É uma tabela de preços médios de veículos estabelecida pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE) em 1973 e atualizada mensalmente. Serve como parâmetro de negociação e avaliação do veículo.

O FIPE é uma tabela que representa o valor médio dos veículos no mercado nacional, ou seja, o preço médio de um veículo automotor para facilitar a negociação e avaliação.

Além disso, o FIPE é um parâmetro de mercado que apresenta o valor médio dos carros com base na marca, ano e modelo do carro, que está relacionado apenas a esses três fatores.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

A tabela FIPE não considera algumas coisas na hora de precificar, como a quilometragem, condição do veículo, cor, opções de fábrica, acessórios instalados, região e quaisquer outros fatores que podem afetar o valor do carro.

Como funciona a Tabela FIPE?

A pesquisa veio de 24 estados do Brasil. E como os preços variam muito nas diferentes regiões do país, a tabela Fipe não deve ser usada arbitrariamente.

Por exemplo, em alguns locais, as picapes são mais procuradas, o que aumenta seu valor de revenda, o que é muito comum. Nos centros urbanos, o movimento costuma ser o oposto.

Portanto, esta tabela é apenas para referência. Além de ser utilizado para compra e venda de veículos, parece também para determinar o valor dos carros nas seguradoras e definir o valor do IPVA.

Além disso, alguns problemas, como a superação dos preços praticados no mercado nacional, a indisponibilidade de listas em determinadas regiões do país e o alto custo da especificação de valores mais detalhados, podem impedir que os preços praticados sejam totalmente precisos.

As seguradoras também usam a tabela Fipe. É por isso que a Fipe pode ser diretamente vinculada ao valor que o seguro reembolsará se o veículo for roubado ou totalmente perdido.

No entanto, como a Fipe é atualizada uma vez por mês, isso significa que o valor da compensação pode mudar dentro de um mês. Em outras palavras, as seguradoras atualizam seus reembolsos todos os meses.

Portanto, se você contratar uma seguradora de automóveis e precisar reivindicar a perda total, por exemplo, o valor que você receberá pode não ser necessariamente o valor que você pagou pelo carro, mas o valor apurado na tabela FIPE à época da solicitação.

Isso afetará a avaliação ou depreciação do veículo. Afinal, você pode ter solicitado o valor do resgate e recebido mais ou menos do que o valor pago no momento da compra.

Como consultar o preço na Tabela FIPE?

É fácil consultar a Tabela Fipe. A fonte dos dados da pesquisa está sujeita ao site oficial. Após o acesso, basta inserir os parâmetros do veículo para visualizar seu valor de referência.

Além disso, você também pode consultar no seu smartphone através do app da tabela Fipe. Ele está disponível para dispositivos Android e iOS.

Sites especializados em automóveis costumam copiar também os valores indicados pela tabela da Fipe. Em qualquer caso, escolha primeiro as fontes oficiais, essas fontes estão sempre corretas e atualizadas.

Novas informações sobre a composição do preço na tabela são coletadas mês a mês, o que pode levar a revisões para cima e para baixo do valor indicado. Existem muitos motivos para essas mudanças.

Vão desde o estado de manutenção do veículo até a demanda de determinados modelos em diferentes locais e épocas do ano. A mudança ainda pode ser devido às condições econômicas.

Também pode acontecer, por exemplo, as próprias montadoras reajustarem os preços de seus carros. Isso aumenta a procura por modelos seminovos, e assim elevando seu preço na média do mercado.