O que é Ticker?

Ticker é um conjunto de letras e números usados para identificar e negociar ativos na Bolsa de Valores (B3). O código abrevia o nome de uma ação simplificando sua identificação.

Quer Aumentar a Rentabilidade dos Investimentos? Receba um Aconselhamento Gratuito.

Além disso, os tickers identificam aspectos como: qual a empresa emissora do ativo e seu formato. Para os investidores iniciantes eles podem parecer confusos, porém, é essencial entendê-los.

No Brasil, o padrão desses códigos é de 4 letras seguidas por 1 número. Contudo, na bolsa de valores de outras nações o formato usado pode ser diferente.

Por exemplo, chegando até mesmo a uma composição com 5 letras ou menos de 4. Desse modo, entender esse código é o que vai permitir que você invista na bolsa.

Sendo assim, além de abreviar o nome de um ativo, esse padrão permite ao investidor identificar:

  • Empresa emissora da ação;
  • Formatos disponibilizados.

Com isso, facilitando o processo de escolha da aplicação que deseja e para acompanhar variações nas cotações.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Para que Serve o Ticker das Ações?

O principal objetivo do ticker é facilitar a visualização e identificação de ativos na B3. Pois, imagina se cada um deles fosse demonstrado por nome completo da empresa + descrição de seu formato.

Com certeza os nomes ficariam tão extensos que seria difícil localizar, em especial, de forma hábil uma ação desejada. Além de cansativo, isso representaria uma limitação na hora da pressa.

Em um cenário de queda repentina de um ativo, você quer fazer sua compra para lucrar posteriormente. Se ele fosse descrito de forma completa, o tempo para achá-lo seria um problema.

Além disso, para fazer a consulta de ações, essa abreviação também traz mais simplicidade ao negociar. Pois, é mais fácil gravar siglas do que termos extensos. 

É importante entender ainda que o padrão varia de acordo com a bolsa e não necessariamente para cada país. Logo, um único ativo pode ter uma sigla diferente em cada local onde é negociado.

Também usado no mercado de opções, lá o ticker segue um padrão semelhante de 4 letras que identificam a emissora. Mas, seguidos por mais uma letra que representa o prazo de vencimento. 

Ou seja, em que mês a opção em questão irá vencer. Após essa letra, outro código é usado para indicar seu tipo, caso seja europeia ou americana, e seu strike.

Como um Ticker é Composto? 

Todo ticker é composto por empresa emissora + tipo de ação, sendo o primeiro representado pelas letras. Enquanto o segundo pela numeração que vem em seguida.

As letras podem utilizar a sigla que uma empresa já possui, como no caso da VALE. Ou ser criada do “zero”, como acontece com o Bradesco que é identificado como BBDC.

Em geral, são usadas as primeiras letras do próprio nome da empresa, facilitando a assimilação com ela. O que não necessariamente acontece em outras bolsas. Para os números, temos que:

O sistema é simples de entender e após conhecê-lo, fica mais intuitiva a identificação de diversos ativos. Mas, é sempre importante conferir a sigla, principalmente ao investir no exterior.