A EDP Brasil (ENBR3) informou nesta sexta-feira (28), através de fato relevante, que solicitou ao Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) o termo de liberação do início de operação comercial do primeiro trecho da linha de transmissão da EDP Transmissão SP-MG S.A, com 07 meses de antecipação frente ao cronograma da ANEEL.

A entrada em operação comercial desde primeiro trecho representa uma Receita Anual Permitida Parcial (RAP) de R$ 111,8 milhões, representando 45% da RAP total.

A EDP Transmissão SP-MG, foi constituída após a 1ª Etapa do Leilão nº 05/2016² e é titular de concessão de transmissão referente a 375 km de Linha de Transmissão LT 500 KV entre a SE Cachoeira Paulista – SE Estreito, entre os estados de São Paulo e Minas Gerais.

Esta entrega, com antecipação frente ao cronograma inicialmente previsto, constitui em mais uma demonstração das competências distintivas da EDP Brasil em transmissão, a qual representa atualmente um dos seus principais focos estratégicos da Companhia.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

Resultado da EDP no Terceiro Trimestre de 2021

O resultado da EDP (ENBR3) no terceiro trimestre de 2021 (3t21), divulgado no dia 25 de outubro, apresentou um lucro líquido atribuído aos acionistas controladores de R$ 510,5 milhões no 3T21, uma alta de 70,3% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.

O Ebitda da EDP Brasil atingiu R$ 1,1 bilhão no 3T21, apresentando crescimento de 60,7% na comparação com o 3T20.

A margem Ebitda da EDP Brasil totalizou 21,7% no 3T21, apresentando retração de -1,5 ponto percentual na comparação com o 3T20.

A margem líquida da EDP Brasil atingiu 9,9% no 3T21, permanecendo estável na comparação com o 3T20.

As ações da EDP (ENBR3) acumulam queda de 0,69% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e alta de 20,72% nos últimos 12 meses.