A Portobello (PTBL3) informou nesta terça-feira (15), através de fato relevante, que aprovou, por unanimidade e sem reservas, a criação de um novo programa de recompra de ações de emissão da Companhia.

A medida tem como objetivo maximizar a geração de valor para os acionistas, podendo a Companhia manter as ações em tesouraria, para posterior cancelamento ou alienação, bem como utiliza-las em planos de opção de compra.

Banner will be placed here

A Companhia possui atualmente 147.529.703 ações emitidas, sendo 65.428.166 em circulação (free float). Todas as ações em tesouraria já foram canceladas.

A aquisição será realizada em Bolsa de Valores, a preço de mercado, cabendo à Diretoria Executiva decidir o momento e a quantidade de ações a serem adquiridas, respeitando os limites previstos na regulamentação aplicável.

Poderão ser adquiridas até 6.542.817 ações ordinárias, equivalentes, nesta data, a 4,44% das ações totais emitidas pela Companhia e a 10,0% das ações em circulação da Companhia.

O prazo máximo para aquisição das referidas ações é de 365 dias contados a partir de 15 de junho de 2021, encerrando-se em 14 de janeiro de 2022.

As operações realizadas no âmbito do Plano de Recompra de Ações serão suportadas pelos recursos disponíveis na conta de reserva de lucros ou de capital e lucros acumulados.

Resultado da Portobello no Primeiro Trimestre de 2021

O resultado da Portobello (PTBL3) no primeiro trimestre de 2021 (1t21), divulgado no dia 14 de maio, apresentou um lucro líquido de R$ 40,4 milhões, alta de 92,4% em relação ao mesmo período do ano anterior.

O Ebitda da Portobello atingiu R$ 80,8 milhões no 1T21, apresentando crescimento de 124,6% na comparação com o 1T20.

A Margem Ebitda da Portobello totalizou 19,4% no 1T21, apresentando crescimento de 6,3 pontos percentuais na comparação com o 1T20.

A Margem Líquida da Portobello atingiu 9,7% no 1T21, apresentando crescimento de 2,0 pontos percentuais na comparação com o 1T20.

As ações da Portobello (PTBL3) acumulam alta de 15,70% na bolsa de valores nos últimos 30 dias e alta de 256,67% nos últimos 12 meses.