O que é Ethereum e Ether (ETH) e Como Funciona?
SIMULE AGORA
| ,

O que é Ethereum e Ether (ETH) e Como Funciona?

O Ethereum permite a execução de contratos inteligentes e traz soluções revolucionárias para além das criptomoedas.

Por
Atualizado em 25/11/2021

O Ethereum é considerado por muitos uma evolução no conceito de Blockchain ao permitir que qualquer pessoa construa aplicações descentralizadas para diversas finalidades.

O nome Ethereum surge com frequência no mundo da criptografia. Foi esse protocolo possibilitou que o blockchain alcançasse mais pessoas.

Por causa de sua capacidade de programação interna, a Ethereum permite que a plataforma seja utilizada para desenvolver aplicativos descentralizados (dApps) que rodam a tecnologia blockchain.

Mas sempre que você ouvir sobre o ethereum, provavelmente também ouvirá sobre o ether

É que todas essas aplicações programáveis da blockchain precisam de um combustível para funcionar chamado Ether.

Enquanto o Ethereum é a plataforma, o Ether é a sua própria criptomoeda. Porém, esses nomes se tornaram sinônimos.

Geralmente quando as pessoas se referem ao Ethereum, na verdade estão falando sobre o Ether (ETH) ou vice e versa.

O importante é saber que o ethereum, Ether ou simplesmente ETH se tornou a segunda criptomoeda mais valiosa, conhecida e negociada, ficando atrás apenas do Bitcoin.

A plataforma Ethereum foi idealizada pelo programador canadense Vitalik Buterin, em 2013 e entrou online no dia 30 de julho de 2015.

Desde então, vem ganhando cada vez mais popularidade devido às possibilidades de criação utilizando o blockchain e a tecnologia do Ethereum.

Veja como funciona o Ethereum, vantagens, desvantagens e cotação do Ether hoje.

Quer Investir em Criptomoedas? Acesse aqui a Maior Corretora do Mundo.

O que é Ethereum

Ethereum é uma plataforma baseada na tecnologia da Blockchain que permite a criação e execução de contratos inteligentes e aplicativos descentralizados.

Ao mesmo tempo, a rede também funciona como meio de troca e possui sua própria criptomoeda, o ether (ETH).

Todas essas aplicações da rede Ethereum funcionam sem qualquer possibilidade de censura, fraude ou interferência de terceiros, isso porque o contrato é imutável.

A Máquina Virtual Ethereum (EVM) é o ambiente de execução para contratos inteligentes no Ethereum que utiliza uma rede internacional de nós públicos.

De acordo com os seus desenvolvedores, o Ethereum pode ser usado para “tudo” que possa ser programado. Algumas de suas aplicações são:

  • Finanças descentralizadas;
  • Registro de títulos de propriedade (NFTs);
  • Ofertas iniciais de moedas (ICO);
  • Campanhas de crowdfunding;
  • Coleta de impostos;
  • Votações.

O que é Ether?

Enquanto o Ethereum é o nome da rede blockchain, o Ether (ETH) é uma criptomoeda utilizada para realizar as transações ou execução de contratos inteligentes (smart contracts) dentro da plataforma.

O ETH é fundamental para o funcionamento da rede, tanto que é comum o uso do termo Ethereum quando se fala da moeda digital.

Foram mineradas ao todo 72 milhões de moedas ETH, dos quais 60 milhões foram vendidos no ICO e o restante distribuído entre co-fundadores, pré-investidores e apoiadores.

Como funciona a Ethereum

Ethereum é uma rede descentralizada que permite criar e armazenar contratos inteligentes (smart contracts) de forma automatizada.

Assim como o Bitcoin, o Ethereum também utiliza a tecnologia blockchain para armazenar os registros de transações em uma espécie de planilha pública verificada e validada pelos próprios usuários.

Criação do Ethereum

Ethereum é um projeto de código aberto inicialmente descrito pelo programador Russo-Canadense e co-fundador da Bitcoin Magazine, Vitalik Buterin, no final de 2013.

Diferente do Bitcoin que nasceu para ser utilizado com uma moeda de troca, o foco do Ethereum, é ser uma plataforma que permite a construção de aplicações descentralizadas.

As primeiras implementações foram liberadas para avaliação de usuários em fevereiro de 2014, sendo lançado oficialmente em 30 de Julho de 2015.

Desde então, o projeto inicial da Ethereum passou por várias atualizações de protocolo.

Em 2016 ocorreu um fork no Ethereum e seu blockchain foi dividido em dois. Com isso nasceu o Ethereum Classic.

Em março de 2017, startups, grupos de pesquisa e empresas anunciaram a criação da Enterprise Ethereum Alliance (EEA), organização sem fins lucrativos que tem por objetivo impulsionar o uso da tecnologia de blockchain em todas as empresas.

A iniciativa conta com nomes importantes como Samsung SDS, Microsoft, Intel, JP Morgan, MasterCard e Scotiabank.

Recentemente a plataforma passou pela atualização EIP-1559, batizada de Ethereum London Hard Fork.

O código aberto da Ethereum está atualmente em andamento para uma grande atualização conhecida como Ethereum 2.0 ou Eth2.

O objetivo é aumentar a taxa de transferência de transações da rede de cerca de 15 transações por segundo para até dezenas de milhares de transações por segundo.

