O que é o desdobramento de ações (split de ação)?
|

O que é o Desdobramento de Ações (split de ação)?

O Split torna os papéis de uma empresa mais acessíveis aos pequenos investidores.

Por
Atualizado em 15/07/2020

O desdobramento de ações, também conhecido como “split”, é um mecanismo no qual as ações são divididas, aumentando o número total, porém, sem alterar o valor do investimento ou capital da empresa.

Eventos de desdobramento (split) ou grupamento (inplit) das ações na bolsa de valores são comuns, mas podem confundir os investidores iniciantes.

Então, se em um dia você possui certa quantidade de ações e no outro abrir o home broker e observar uma quantidade completamente diferente, não há motivo para se desesperar.

Pode ter acontecido um desdobramento de ações (split) ou então um grupamento das ações (inplit ou reverse split).

Resumidamente, o desdobramento de ações consiste no aumento da quantidade de ações, mas sem alteração no patrimônio da empresa, nem dos seus acionistas.

Não há a emissão de novas ações ao mercado, apenas o desmembramento daquelas já existentes. 

Isso significa que uma ação que vale R$ 30 será dividida, por exemplo, em três ações de R$ 10.

Ou seja, a ação se dividiu em três, porém a soma dos valores permanece a mesma.

Esse mecanismo é bastante utilizado por companhias que entendem que o preço de suas ações está muito elevado.

Isso dificulta a entrada de novos investidores ou investidores com menor capital.

Assim, ela realiza o desdobramento e reduz a cotação dos ativos.

Em 2019, foram 62 ativos que realizaram a operação, incluindo papéis de companhias como Magazine Luiza, Bradesco, Lojas Renner e Banco Inter.

Até julho de 2020, 22 empresas realizaram o desdobramento de suas ações.

Então, está pronto para entender o que é Split de ações?

Veja como funciona o desdobramento e grupamento de ações e o porquê desses eventos.

O que é desdobramento (split) de ações

O desdobramento de ações ou split consiste em dividir as ações existentes, aumentando a quantidade de ações, mas sem alterar o valor de mercado da empresa.

A divisão da ação faz com que o número de ações disponíveis aumente e o valor de cada papel proporcionalmente.

Por exemplo, imagine que uma ação custa R$ 100 e houve um desdobramento de 1 para 2. Isto significa para cada ação que o investidor possuir, ele terá direito a duas novas.

Ou seja, ao invés de uma ação que valia R$ 100 ele terá direito a duas ações de R$ 50 cada.

Para o acionista, essa divisão não causa nenhuma mudança no seu patrimônio nem no capital social da empresa. Seus fundamentos também continuam os mesmos.

Em geral, esta operação tem como objetivo deixar o preço mais acessível ao investidor.

Uma vez que aumentando a quantidade de papéis em circulação no mercado, seu preço e liquidez aumentam, facilitando sua negociação.

Banner will be placed here

Como funciona o split de ações

O desmembramento (split) das ações tem por objetivo aumentar a quantidade de papéis disponíveis aos acionistas, mas sem modificar o patrimônio total.

A melhor forma de entender o split é pensando em notas de dinheiro.

Imagine que você tem uma nota de R$ 100.

Existe, uma série de combinações para trocá-la sem que haja alteração no seu patrimônio.

Como, por exemplo, duas notas de R$ 50, cinco notas de R$ 20, dez notas de R$ 10, etc.

O mesmo pode acontecer no mercado financeiro.

Um split, geralmente acontece após uma valorização expressiva da empresa no mercado, onde suas ações estão comercializadas a preços muito elevados.

À medida que as ações se valorizam, algumas empresas entendem que seus preços devem ser colocados em condições mais favoráveis de mercado.

Por isso, o desdobramento de ações tende a se repetir, várias vezes, ao longo da existência de uma empresa de capital aberto.

Um exemplo de desdobramentos de ações foi o do varejista Magazine Luiza, que desdobrou seus papéis na proporção de 1 para 8.

Assim, quem tinha uma ação MGLU3 em 5 de agosto de 2019 passou a ter oito no dia seguinte, mas com um preço muito menor.

Os ativos que estavam sendo negociadas por de cerca de R$ 277, passaram para algo em torno de R$ 36.

O que mudou foi a acessibilidade do papel.

Antes, para comprar um lote padrão de 100 ações de MGLU3 era preciso ter em torno de R$ 27 mil.

Depois do desdobramento, o mesmo lote caiu para cerca de R$ 3,6 mil.

Esta não foi a primeira vez que a empresa recorreu ao mecanismo de Split. Em 2017, o Magalu também desdobrou os papéis.

A iniciativa do desdobramento de ações parte do Conselho de Administração da empresa.

Quando se chega a um consenso sobre a necessidade do desdobramento, o próximo passo é definir a proporção de ações “novas” a ação antiga vai gerar.

Com a proporção data do desdobramento definidas, o mercado é avisado.

O Split de ações é um processo automático. Assim, na data determinada, o acionista já “acorda” com a nova quantidade de ações na sua conta de custódia.

Motivo do desdobramento de ações

O principal objetivo do split é aumentar a liquidez das ações. Com o maior número de papéis no mercado, maior também a facilidade de negociação.

Esse processo tende a tornar o ativo mais acessível, uma vez que aumentando a quantidade de ações, o custo unitário também cai.

Dessa forma, fica mais viável a compra dos papéis por investidores de menor poder aquisitivo.

Tanto o preço excessivamente alto, quanto baixo, pode se tornar um problema para a companhia e para o investidor.

Um preço demasiadamente alto se torna dificulta o acesso dos papéis aos pequenos investidores.

Para aqueles que já possuem ações em pequenos lotes, o preço alto prejudica a liquidez.

Da mesma forma, um preço muito baixo, por exemplo, aquelas ações cotada em centavos (penny stock), aumenta demais a volatilidade.

Por isso, as empresas usam de mecanismos para deixar suas ações dentro de uma “faixa média” de preço.

Sendo assim, os principais motivos para a companhia realizar o desdobramento de ações são:

  • Aumentar o número de ações disponíveis;
  • Tornar a ação mais acessível;
  • Aumentar a liquidez;

No caso do desdobramento de ações do Banco Inter, a instituição financeira optou por desdobrar suas ações na proporção de 6 para 1, para depois transformá-las em units.

O que é grupamento (inplit) de ações

O inplit é o oposto do desdobramento. Por isso ele é também chamado de grupamento ou reverse split.

Se no desdobramento a quantidade de ações aumenta, no grupamento ela diminui, sem alteração do capital.

No inplit as ações de uma determinada empresa são agrupadas. Com isso, se diminui a quantidade de ações em circulação, aumentando o seu preço.

Por exemplo, se um acionista detém 100 ações cotadas a R$ 2 cada, tem um investimento total de R$ 200.

Se a companhia decidir realizar o grupamento de ações de 2 para 1, o investidor passará a ter 50 ações ao preço de R$ 4 cada.

Porém, seu investimento continua valendo os mesmos R$ 200.

Motivos para o grupamento de ações

O grupamento de ações visa diminuir a quantidade de ações em circulação na bolsa de valores de uma empresa e elevar seu preço para facilitar sua negociação.

Ações que são negociadas a centavos tende a ter um spread (diferença do preço entre compra e venda) muito alto.

Com o grupamento de ações, essa volatilidade diminui, melhorando as negociações.

Quer Investir em Boas Ações? Baixe Grátis o Relatório com as 3 Melhores Ações para Investir Hoje.

Desdobramento de ações vale a pena?

O Split de ações não altera o valor investido, nem a quantidade de dividendos recebido.

É um erro comum dos investidores iniciantes é confundir preço e valor.

Considerando duas ações idênticas, com as mesmas características, direitos de proventos e fundamentos, uma ação de 10 reais não vale menos que uma de 20, nem vice-versa.

O desdobramento somente aumenta a base acionária, mas sem alteração no patrimônio da empresa ou do investidor.

Outros eventos que geram alteração da base acionária são:

Não são somente as empresas que têm suas ações sujeitas a mudanças de quantidade.

Cotas de fundos de investimento, especialmente fundos imobiliários e ETFs também podem passar por desdobramentos e grupamentos.

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE