A EDP - Energias do Brasil (ENBR3) informou na sexta-feira (18), através de fato relevante, que, o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) autorizou a operação comercial das instalações do trecho final da EDP Transmissão Aliança SC com 06 meses de antecipação frente ao cronograma da ANEEL.

O primeiro trecho da linha de transmissão e a subestação Siderópolis 2 da EDP Transmissão Aliança SC entraram em operação comercial no dia 14 de junho de 2021, com 14 meses de antecipação em relação ao calendário da ANEEL.

Com a conclusão da entrada em operação, a Companhia passa a receber a Receita Anual Permitida¹ de R$ 208 milhões, resultando em receita antecipada total de R$ 143,1 milhões.

Esta entrega, com antecipação frente ao cronograma inicialmente previsto, constitui mais uma demonstração das competências distintivas da EDP Brasil em transmissão, representando atualmente um dos principais focos estratégicos da Companhia.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

Resultado da EDP no Quarto Trimestre de 2021

O resultado da EDP (ENBR3) no quarto trimestre de 2021 (4t21), divulgado no dia 16 de fevereiro, apresentou um lucro líquido atribuído aos acionistas controladores de R$ 809 milhões no 4T21, uma alta de 15,6% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.

O Ebitda da EDP Brasil atingiu R$ 1,3 bilhão no 4T21, apresentando retração de -4,0% na comparação com o 4T20.

A margem Ebitda da EDP Brasil totalizou 28,7% no 4T21, apresentando retração de -3,6 pontos percentuais na comparação com o 4T20.

A margem líquida da EDP Brasil atingiu 17,3% no 4T21, apresentando crescimento de 1,1 ponto percentual na comparação com o 4T20.

As ações da EDP (ENBR3) acumulam alta de 5,67% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e alta de 22,76% nos últimos 12 meses.