SulAmerica Conclui Venda com Allianz e Cria Reservas de R$ 44 Bi
| , , ,

SulAmerica Conclui Venda com Allianz e Cria Reservas de R$ 44 Bi

Em contrapartida à aquisição, foi pago pelo Grupo Allianz, também nesta data, o preço ajustado de R$3,18 bilhões.

Por
Atualizado em 10/07/2020
Avalie esse texto

A Sul América S.A. (SULA11) informou nesta sexta-feira (10), através de fato relevante, que, após o cumprimento das condições precedentes previstas em contrato, foi concluída com sucesso, nesta data, a venda das operações de seguro de automóveis e ramos elementares do Grupo SulAmérica para o Grupo Allianz, que passa a detê-las e operá-las a partir desta data.

Em contrapartida à aquisição, foi pago pelo Grupo Allianz, também nesta data, o preço ajustado de R$3,18 bilhões, considerando o patrimônio líquido total das companhias vendidas estimado para o fim de junho de 2020 em R$881 milhões, sujeito, ainda, a determinados ajustes residuais previstos no contrato de compra e venda.

Como ser Sócio dos Melhores Negócios? Baixe Grátis o Relatório “As Melhores Empresas para Investir”.

Cabe destacar que os resultados das operações ora desinvestidas irão ainda constar das demonstrações financeiras da Companhia referentes ao 2º trimestre de 2020, como resultados de operação descontinuada.

A conclusão da Transação reforça o novo posicionamento estratégico da SulAmérica focado em pessoas, atendendo às necessidades dos nossos clientes em saúde e proteção financeira em todas as fases de suas vidas.

A Companhia possui posição de liderança nos segmentos de saúde e odonto, sendo a terceira maior companhia do setor de saúde suplementar no Brasil em termos de receitas, com aproximadamente 4 milhões de beneficiários, além dos 3 milhões de clientes em vida, previdência e gestão de ativos, em uma robusta operação com reservas totais e recursos sob administração, inclusive de terceiros, superiores a R$44 bilhões.

Neste contexto, relevante destacar a manutenção do importante relacionamento da SulAmérica com nossos corretores de seguros, parceiros de longa jornada da Companhia e que sempre contribuíram para nossas conquistas.

Por fim, cumpre ressaltar que a conclusão da Transação representará resultado não recorrente no lucro líquido da SulAmérica no exercício corrente da ordem de R$1,4 bilhão, com adição de aproximadamente R$2,1 bilhões nas disponibilidades da Companhia, após as liberações de capital regulatório e custos da transação.

Tais recursos, de acordo com definição estabelecida pelo Conselho de Administração, deverão ter as seguintes destinações, o pagamento da aquisição da Paraná Clínicas na conclusão desta transação e a execução do Plano de Recompra de Ações da Companhia em até 5% das units em circulação.

Os recursos também serão destinados para pagamento, junto com os resultados apurados do exercício 2020, dos dividendos mínimos sobre o ganho de capital líquido não recorrente, para o pagamento da 7ª Emissão de Debêntures com vencimento em dezembro de 2020 e reforço do capital de giro da Companhia durante a pandemia e investimentos no plano estratégico da Companhia e reserva para futuras aquisições nos segmentos de saúde e odonto.

Resultado da Sul América  no Primeiro Trimestre de 2020

O resultado da Sul América no primeiro trimestre de 2020 (1t20), divulgado no dia 14 de maio, apresentou um lucro líquido de R$ 289,7 milhões, queda de 19,1% em relação ao mesmo período do ano anterior.

O Ebitda da Sul América atingiu R$ 1,4 bilhão no 1t20, apresentando crescimento de 7,4% na comparação com o 1t19.

A margem ebitda foi totalizou 53,6%, uma retração de -1,1 p.p. quando comparado ao 1t19.

Já a margem líquida da companhia atingiu 12,1% no 1t20, apresentando retração de -4,1 p.p. na comparação com o 1t19.

As ações units da Sul América (SULA11) acumulam alta de 15,58% na bolsa de valores nos últimos 12 meses e queda de 19,38% em 2020.

Notícias do Mercado Financeiro

Avalie esse texto

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais