Treasuries: Como Investir em Títulos Públicos Americanos
|

Treasuries Americanos: Como Investir em Títulos Públicos Americanos

Títulos do Tesouro Americano são considerados os “mais seguros do mundo”

Por
Atualizado em 23/02/2021

O que você acha de investir em títulos públicos americanos e gerar renda passiva em dólar? Isso é possível com os treasuries, títulos emitidos pelo Tesouro Nacional dos Estados Unidos.

Investir no exterior é uma maneira de reduzir os riscos da carteira, já que não estará concentrando seus recursos em uma única economia.

Outro benefício é a redução da volatilidade. Os ativos dos Estados Unidos, por exemplo, são mais sólidos, e o país é menos exposto a crises.

Além de investir em ações no exterior, existe também a possibilidade de diversificação na renda fixa.

Assim como ocorre com os títulos do Tesouro Direto no Brasil, nos EUA também ocorre a captação de recursos via emissão de títulos públicos do Tesouro Americano.

Isso mesmo, o Tesouro Direto não é exclusividade do Brasil. Na maior economia do mundo também há a emissão desses papéis.

Os Treasuries Americanos são considerados os mais seguros do mercado. Pessoas físicas, jurídicas e muitos países, incluindo o Brasil, investem suas reservas em títulos públicos americanos.

Conheça mais sobre essa possibilidade de alocação internacional e se vale a pena o investidor brasileiro investir no Tesouro Americano.

O que são treasuries americanos

Os treasuries americanos são títulos de dívida emitidos diretamente pelo Departamento do Tesouro dos EUA e negociados no mercado financeiro americano.

Seu objetivo é captar recursos para financiar as atividades públicas americanas, funcionando de modo semelhante ao Tesouro Direto brasileiro.

Os títulos públicos americanos são divididos em:

  • Bills: títulos prefixados com duração de até 1 ano, não possui cupons semestrais;
  • Notes: títulos com duração de 2 a 10 anos com cupons semestrais;
  • Bonds: títulos com duração de 10 a 30 anos com cupons semestrais;
  • Tips (Treasury Inflation-Protected Securities): 5 a 30 anos, com ganho real acima da inflação.
Banner will be placed here

Como funcionam os títulos públicos americanos

Assim como os títulos públicos de qualquer país, os treasuries, títulos de dívida americanos, são emitidos pelo governo e utilizados como uma forma de captar recursos para financiar as atividades públicas.

Portanto, ao investir em um título do tesouro americano, o investidor está financiando o governo dos Estados Unidos e optando por um dos investimentos mais seguros do mundo.

Já que a garantia dos títulos é do próprio governo americano, considerada a economia mais forte.

O Departamento do Tesouro Americano é o responsável por emitir os ‘treasuries’, que são comercializados no site do Tesouro Direto americano, o Treasury Direct.

Assim como ocorre no Tesouro Brasileiro, os treasuries americanos possuem uma data de vencimento, mas podem ser vendidos antes estando sujeitos à marcação à mercado.

Como Investir no Exterior? Assista a Palestra Gratuita de Investimentos Internacionais”.

Títulos do Tesouro americano

Os títulos do Tesouro dos EUA se diferenciam por prazo e características. São eles:

Treasury Bills

Também conhecido como os T-Bills, são títulos de curto prazo com vencimentos que variam de alguns dias até 52 semanas (1 ano).

Treasury Notes

As T-Notes são os títulos com vencimento fixo de até 10 anos.

Atualmente, são emitidos Notes com prazos de 2, 3, 5, 7 e 10 anos com pagamentos de juros semestrais.

Treasury Bonds

Os T-Bonds são os títulos que apresentam os maiores prazos. Atualmente são emitidos títulos de 20 e 30 anos como pagamentos de juros semestrais.

TIPS

Os Treasury Inflation Protected Securities são títulos vinculados ao índice de preços ao consumidor – Consumidor Price Index (CPI).

Dessa forma, garantem proteção contra a inflação quando levados até o vencimento, assim como o nosso Tesouro IPCA+.

Os TIPS pagam juros semestralmente e são emitidos com vencimentos de 5, 10 e 30 anos.

Por que os títulos públicos americanos são os mais seguros do mundo?

Em relação à segurança, as Treasuries Americanas são consideradas o investimento “mais seguro do mundo”, pois são emitidos pela maior economia do mundo.

Dessa forma, é extremamente improvável que o compromisso não seja cumprido.

Por si só, os títulos de dívida são considerados investimentos conservadores, afinal, são empréstimos ao governo de um país.

No caso dos títulos americanos, há ainda outro fator de confiança importante: o país emissor, os Estados Unidos, confere uma segurança ainda maior.

Por esse motivo, muitos outros países possuem reservas internacionais nesses ativos.

Segundo dados do site HowMuch.net Japão e China possuem as maiores posições em Treasuries no mundo, seguido de Reino Unido, Irlanda e Brasil.

Como Investir no Exterior? Assista a Palestra Gratuita de Investimentos Internacionais”.

Como investir em treasuries americanos?

Os cidadãos americanos podem investir no “Tesouro Direto” dos EUA, o “Treasury Direct” e diretamente pelo site oficial.

Como investidor brasileiro a forma mais fácil e rápida de negociar títulos públicos americanos e de outros países é através dos ETFs.

Os ETFs são cotas de fundos negociados na bolsa de valores. Ao comprar um único ETF de títulos públicos, estará adquirindo centenas de títulos públicos diferentes.

Os ETFs de renda fixa são bastante comuns nos Estados Unidos, sendo que os próprios investidores americanos utilizam desse produto para montar uma carteira diversificada de títulos emitidos por governos de diversos países do mundo.

Os principais ETFs de renda fixa de títulos públicos americanos são:

  • TFLO (iShares Treasury Floating Rate Bond ETF): Investe em títulos pós-fixados de curtíssimo prazo.
  • SHV (iShares Short Treasury Bond ETF): Investe em títulos prefixados com menos de 12 meses para vencimento.
  • IEI (iShares 3-7 Year Treasury Bond ETF): Investe em títulos públicos de médio prazo (3-7 anos para o vencimento).
  • IEF (iShares 7-10 Year Treasury Bond ETF): Investe em títulos públicos de médio prazo (7-10 anos para o vencimento).
  • TLT (iShares 20+ Year Treasury Bond ETF): Investe em títulos de longo prazo (mais de 20 anos para vencimento).
  • GOVT (iShares U.S. Treasury Bond ETF): Investe em títulos públicos com vencimentos diversificados (1-30 anos).

Como esses ETFs estão ligados à bolsa em que são negociados, é preciso abrir uma conta em alguma corretora de investimentos nos EUA como estrangeiro/não residente para ter acesso a estes títulos.

Na bolsa brasileira (B3) as negociações de títulos da dívida pública do Tesouro dos Estados Unidos é feita através do Contrato Futuro de US Treasury Note de 10 anos.

Como Investir no Exterior? Assista a Palestra Gratuita de Investimentos Internacionais”.

Vale a pena investir em títulos americanos?

Os treasuries são vistos pelos investidores estrangeiros como uma forma de diversificar a carteira em ativos internacionais e se proteger em tempos de crise.

Afinal, diante de uma crise local, o real tende a perder valor diante do dólar.

Já em crises globais, a economia americana sendo mais forte, possui melhores condições para uma recuperação rápida.

Investir na moeda americana, seja comprando títulos públicos americanos, ETFs, BDRs, fundo cambial, papel moeda ou diretamente em ações no exterior é uma estratégia importante para reduzir o risco e melhorar a rentabilidade.

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE