Transporte Aéreo de Passageiros Cai 48,7% Durante 2020
| , ,

Transporte Aéreo de Passageiros Cai 48,7% Durante 2020

Dados divulgados pela Anac mostraram que o transporte aéreo teve queda de 48,7% no ano de 2020, ante 2019.

Por
Atualizado em 21/01/2021

O transporte aéreo de passageiros apresentou queda de 48,7% no ano de 2020, em comparação com 2019, de acordo com dados da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

A oferta de assentos no ano caiu 47%.

Banner will be placed here

A taxa média de ocupação dos voos chegou a 80%, em queda de 3,2 pontos percentuais em relação à média de 2019.

No ano, o setor aéreo transportou 45,2 milhões de passageiros pagos, o que representou queda de 52,5% em relação a 2019.

Em voos internacionais, foram transportados 6,75 milhões de passageiros pagos no ano, queda de 72%, em relação a 2019.

A demanda teve queda de 71% no ano passado, enquanto a oferta de assentos sofreu redução de 62,6%.

A taxa média de ocupação dos voos internacionais foi de 65,3%, em queda de 22,6 pontos percentuais.

Como ser Sócio dos Melhores Negócios? Baixe Grátis o Relatório “As Melhores Empresas para Investir”.

Resultado em Dezembro

No último mês do ano, o transporte aéreo de passageiros em voos domésticos caiu 29,5% em comparação com o mesmo mês de 2019.

A oferta encolheu 27,6% no período.

A taxa média de ocupação dos voos ficou em 81,6%, em queda de 2,5 pontos percentuais.

A quantidade de passageiros pagos em voos domésticos em dezembro de 2020 foi 5,6 milhões, número 36,4% inferior ao de dezembro de 2019.

No entanto, foi o maior volume registrado desde fevereiro de 2020, quando teve início a pandemia de covid-19 no Brasil.

Como ser Sócio dos Melhores Negócios? Baixe Grátis o Relatório “As Melhores Empresas para Investir”.

Companhias Aéreas

A Gol (GOLL4) manteve a liderança do mercado doméstico, com 39,3% de participação de mercado em dezembro e ganho de 1,5% em relação a dezembro de 2019.

A Latam ficou em segundo lugar, com 30,5% de participação.

A companhia reduziu sua fatia de mercado em 19,4%.

A Azul (AZUL4) ficou em terceiro lugar, com 29,7% de participação de mercado, um aumento de 28,9% em relação a dezembro de 2019.

Notícias do Mercado Financeiro

Fonte: Valor Econômico

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE