualquer aspecto isso é uma boa notícia.

“As medidas de injeção de liquidez no Brasil, mesmo que mais timidamente, fazem efeito.”

Além da queda da Selic estar ajudando a liberar os canais transmissores de crédito, a inflação flerta uma deflação e atividade econômica desaquece muito rápido, o que nos levará a um corte de 75 pontos na taxa Selic na próxima reunião do Copom e deixa aberto o cenário para cortes adicionais.

Enquanto isso, Campos Neto, presidente do Banco Central do Brasil prepara um pacote para que toda a injeção de liquidez feita em terras tupiniquins chegue na ponta, na mão do consumidor necessitado de crédito.

Ao mesmo tempo, estudam-se novas rodadas de auxílio emergencial, o que seria de grande ajuda principalmente em um momento em que, aparentemente, enfrentaremos o pico de contaminação do vírus.

Isso manteria as pessoas consumindo, logo, as empresas se manteriam vendendo e sobrevivendo.

Ok, mas o que fazer diante disso?

Onde Investir na Atual Crise Econômica? Baixe Grátis o Relatório “As Melhores Ações para Lucrar na Crise”.

Primeiro: todos os dias temos que ter o melhor portfólio para aquele dia. E o que isso quer dizer?

Onde Investir na Crise?

Fuja das Piores Ações da Bolsa de Valores. Não faz sentido segurar uma posição que você acha que não faz sentido, mas você quer “pelo menos vender pelo preço que você comprou”.

O que você perde com Petrobras (PETR3, PETR4), pode recuperar com Vale (VALE3), afinal o dinheiro não tem marca.

O que vale é o seu portfólio.

Preze pela qualidade dos ativos no seu portfólio, selecionando as Melhores Ações do mercado

Não invente moda, não seja um corvo tentando bicar as Piores Ações da Bolsa de Valores.

Olhe para onde há valor na empresa, onde há tendência, onde há resultado: 

Prefira Sulamérica (SULA11) a IRB RE (IRBR3).

Prefira Telefônica (VIVT3, VIVT4) a Oi (OIBR3).

Prefira Magazine Luiza (MGLU3) a Via Varejo (VVAR3).

Passe longe das companhias aéreas: Gol (GOLL4) e Azul (AZUL4).

Lembre que não faz diferença você ganhar 100% no ano com uma ação sem graça do que com uma ação que você foi super corajoso em comprar.

Não esqueça de diversificar, fazendo uma boa alocação de ativos na sua carteira.

Tenha renda fixa e não tente ganhar dinheiro ali. 

Fuja de crédito privado

Renda fixa é Tesouro Selic ou talvez um Tesouro IPCA+, mas nesse caso sugiro que reduza na dose.

Não concentre sua posição em uma única ação.

Tenha 8, 10, 12, 15 ativos…procure aqueles que estão escandalosamente baratos.

Hoje o mercado está rindo da realidade, mas não sabemos quem rirá por último.

Seja prudente e dê amor ao seu portfólio.

Ele certamente irá retribuir.

Seguimos adiante.

Tudo passa.

Obs.: me rendi ao Twitter e em breve começarei a produzir alguns conteúdos por lá.

Notícias do Mercado Financeiro

Disclaimer: Declaro que as informações contidas neste texto são públicas e que refletem única e exclusivamente a minha visão independente sobre a companhia, sem refletir a opinião do The Capital Advisor ou de seus controladores.

Avalie esse texto

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais