O que é Análise Quantitativa de uma Empresa
| ,

O que é Análise Quantitativa de uma Empresa

A análise quantitativa de uma empresa leva em consideração os números e resultados financeiros.

Por
Atualizado em 07/05/2020

Através da Análise Quantitativa é possível identificar vários dados que ajudam você a escolher as melhores ações para investir.

Para ter sucesso no mercado financeiro o investidor dispõe de diferentes tipos de análises que podem ser usadas antes de tomar as decisões de investimento.

A análise fundamentalista oferece uma série de indicadores, cálculos e avaliações para que você se torne sócio das melhores empresas listadas na bolsa de valores.

Como a avaliação de uma empresa não é uma ciência exata, a decisão de investir em ações na estratégia buy and hold está baseada em dados quantitativos e qualitativos.

No caso da análise quantitativa, é possível avaliar a empresa com base em seus números.

Vários deles estão disponíveis através dos demonstrativos financeiros e balanços que a empresa deve divulgar de tempos em tempos.

Com base nos dados quantitativos é possível determinar se uma ação está cara ou barata e se ela tem potencial para valorizar

“Preço é o que você paga, valor é o que você recebe”. – Warren Buffett

Então, você está pronto para saber o que é análise quantitativa de uma empresa?

Leia até o final veja as ferramentas para escolher as melhores ações para investir.

O que é Análise Quantitativa?

A análise quantitativa é uma etapa da análise fundamentalista que tem como objetivo avaliar os números da empresa.

Com base nos dados obtidos nos balanços, resultados financeiros e operacionais da empresa é possível utilizar uma variedade de métricas e índices para fazer um exame completo da companhia.

Isso inclui sua rentabilidade, margem líquida, margem bruta, endividamento, além de outros indicadores fundamentalistas.

Também é feita uma análise com base nos índices econômicos que influenciam as empresas, como taxa de juros, inflação e câmbio.

Alguns dados quantitativos importantes são:

Como a análise fundamentalista envolve muitos fatores, é comum agrupá-los em duas categorias: quantitativos e qualitativos.

De forma simplificada, a análise quantitativa está relacionada aos números da empresa e a análise qualitativa a qualidade da marca, seus controladores, entre outros.

Banner will be placed here

Análise das Demonstrações Financeiras

As demonstrações financeiras reúnem dados fundamentais para fazer a análise quantitativa de uma companhia e permitem que o investidor tenha uma visão sobre os resultados alcançados por ela. 

As empresas listadas na Bolsa de Valores têm a obrigação de enviar seus dados financeiros periodicamente à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e divulgá-los publicamente.

Dessa forma, qualquer pessoa que tiver interesse em conhecer os resultados da empresa poderá consultar.

As principais informações da demonstração financeira que darão ao investidor as ferramentas para ajudá-lo a avaliar o valor do negócio são:

  • Balanço Patrimonial;
  • Demonstrativo de Resultado do Exercício;
  • Demonstrativo de fluxo de caixa. 

Para facilitar o seu trabalho o TheCap realiza a análise dos resultados para você, 

Balanço Patrimonial

O Balanço Patrimonial é divulgado trimestral, semestral e anualmente pelas companhias.  

Através dele é possível ter uma visão geral de como está a sua situação da empresa naquele momento. 

Isso é mostrado através do ativo, passivo e patrimônio líquido da empresa. 

Formam o ativo todos os bens da companhia, como máquinas, equipamentos, terrenos, estoque, e todo o tipo de valor. 

Do passivo fazem parte todos os recursos que saem da empresa, seja na forma de despesas, contas a pagar, impostos, taxas, salários, dívidas.  

O patrimônio líquido é representado pela diferença entre o ativo e o passivo. De modo geral, corresponde à riqueza de uma organização. 

Demonstrativo de Resultado do Exercício – DRE

O DRE é um indicador anual que mostra se a empresa teve lucro ou prejuízo no período. 

Demonstrativo de Fluxo de Caixa – DFC

Este indicador revela o dinheiro que a empresa tem em caixa.  

É resultado de um relatório que mostra como o dinheiro entra e sai da companhia. 

Esses valores são decorrentes das seguintes atividades:

  • Atividades Operacionais: envolvem todos os valores decorrentes da produção e da entrega de bens e serviços;
  • Atividades de Investimento: correspondem às sobras de dinheiro em caixa, que a empresa usa para investir;
  • Atividades de Financiamento: relacionam os recursos que a empresa tomou emprestados de terceiros.  

Indicadores e Múltiplos

Depois de analisar o Balanço Patrimonial, o Demonstrativo de Resultados e o Fluxo de Caixa, é preciso avaliar mais uma série de outros fatores e indicadores.

Somente assim é possível fazer uma Análise Fundamentalista correta e completa, a fim de encontrar as melhores empresas para investir na bolsa de valores

Por meio de alguns indicadores e múltiplos é possível encontrar empresas subavaliadas, e assim ter a oportunidade de comprar ações boas e baratas.

Os principais indicadores para uma análise quantitativa de uma empresa são: 

P/L (Preço/Lucro)

O Preço sobre o Lucro é o múltiplo mais comum para avaliar a atratividade do preço

de uma ação em comparação a outras ações do mesmo setor. 

Ele é obtido pela divisão do preço atual de uma ação pelo lucro por ação desse ativo. 

Para saber se este indicador está bom ou ruim é necessário comparar com os seus pares do setor, além de não o utilizar sozinho em uma avaliação.  

Quanto menor estiver esse indicador, mais barata está a ação.  

P/VPA (Preço/Valor Patrimonial)

O indicador P/VPA mostra o quanto um investidor aceita pagar pelo patrimônio líquido de uma empresa.

P/VPA = preço da ação / valor patrimonial da ação

VPA = patrimônio líquido / número total de ações

Quanto maior for essa relação, mais cara está a ação.  

PSR (Prices Sales Ratio)

Este indicador compara o valor de mercado da empresa com sua receita operacional líquida. 

É interessante usá-lo junto ao indicador de PL. 

Dessa forma, dois indicadores complementares serão analisados: o lucro e a receita da companhia.  

Além disso, deve ser analisado em relação a outras companhias do mesmo setor. 

Ebitda (Earnings Before Interest, Taxes, Depreciation and Amortization)

É obtido olhando o lucro líquido antes do pagamento de todo tipo de impostos, taxas ou juros.  

Esse índice ajuda a analisar o desempenho da empresa pela sua produtividade e eficiência. 

Sempre é importante comparar este indicador com o de outras empresas de atuação semelhante. 

Dividend Yield

O dividend yield mostra o rendimento gerado para o detentor da ação através do pagamento de dividendos. 

Ele é calculado dividindo-se o dividendo pago pelo preço da ação.  

Para utilizá-lo, é fundamental a comparação ao de outras companhias do mesmo segmento. 

Se o pagamento de dividendos for sua estratégia de investimento, escolher aquela ação que tenha o maior dividend yield é o caminho.  

ROE (Return On Equity)

O ROE permite descobrir o potencial de crescimento e geração de valor de uma empresa utilizando recursos próprios. 

Para calcular, basta dividir o lucro líquido pelo patrimônio líquido em determinado período. 

Em tese, quanto maior o ROE, mais rentável e atraente é uma empresa para o acionista.  

Endividamento (Dívida Líquida / PL)

O endividamento de uma empresa é medido dividindo-se a dívida líquida pelo patrimônio líquido. 

Considerar esse indicador em uma análise é essencial para saber sobre a saúde financeira da companhia. 

Além disso, é importante observá-lo em relação a outros pares, já que o tipo de negócio influencia na tomada de dívida para o sustento ou crescimento da atividade. 

Análise Qualitativa x Análise Quantitativa

As análises quantitativas e qualitativas são uma forma de separar e facilitar a análise dos dados referentes à saúde financeira e à gestão de uma empresa.

E, com isso, fazer uma eficiente Análise Fundamentalista

De forma geral, podemos dizer que a análise quantitativa faz referência a todos os números

possíveis em relação a uma empresa. 

As informações a serem analisadas são: 

Já a análise qualitativa leva em conta tanto o cenário micro e macroeconômico da empresa. Mede a qualidade da gestão e de governança corporativa. 

Entre os aspectos analisados estão: 

  • Nível de governança corporativa;
  • Experiência dos gestores da empresa;
  • Membros do conselho;
  • Posição e reconhecimento da sua marca;
  • Potencial de crescimento;
  • Riscos inerentes ao segmento.  

Onde Investir na Bolsa? Baixe a Lista de 3 Ações para Investir Agora”.

Análise Quantitativa Vale a Pena?

A análise quantitativa utiliza de números e indicadores que ajudam os investidores a determinar as melhores ações para investir. 

Dessa forma é possível constatar se uma ação está cara ou barata e se tem potencial de valorização. 

Diversos indicadores e múltiplos fazem parte de uma análise fundamentalista quantitativa. 

É recomendado que você escolha os principais para avaliar corretamente uma empresa. 

A Análise Fundamentalista engloba um conjunto de métodos quantitativos e qualitativos na busca por definir o valor intrínseco de uma ação.  

Entretanto, não há, entre analistas de mercado, uma preferência por uma ou outra. 

O ideal é sempre mesclar os dois tipos de abordagem, para você ter uma visão geral mais legítima da saúde financeira das empresas.Dessa forma, você será capaz de tomar a melhor decisão de investimento de  acordo com seu perfil de investidor.

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE