O Grupo Profarma (PFRM3), dono de marcas como Drogarias Tamoio e Drograria Rosário, anunciou neste sábado, 4, um acordo para aquisição de uma fatia de 10% na Health Meds, companhia brasileira especializada em produtos à base de canabinoides, substâncias encontradas na Cannabis. O valor da transação não foi informado.

A aquisição será feita pela Profarma Distribuidora, divisão que deu origem ao grupo em 1961.

O negócio está em linha com a estratégia de diversificação da companhia para a formação do seu ecossistema e se dará por meio de um aporte de capital, após a verificação de certas condições, além da transformação da empresa-alvo em sociedade autônoma.

Com sede no Rio de Janeiro, a Health Meds investe em pesquisa e desenvolvimento para produção de fitofármacos (de origem vegetal).

A linha de canabinoides é usada para tratamentos que vão desde anorexia e dor até esquizofrenia.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

A Profarma atua na distribuição de produtos farmacêuticos em quase 4.000 cidades do País.

O negócio de distribuição representa a maior fatia dentro do grupo, com um faturamento de quase R$ 2 bilhões no primeiro trimestre.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

Resultado da Proforma no Primeiro Trimestre de 2022

resultado da Proforma (PRFM3) no primeiro trimestre de 2022 (1t22), divulgado no dia 11 de maio, apresentou um prejuízo de -R$ 9,6 milhões no 1t22, queda de -292% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.

O Ebitda da Profarma atingiu R$ 53,9 milhões no 1T22, apresentando crescimento de 24,7% na comparação com o 1T21. 

A margem Ebitda da Profarma totalizou 3,1% no 1T22, apresentando crescimento de 0,2 ponto percentual na comparação com o 1T21.  

A margem líquida da Profarma atingiu -0,5% no 1T22, apresentando retração de -0,8 ponto percentual na comparação com o 1T21. 

As ações da Proforma (PFRM3) acumulam queda de 0,54% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e queda de 40,26% nos últimos 12 meses.

Fonte: Estadão Conteúdo.