As ações da Tenda (TEND3) despencaram na última sexta-feira (11) após a construtora divulgar um balanço negativo para o quarto trimestre de 2021. Por volta das 15h (horário de Brasília), os papéis caíam 26,8%, negociados a R$ 8,96.

Quer Aumentar a Rentabilidade dos Investimentos? Receba um Aconselhamento Gratuito.

Nesta segunda-feira (14), as ações da construtora seguem caindo. Por volta das 16:25, os papéis da Tenda registravam queda de 11,4%.

A Tenda registrou prejuízo líquido de R$ 269 milhões no período, número muito abaixo das expectativas de analistas.

A isso, se soma um IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) que veio acima do esperado e indica uma alta nos juros —o que impacta diretamente as vendas de imóveis.

O balanço foi tão negativo que puxou outras empresas do ramo, como a MRV (MRVE3) e a EzTec (EZTC3).

A MRV só divulgará os resultados do 4T21 no dia 16 de março.

Melhores Oportunidades do Mercado Financeiro? Veja as 3 Ações com Maior Potencial de Valorização Hoje.

Resultado da Tenda no Quarto Trimestre de 2021 

O resultado da Tenda (TEND3) no quarto trimestre de 2021 (4t21), divulgado no dia 10 de março, apresentou um prejuízo de -R$ 268,5 milhões no 4t21, uma queda de -473,2% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior. 

O Ebitda da Tenda atingiu um prejuízo de R$ 221,6 milhões no 4T21, apresentando queda de -325,7% na comparação com o 4T20.

A margem Ebitda da Tenda totalizou -42,8% no 4T21, apresentando baixa de -57,0 pontos percentuais na comparação com o 4T20. 

A margem líquida da Tenda atingiu -51,9% no 4T21, apresentando queda de -62,4 pontos percentuais na comparação com o 4T20.

As ações da Tenda (TEND3) acumulam queda de 30,00% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e queda de 67,78% nos últimos 12 meses. 

Fonte: Com informações do Uol.