A CPFL (CPFE3) comunicou nesta segunda-feira (23), a entrada em operação do empreendimento de Maracanaú, composto pelas linhas de transmissão LT C-1 CE - CPFL Maracanaú e a nova Subestação Maracanaú II com potência de 450MVA e tensão de 230/69 kV, a partir da obtenção do Termo de Liberação Definitivo emititido pelo ONS para as instalações.

Maracanaú é um empreendimento do leilão de transmissão, realizado em junho de 2018, 100% controlado pela CPFL Geração.

Maracanaú tem uma RAP de R$ 7,9 milhões para o ciclo 2022-2023.

O empreendimento está localizado no Estado do Ceará, com uma nova subestação de energia e aproximadamente 2 km de linhas de transmissão, passando pelo município de Maracanaú.

 Com isso, o portfólio de ativos de transmissão em operação da CPFL Energia passa a contar com a CPFL Transmissão, CPFL Piracicaba, CPFL Morro Agudo e CPFL Maracanaú, tendo uma RAP de aproximadamente R$ 909 milhões e cerca de 6,0 mil km de linhas, além de mais 2 projetos em construção.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

Resultado da CPFL Energia no Primeiro Trimestre de 2022 

resultado da CPFL Energia (CPFE3) no primeiro trimestre de 2022 (1t22), divulgado no dia 16 de maio, apresentou um lucro líquido de R$ 1,2 bilhão no 1T22, alta de 20,9% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.

Ebitda da CPFL Energia atingiu R$ 2,6 bilhões no 1T22, apresentando crescimento de 34,4% na comparação com o 1T21.

margem Ebitda da CPFL Energia totalizou 28,5%% no 1T22, apresentando crescimento de 4,8 pontos percentuais na comparação com o 1T21.   

margem líquida da CPFL Energia atingiu 12,5% no 1T22, apresentando crescimento de 0,9 ponto percentual na comparação com o 1T21.

As ações da CPFL Energia (CPFE3) acumulam alta de 1,45% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e alta de 48,02% nos últimos 12 meses.