O namoro durou pouco. Após receber uma proposta de fusão por parte da Aliansce Sonae (ALSO3) no início do mês, a BRMalls (BRML3) recusou a combinação dos negócios.

A BRMalls divulgou nesta sexta-feira, 14, a ata da reunião do seu Conselho de Administração que decidiu, de forma unânime, rejeitar o negócio.

Segundo descrito na ata, a recusa do conselho se deu "por entender que a referida proposta subavalia, consideravelmente, o valor econômico justo da companhia e do seu portfólio de ativos. Portanto, não atende aos melhores interesses dos acionistas da companhia".

A Aliansce publicou um fato relevante horas atrás tornando público os termos da sua proposta, classificada como uma "fusão de iguais".

A companhia ofereceu à concorrente uma junção dos negócios meio a meio, mais um prêmio em dinheiro de R$ 1,35 bilhão. A proposta data de 4 de janeiro.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa

Na ocasião, a Aliansce Sonae tinha um valor de mercado de R$ 5,389 bilhões, enquanto a BRMalls era negociada a R$ 6,915 bilhões.

A BRMalls informou hoje que seu conselho se reuniu dia 6, quando discutiram, entre outros assuntos, a proposta não solicitada e não vinculante da Aliansce Sonae.

Ficou acordado ali que, anteriormente a qualquer definição quanto à proposta, os administradores da BRMalls e os assessores financeiro e jurídico realizariam análises para aprofundar o entendimento sobre determinados pontos centrais da abordagem.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa

"Após o aprofundamento das análises (...) e ouvidos os referidos assessores,os membros do conselho decidiram, por unanimidade, recusar a proposta", descreve a ata.

Resultado da brMalls no Terceiro Trimestre de 2021

O resultado da brMalls (BRML3) no terceiro trimestre de 2021 (3t21), divulgado no dia 11 de novembro, apresentou um lucro de R$ 58,9 milhões no 3T21, uma alta de 367,1% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.

O Ebitda ajustado da BR Malls atingiu R$ 189,4 milhões no 3T21, apresentando crescimento de 63,3% na comparação com o 3T20.

A margem Ebitda ajustada da BR Malls totalizou 61,8% no 3T21, apresentando crescimento de 5,9 pontos percentuais na comparação com o 3T20.

A margem líquida da BR Malls atingiu 20,2% no 3T21, apresentando crescimento de 13,9 pontos percentuais na comparação com o 3T20.

As ações da brMalls (BRML3) acumulam alta de 10,35% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e queda de 12,39% nos últimos 12 meses.

Fonte: Estadão Conteúdo.