As outras mudanças na atualização de protocolo são:

  • Mudança do algoritmo de consenso; 
  • Remodelação da estrutura da rede;
  • Modificação da política monetária.
Banner will be placed here

Vantagens do Ethereum

O Ethereum é uma das redes mais seguras para transações rápidas e registro de informação oferecendo todas as vantagens de uma blockchain tradicional, além de algumas vantagens exclusivas, que incluem:

Smart Contract

O Ethereum permite a emissão de contratos inteligentes que são executados conforme foram configurados, oferecendo transparência e eficiência para as transações.

Descentralizado

Por ser baseado na blockchain, o Ethereum permite a troca de informações entre partes sem a necessidade de uma entidade central.

Dessa forma se elimina um ponto de vulnerabilidade na interação entre as partes.

Eficiente

Em vez de verificações e procedimentos manuais, a blockchain usa processos automatizados que garantem a rapidez, acessibilidade e a validade de uma transação.

Confiável

Com mais de 5 anos de existência, o Ethereum não passou por grandes obstáculos como fraude, interferência de terceiros, censura e tempo de inatividade.

Programável

O Ethereum é totalmente programável. Sendo assim, os desenvolvedores podem usá-lo para criar aplicativos descentralizados que incluem serviços financeiros, jogos, contratos inteligentes, entre outros.

Riscos do Ethereum

Assim como ocorre em toda tecnologia blockchain, a vulnerabilidade surge quando há a interação com o usuário.

Cada um é responsável pelos contratos que submete e participa, a falha humana é um risco a ser considerado.

Eventualmente algum hacker pode descobrir maneiras de explorar uma brecha no código.

O caso mais famoso foi o roubo de cerca de US$ 50 milhões de tokens DAO foram roubados por um hacker desconhecido.

O evento gerou um debate na comunidade e resultou na bifurcação divisão da rede Ethereum e Ethereum Classic.

Outro problema que tem ocorrido na rede é o de golpes e fraudes de investimento, como os esquemas Ponzi.

Dessa forma, alguém mal intencionado cria um contrato na rede prometendo grandes ganhos para aqueles que investirem, mas ao final o retorno não vem e o dinheiro investido vai embora.

Quer Investir em Criptomoedas? Acesse aqui a Maior Corretora do Mundo.

Histórico de preços do ETH

A cotação do Ether (ETH) varia conforme a oferta e demanda do mercado.

Quando foi listada nas principais bolsas de criptomoedas em agosto de 2015, a moeda Ethereum começou a ser negociada perto de US$ 2 fechando o primeiro ano em US$ 0,9. 

No ano seguinte, em 2016, o preço do Ethereum subiu para US$ 20,50 em meados de junho. 

No entanto, um roubo no valor de US$ 50 milhões resultou no colapso do preço, fechando o ano a US$ 8.

Depois da bifurcação da Ethereum (ETH) e Ethereum  Classic (ETC), o Ether  entrou em um grande rali de crescimento.

Já o ETC nunca atingiu esse nível de popularidade.

Em 2017 a Ethereum testemunhou um grande aumento de popularidade ao longo do ano. 

Começou o ano em US$ 8, chegou a atingir US$ 840 e fechou o ano além de US$ 740. 

O crescimento continuou no início de 2018, quando a moeda atingiu uma alta histórica de US$ 1.432.

Porém, o ano não foi fácil para a criptomoeda que teve uma das maiores quedas quando foi cotada a US$ 185, menor cotação desde julho de 2017.

Nos anos seguintes ela permaneceu praticamente “estável”.

Ao final de 2020 e início de 2021, seguindo a alta das criptomoedas comandada pelo Bitcoin, o Ether acumulou ganhos de 667%.

Ethereum histórico preços
Cotação histórica do Ethereum

Neste ano, os ganhos até agora são de 150% para a moeda da rede Ethereum, atualmente cotada a aproximadamente US$ 1.840.

Sua máxima histórica de US$ 2.042 foi atingida em 20 de fevereiro de 2021.

Cotação do Ethereum hoje

Veja como está a cotação do ethereum hoje:

Como comprar ETH

O Ethereum, assim como as demais criptomoedas, pode ser comprado e vendido através de corretoras de criptomoedas, as exchanges, que intermediam a compra e venda entre usuários, cobrando uma taxa para cada negociação realizada.

Por conta de sua característica descentralizada, também é possível negociar diretamente entre pessoas (peer-to-peer), embora exista o risco de liquidação no acerto financeiro.

Os criptoativos devem ser armazenados em carteiras de Ethereum.

Existem diferentes tipos de carteiras:

● Online, que armazenam na nuvem;

● Aplicativo para celulares;

● Software (desktop) para computadores;

● Hardware (offline) usualmente em dispositivos USB;

● Papel (paper) usualmente impressas em placas de metal.

Quer Investir em Criptomoedas? Acesse aqui a Maior Corretora do Mundo.

Vale a pena investir em Ethereum?

As criptomoedas em geral, incluindo a Ethereum, são ativos muito especulativos e propensos a alta volatilidade. Isso as torna investimentos de alto risco e alta recompensa caso aproveite uma onda de valorização.

Por isso, o investimento no Ethereum deve ser muito bem planejado, destinando apenas uma pequena porcentagem do patrimônio.

Lembre-se de investir apenas o que pode perder.

Por outro lado, o Ethereum parece uma rede que veio para ficar.

Muitos especialistas acreditam que, em comparação com o Bitcoin, o Ethereum está altamente subvalorizado e com muito potencial.

No entanto, quando se trata de investimento, não há garantias.

O melhor a se fazer é definir seu perfil de investidor e objetivos e fazer uma boa alocação de ativos sempre diversificando seu patrimônio.

Análise de Ações

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE