Análise de Resultados Banco do Brasil 4T19 - BBAS3 vale a pena?
| ,

Resultado Banco do Brasil (BBAS3) 2019: Lucro sobe 20% no 4t19

O Banco do Brasil divulgou seus resultados referentes ao 4T19, confira os destaques e se vale a pena investir na BBAS3.

Por
Atualizado em 03/04/2020
Avalie esse texto

Os resultados do Banco do Brasil (BBAS3) referente a suas operações do quarto trimestre de 2019, foram divulgados no dia 13/02.

Veja neste artigo os principais destaques do resultado do Banco do Brasil do 4T19 e se a BBAS3 vale a pena investir. 

Confira o calendário de divulgação de resultados do 4T19 das empresas listadas na Bolsa de Valores e a análise das empresas que a equipe do The Capital Advisor está realizando.

Data da divulgação: 13 de fevereiro de 2020.

Quer Investir em Boas Ações? Clique Aqui e Baixe Grátis o Relatório com as 3 Ações para Investir por 10 Anos.

Sobre o Banco do Brasil

Conheça um pouco sobre o Banco do Brasil: data de fundação, core business, mercados onde atua, principais clientes.

O Banco do Brasil é uma instituição financeira de economia mista com mais de 210 anos de história.

Atuando nos segmentos: Bancário, Investimentos, Gestão de recursos, Meios de pagamentos, Seguridade (Seguros, Previdência e Capitalização).

O banco apresenta alta abrangência geográfica estando localizado em mais de 99% dos municípios do país.

Distribuição Geográfica - Banco do Brasil
Distribuição Geográfica – Banco do Brasil
Banner will be placed here

Avaliação de Governança

O Banco do Brasil está listado na Bolsa de Valores no segmento Novo Mercado, nível mais alto da B3.

EmpresaBco Brasil S.A.
CódigoBBAS3 
SubsetorIntermediários Financeiros
Segmento de ListagemBancos
Tag Along100%
Free Float50%
Principal AcionistaMinistério Da Economia
Sitehttps://ri.bb.com.br/

Quer Investir em Boas Ações? Clique Aqui e Baixe Grátis o Relatório com as 3 Ações para Investir por 10 Anos.

Resultado do Banco do Brasil 4t19

O atual cenário econômico marcado pela recuperação econômica e redução da taxa básica de juros, impulsionou o resultado do Banco do Brasil do 4T19.

Em especial pela melhora na carteira de crédito no varejo que apresentou melhor resultado no período.

Assim, a divulgação dos resultados do 4T19 no Banco do Brasil vieram acima das expectativas do mercado com destaque para:

  • Lucro líquido de R$ 4,6 bilhões, registrando crescimento de 20,3% na comparação com o período anterior;
  • Considerado o banco mais sustentável no ranking Global 100 de 2019, da Corporate Knights;
  • Spread das operações de crédito apresentou crescimento de 59 bps na comparação com o 4T18.

Resultados financeiros do Banco do Brasil

A margem financeira bruta totalizou R$ 14,0 bilhões no 4T19, registrando aumento de 11,6% quando comparado ao mesmo período anterior.

As despesas financeiras do resultado de captação totalizaram R$ 5,3 bilhões no 4T19, registrando queda de 17,5% na comparação com o 4T18.

Logo o resultado da despesa financeira de captação institucional atingiu R$ 2,4 bilhões no 4T19, apresentando queda de 5,7% na comparação com o mesmo período anterior.

A queda na despesa financeira de captação institucional foi influenciada pelas menores despesas com letras financeiras e pela queda nos títulos indexados à taxa média Selic.

As operações de crédito do Banco do Brasil são segmentadas em pessoa física, pessoa jurídica e agronegócios.

As receitas com operações de crédito pessoa física totalizaram R$ 9,8 bilhões no 4T19, registrando crescimento de 5,3% quando comparado com o 4T18.

No qual foram influenciados pela melhor performance para as linhas de empréstimo pessoal e crédito consignado, cujo saldo apresentou melhora de 4,0% quando comparado ao mesmo período.

Distribuição das Receitas de Crédito
Gráfico: Distribuição das Receitas de Crédito – Banco do Brasil

Logo as receitas com operações de crédito pessoa jurídica atingiu R$ 3,7 bilhões no 4T19, registrando queda de -11,9% quando comparado ao 4T18. 

As receitas com operações de crédito agronegócios totalizaram R$ 3,5 bilhões no 4T19, apresentando queda de -8,2% quando comparado com o 4T18.

O menor desempenho registrado no segmento agronegócios foram influenciados pela queda da TMS, que compõe a taxa de equalização.

Por seu lado, a receita financeira com operações de crédito total atingiu R$ 18,1 bilhões no 4T19, apresentando queda de -2,0% quando comparado com o mesmo período anterior.

Prestação de Serviços

Na comparação com o 4T18 os segmentos de cartão de crédito e débito, operações de crédito e garantia, arrecadações, subsidiárias controladas no exterior e tesouro nacional tiveram uma pior performance.

Em contrapartida, o destaque ficou para o crescimento de R$ 92,9 milhões em ‘seguros, previdência e capitalização’, justificado pela melhor performance na BB Corretora.

O resultado da prestação de serviços cresceu 0,6% em relação ao 3T19, e 3,8% na comparação com o 4T18.

Despesas administrativas

As despesas de pessoal totalizaram R$ 5,5 bilhões no 4T19, registrando crescimento de 11,3% na comparação com o 4T18.

Sendo influenciadas pela contribuição complementar à Cassi, decorrente da aprovação da proposta de reforma estatutária em votação realizada em novembro de 2019.

As outras despesas administrativas atingiram R$ 3,0 bilhões no 4T19, registrando crescimento de 4,3% na comparação com o 4T18.

Estrutura de capital do Banco do Brasil

O índice de Basileia atingiu 18,58% em dezembro de 2019, logo o índice de capital nível I chegou a 13,55%, sendo 10,02% de capital principal, e o patrimônio de referência alcançou R$ 132,2 bilhões.

Índice de Basiléia - Banco do Brasil
Gráfico: Índice de Basiléia – Banco do Brasil

Crédito

A carteira de crédito classificada pessoa física apresentou crescimento de 8,9% na comparação com dezembro de 2018.

Logo a carteira de crédito classificada pessoa jurídica de agronegócio apresentou retração de -10,9% e -4,2% respectivamente.

A carteira de crédito classificada total apresentou retração de -3,2% na comparação com o 4T18. 

Por seu lado, a carteira de crédito ampliada apresentou retração de -2,6% na comparação com dezembro de 2018.

Carteira de Crédito Ampliada - Banco do Brasil
Gráfico: Carteira de Crédito Ampliada – Banco do Brasil

Captações 

O montante de captações comerciais cresceu 0,2% em relação a setembro de 2019, influenciado principalmente pelo crescimento do saldo de depósitos à vista, a prazo e de poupança. 

Na comparação anual, os depósitos de poupança e judiciais influenciaram o crescimento de 3,4%, parcialmente compensados pela queda em LCA, depósitos interfinanceiros e operações compromissadas com títulos privados.

Índice de Eficiência

O desempenho operacional medido pelo índice de eficiência apresentou melhoria nos últimos trimestres.

Gráfico: Índice de Eficiência - Banco do Brasil
Gráfico: Índice de Eficiência – Banco do Brasil

Serviços financeiros

Em dezembro de 2019 a base de cartões com uso recorrente na função crédito cresceu 7,2% em comparação ao mesmo período do ano anterior. 

Na função débito o aumento foi de 1,9%, resultado das ações de comercialização e indução ao uso, com destaque para estratégia não correntista e para expansão da comercialização em ambiente digital.

O volume total faturado por meio dos cartões do Banco do Brasil no 4T19 alcançou R$ 85,9 bilhões, resultado 7,6% maior que o mesmo período do ano anterior.

O resultado líquido com o negócio de cartões apresentou queda de -38,4% na comparação com o 4T18.

Principais Indicadores Fundamentalistas

Veja abaixo os principais indicadores do Banco do Brasil para iniciar a sua análise fundamentalista da BBAS3.

Indicador09/201912/2019
Preço/Lucro (P/L)7,88,4
Preço/Valor Patrimonial (PVPA)1,3    1,5
Dividend Yield (DY) %5,6%4,8%
Valor de Mercado $125,6 B150,6 B
Lucro por Ação (LPA) $5,74146,2784
Rent. Patr. Líq. (ROE) %16,9%18,1%
Rentab. do Ativo %1,0%1,2%
Data Divulgação07/11/1913/02/20

* Indicadores com base na data de 17/02/2020

Quer Investir em Boas Ações? Clique Aqui e Baixe Grátis o Relatório com as 3 Ações para Investir por 10 Anos.

Teleconferência de Resultados Banco do Brasil 4t19

Ouça a Transmissão da Teleconferência do Banco do Brasil do 4T19. abaixo:

Documentos e arquivos dos Resultados do Banco do Brasil do 4T19

Para conferir os resultados de outros trimestres, em texto ou áudio, acesse a Central de Resultados do Banco do Brasil.

BBAS3 Vale a Pena?

Os resultados do Banco do Brasil do 4T19 vieram acima das expectativas, fechando o ano de 2019 com R$ 1,4 bilhão de ativos sob gestão.

O melhor desempenho do 4T19 foi impulsionado pelo crescimento das receitas com prestação de serviços, o banco também apresentou melhor performance no Retorno sobre o patrimônio líquido.

No geral, BBAS3 vale a pena, o banco realizou diversas melhorias como estruturação digital e melhor desempenho operacional sendo observado pelo avanço no índice de eficiência.

Podendo ressaltar que o banco apresenta possibilidade de expansão de suas operações no longo prazo.

Resultados do Banco do Brasil 4T19

Confira abaixo os Resultados do Banco do Brasil do 4T19 na íntegra. 

Disclaimer: Declaro que as informações contidas neste texto são públicas e que refletem única e exclusivamente a minha visão independente sobre a companhia, sem refletir a opinião do The Capital Advisor ou de seus controladores.

Avalie esse texto

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais