Toda mulher precisa saber que investir é para elas também e que um bom planejamento financeiro e os melhores investimentos são capazes de garantir um futuro confortável em termos de dinheiro.

Esqueça essa história de que investir é apenas para os homens. Felizmente, as mulheres estão ganhando cada vez mais espaço no mercado financeiro.

Elas inclusive se mostram melhores investidoras que os homens com retornos 12% maiores do que eles.

As mulheres estão aumentando a sua participação nos investimentos a cada ano.

De acordo com dados da B3 compilados pela XP Inc., em 2020, as mulheres representaram 26,2% dos investidores pessoas físicas cadastradas na Bolsa.

Embora elas liderem a alta de investidores na Bolsa de Valores, ainda há um longo caminho a ser percorrido e muito espaço para melhorias na gestão do dinheiro.

Segundo pesquisa realizada pela empresa de investimentos norte-americana Pimco, apenas 17% das mulheres disseram que o planejamento para a aposentadoria era sua principal meta financeira.

Há uma série de razões para este desequilíbrio entre os gêneros nos investimentos e planejamento financeiro.

Por exemplo, a desigualdade salarial, acúmulo de funções, preocupação por cuidar dos filhos, sentimento de incapacidade financeira e outros desafios que as mulheres enfrentam durante a vida.

O objetivo aqui é desmistificar muitas crenças e mostrar o que toda mulher precisa saber sobre investimentos para um correto planejamento e uma vida de prosperidade financeira.

Assim como você reserva um tempo para fazer exercícios e conversar com amigos e familiares, destine um tempo para cuidar do seu dinheiro.

Como os Milionários Investem? Conheça os 10 Passos para ser um Investidor de Sucesso.

Diferenças no planejamento financeiro feminino

Muitas mulheres podem pensar que não têm o conhecimento e a visão necessária para aumentar seu dinheiro com investimentos. Essa é uma crença limitante que realmente pode prejudicar suas finanças.

Por isso, a primeira coisa é eliminá-la e mudar sua mentalidade financeira.

Várias pesquisas confirmam que as mulheres superam os homens por uma margem considerável no que diz respeito a investimentos.

Segundo relatório do STEMconnector, as mulheres obtêm retornos 12% mais altos do que os homens quando se trata de investimentos individuais.

Equidade de gênero no mercado financeiro é uma pauta importante.

As mulheres devem ter a oportunidade, acumular riqueza e buscar uma vida de prosperidade.

Quando falamos equidade financeira, devemos admitir que existem condições diferentes na maneira como uma mulher investe e que devem ser levadas em consideração no seu planejamento financeiro.

Em geral as mulheres não abordam a tomada de decisões da mesma forma que os homens, diferem na expectativa de vida, nas condições salariais, desafios em casa, entre outros.

Tolerância ao risco

Embora cada investidor tenha sua tolerância ao risco e administre seu dinheiro de formas distintas, em geral, as mulheres tendem a ser mais conservadoras.

De acordo com estudo do Wells Fargo Investment Institute, enquanto 16% dos homens se identificam como “mais agressivos”, apenas 4% das mulheres admitem esse perfil.

O indicado é que cada um respeite o seu perfil de investidor e seus objetivos na hora de investir.

Para saber qual sua tolerância ao risco, faça aqui o teste de perfil de investidor.

Essa maior preocupação das mulheres com o risco deve ser avaliada de duas formas.

A primeira, pode favorecer a manutenção do patrimônio e uma melhor análise de risco. Pois, como o megainvestidor Warren Buffett diz em sua regra nº 1: nunca perca dinheiro.

Por outro lado, o conservadorismo em excesso pode fazer com que você não explore o mercado com as melhores oportunidades de ganhos.

Metas financeiras integradas

Para as mulheres, integrar carreira, família e a necessidade de autocuidado é muitas vezes mais importante do que as finanças.

É preciso reconhecer a importância de investir melhor seu dinheiro, se preocupar com seu futuro financeiro e adequar o planejamento financeiro aos seus objetivos específicos de cada faixa etária.

Porém, sempre lembrando de poupar em cada fase da vida para a aposentadoria.

O que Impede Você de ser um Milionário? Conheça as 25 Crenças que Impedem Você de Enriquecer”.

Diferença salarial

Ainda existe uma disparidade salarial significativa, com as mulheres ganhando menos do que os homens

Isso tem um impacto direto nas escolhas das mulheres e na renda disponível para investir.

Segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), em 2019, as mulheres receberam, em média, 77,7% dos ganhos dos homens.

A diferença é ainda mais elevada em cargos de maior rendimento, como diretores e gerentes, onde o salário das mulheres corresponde a apenas 61,9% do rendimento dos homens.

Lacuna de investimento entre os gêneros

As mulheres podem até economizar mais de sua renda, mas investem menos.

De acordo com estudo do AIA Cingapura, as mulheres alocaram cerca de 41% de sua carteira em produtos de pouca rentabilidade, como a poupança, em comparação com 35% dos homens. 

Os dados mostram também que os homens investem mais em produtos considerados mais arriscados, mas com maior rentabilidade.

Dos homens, 32% de sua carteira estavam alocadas em ações, em comparação com 25% das mulheres.

No Brasil essa tendência se repete. As mulheres investem menos.

Na Bolsa de Valores Brasileira, elas representam apenas 26% dos investidores pessoa física da B3.

Em instrumentos de renda fixa, como o Tesouro Direto, as mulheres correspondem a 32% dos investidores.

