A Coinbase informou que a participação no volume de negociação de Ethereum (ETH) e altcoins aumentou no ano passado, enquanto a participação do Bitcoin (BTC) caiu drasticamente

Entre 2020 e 2021, o volume de negociação de Ethereum aumentou de 15% para 21% do volume total de negociação da Coinbase.

Já as altcoins, que são criptomoedas além de ethereum e bitcoin, aumentaram sua participação de 44% para 55%. Enquanto o Bitcoin caiu de 41% para 24%

Vale destacar que, segundo a plataforma, o volume geral de negociações subiu +766%, chegando ao montante de US$ 1,67 trilhão no ano passado.

A Coinbase também divulgou na quinta-feira (24) fortes resultados no quarto trimestre de 2021.

Quer Multiplicar Investimentos com Criptomoedas? Acesse e Aproveite o Potencial de Valorização

A plataforma registrou ganhos em seu indicador de Lucro por Ação (LPA) de US$ 3,32 por ação, contra US$ 1,85 que era esperado.

A empresa ainda registrou US$ 2,5 bilhões em receitas, contra os US$ 1,94 bilhão esperado. 

No entanto, a Coinbase alertou que os usuários de transações mensais de varejo e o volume total de transações serão menores nos resultado do primeiro trimestre deste ano em comparação com o quarto trimestre de 2021

A empresa já fez o alerta considerando a diminuição da volatilidade de criptoativos, bem como menor capitalização de mercado de criptomoedas

Além disso, a tensão geopolítica e um Federal Reserva (Fed) prestes a elevar as taxas de juros, com posicionamento hawkish, acabam impactando a capitalização das criptomoedas, afirmou a Coinbase.

Qual Criptomoeda Comprar Hoje? Baixe Grátis o Relatório da Criptomoeda Promissora para 2022.

Em meio ao conflito de Rússia e Ucrânia, o Bitcoin despencou quando os investidores perceberam que esse pode não ser um porto seguro semelhante ao ouro, como alguns pensavam que era.

Enquanto isso, os analistas apontaram a correlação cada vez mais estreita entre os movimentos das ações e os preços das criptomoedas

Já a preocupação com a previsão de vários aumentos consecutivos nas taxas do Fed este ano também tem impactado as ações e as criptomoedas nos últimos meses.

Fonte: Business Insider