Se você investe em ações ou já pensou em começar a investir na bolsa de valores, com certeza já deve ter se perguntado o que faz a bolsa subir ou descer.

Com a forte queda das bolsas ao redor do mundo pelo impacto do coronavírus nas ações no início da pandemia, diversos perfis de investidores sentiram insegurança com essas variações.

Para você se preparar para analisar os movimentos do mercado financeiro, é fundamental saber os aspectos que influenciam nas altas e nas baixas da cotação da bolsa de valores

Como os Milionários Investem? Conheça os 10 Passos para ser um Investidor de Sucesso.

Então, você está pronto para conhecer 6 fatores que fazem a Bolsa de Valores subir ou cair?

Leia até o final e entenda mais sobre o sobe e desce do mercado financeiro.

Taxa de Juros

O primeiro fator que influencia a bolsa de valores é a taxa de juros.

A taxa de juros mensura quanto o país paga de juros para seus investidores que emprestam dinheiro ao país.

Então, quanto maior o juro pago, menos os investidores vão arriscar seu dinheiro na renda variável.

Quanto menor a taxa de juros, mais os preços das ações tendem a subir, porque os investidores precisam tomar mais riscos se quiserem manter uma boa rentabilidade de seus investimentos.

Esse é o cenário vivido pelos investidores brasileiros desde que a Taxa Selic, base de juros do país, atingiu sua mínima histórica de 2% ao ano.

Considerando a tendência de assumir mais riscos em seus investimentos, se torna ainda mais importante conhecer o seu perfil de investidor.

Realizando o seu teste de perfil de investidor você saberá onde investir sem correr riscos desnecessários.

Crescimento Mundial

O segundo fator está relacionado ao crescimento mundial.

Se a economia de um único país vai bem, a sua taxa de juros cai e a bolsa de valores tende a subir.

Porém, se a economia do mundo inteiro melhorar, as bolsas tendem a subir mais ainda, como se estivessem em um movimento de união de forças.

Isso ocorre porque, se o mundo inteiro vai bem, significa que as empresas tendem a não ter dificuldades financeiras no curto prazo.

Assim, o crescimento da economia mundial pode favorecer suas finanças pessoais, se você estiver investindo em boas ações.

Investidores Estrangeiros

O terceiro fator que influencia os movimentos da bolsa está relacionado aos investidores estrangeiros.

Os investidores estrangeiros estão sempre procurando as melhores oportunidades ao redor do mundo.

Então, quando o crescimento de um país chama atenção, os investidores nacionais compram ações, fazendo o preço subir.

Já os investidores estrangeiros se apressam para comprar as ações nesse país, o que acaba valorizando a moeda local e estimulando ainda mais a alta dos preços.

Como os Milionários Investem? Conheça os 10 Passos para ser um Investidor de Sucesso.

Preço das Commodities

O quarto fator está relacionado ao preço das commodities.

Quando a economia mundial está indo bem, existe um aumento de demanda por matérias-primas, que são as commodities.

Nesse movimento, os países que exportam essas commodities acabam recebendo mais pelas exportações e esse “dinheiro extra” acaba aquecendo a economia como um todo.

Dessa forma, o cenário favorece o aumento da lucratividade das empresas e, consequentemente, a valorização de suas ações.

Além desse impacto na economia geral, os preços dessas matérias-primas impactam diretamente quem investe em commodities.

Para entender melhor esse mercado, conheça as vantagens de investir em commodities.

Liquidez Financeira

O quinto fator que influencia as altas e as quedas da bolsa de valores está ligado à liquidez financeira.

Isso significa que quando existe excesso de dinheiro no mercado financeiro, os preços das ações tendem a inflar.

Os momentos em que as pessoas conseguem viver “boas épocas financeiras”, com aumento de seu consumo, representam períodos de maior liquidez.

Ou seja, as pessoas conseguem fazer sobrar dinheiro, aumentando assim a demanda em relação à oferta disponível de produtos, o que acaba aumentando a inflação.

Como os Milionários Investem? Conheça os 10 Passos para ser um Investidor de Sucesso.

Ciclos Econômicos

O sexto fator que faz a bolsa de valores subir ou cair está relacionado aos ciclos econômicos.

A economia se movimenta em ciclos que duram alguns anos.

Ora sobe, ora desce. Fazendo assim movimentos como se fosse uma onda.

É por isso que especialistas recomendam comprar ações quando a situação parece a pior possível, pois significa que a tendência da bolsa e da economia é subir.

Entenda melhor como funciona os ciclos econômicos e saiba como levar em conta o ciclo econômico na hora de investir

Para ajudar você a começar a investir, baixe aqui uma cópia gratuita do livro digital "Como Começar a Investir do Zero".

Se você já investe e busca rentabilizar seu patrimônio através da bolsa de valores, baixe aqui uma cópia gratuita do livro digital “As 3 Melhores Ações para Investir Hoje