Há ainda uma baixa participação de mulheres em cargos superiores em empresas e no mercado financeiro como um todo.

Como Escolher Boas Ações? Baixe o Checklist de 5 Critérios para Analisar Ações.

Mulheres chefes de família

De acordo com o Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), 34,4 milhões dos lares brasileiros são sustentados por mulheres.

Deste, cerca de 43% das mulheres vivem em casal. O restante se divide entre 32% de mulheres solteiras com filho, 18% de mulheres que vivem sozinhas e 7% de mulheres que dividem a casa com amigos ou parentes.

As mulheres também são as mais afetadas financeiramente com o divórcio e a separação, especialmente quando acontece mais tarde na vida. É o que diz o relatório do Chartered Insurance Institute (CII), do Reino Unido.

Embora ambos os sexos tenham níveis semelhantes de poupança durante os relacionamentos, as mulheres ficam com muito menos economias quando os relacionamentos se desfazem.

Expectativa de vida mais longa

Estudos mostram que as mulheres geralmente têm uma expectativa de vida mais longa e, consequentemente, períodos mais longos de problemas de saúde na velhice e uma maior necessidade de cuidados. 

Tudo isso deve ser levado em consideração na hora de estimar quanto dinheiro será necessário para se aposentar com o mesmo padrão de vida.

No entanto, muitas mulheres estão mal preparadas.

O relatório do CII mostrou que as mulheres na Grã-Bretanha podem esperar enfrentar 19 anos de problemas de saúde, dos 64 aos 83, três anos a mais do que os homens. 

Isso significa que elas normalmente precisarão de ajuda para realizar tarefas básicas por quase três anos, em comparação com 1 ano e meio para os homens.

No Brasil, de acordo com o IBGE, a expectativa de vida dos homens é de 73,1 anos e a das mulheres 80,1 anos.

Doenças femininas

As mulheres são mais propensas a certas condições médicas, como problemas musculoesqueléticos e algumas doenças críticas, como como câncer de mama, do colo de útero, além de complicações na gravidez.

Tudo isso exige um cálculo adicional no planejamento financeiro.

Como os Milionários Investem? Conheça os 10 Passos para ser um Investidor de Sucesso.

Custo de vida

Expectativa de vida mais longa, doenças, filhos, salário mais baixo, tudo isso indica que as mulheres deveriam reservar uma quantia maior para sua aposentadoria, pois elas podem ter níveis mais altos de gastos.

Por isso, para manter o mesmo padrão de vida na aposentadoria, as mulheres devem se preocupar em alocar mais fundos e assumirem o controle sobre suas finanças.

Dicas de planejamento financeiro para mulheres

Para que as mulheres possam gerenciar melhor seu patrimônio e alcançar a independência financeira, aqui estão algumas coisas importantes que toda mulher deve saber:

1. Compreenda a importância dos investimentos e o poder dos juros compostos

Quanto mais cedo você investir, mais riqueza poderá acumular. Isso porque os juros compostos permitem que você ganhe juros sobre os seus juros.

Por isso, sempre falamos da importância de começar o quanto antes, realizar aportes regulares e reinvestir os dividendos.

Caso ainda não tenha começado, nunca é tarde para ver seu dinheiro trabalhando para você.

Como Começar Investir? Baixe Grátis o Livro Digital "Como Começar a Investir do Zero".

2. Crie confiança

Para assumirem o controle das finanças e começar a investir, primeiro as mulheres precisam ficar mais confiantes.

Ainda existe uma crença na nossa sociedade de que o homem é o responsável pelas finanças da casa. Felizmente isso tem mudado, mas uma ponta de insegurança ainda pode pairar sobre algumas mulheres.

Com a educação financeira e melhor compreensão dos investimentos, as mulheres podem se sentir mais confortáveis ​​administrando suas finanças.

Comece desenvolvendo uma compreensão básica de economias e investimentos por meio de artigos e participando de seminários on-line gratuitos. 

A partir daí, você pode se aprofundar em tópicos e investimentos específicos que atraem você.

3.  Se comprometa com seu planejamento e estratégia de investimento

Faça um planejamento financeiro pessoal, defina seus objetivos e desenvolva uma estratégia adequada.

Leve em consideração suas metas pessoais, objetivos, temperamento e o tempo que você pode dedicar para administrar seus investimentos.

Faça aqui o teste de perfil de investidor e veja uma sugestão dos melhores ativos para você.

Como Alcançar a Liberdade Financeira? Baixe Aqui o Plano Definitivo para a Liberdade Financeira.

4. Assuma o comando de suas finanças pessoais

O conselho dos especialistas financeiros para as mulheres é que cuidem do seu próprio bem-estar financeiro, em vez de depender de seus cônjuges e familiares.

A gestão do dinheiro do casal deve ser muito bem conversada.

Mesmo se o acordo for de um dos dois cuidar mais das finanças, não se afaste. Participe do planejamento.

A ideia é que cada vez mais mulheres se conscientizem da importância dos investimentos e da boa gestão do dinheiro.

E que cada vez tenhamos mais mulheres presentes no meio financeiro e ganhando dinheiro na bolsa de valores.

Independente do gênero, é essencial desenvolver uma cultura de investimentos no Brasil, deixar de ser imediatista e passar de tomador de empréstimos para um recebedor de dividendos.

Quer saber “Como Investir Começando do Zero”? Então baixe grátis o e-book e inicie sua jornada de investidor.