A Suzano (SUZB3) anunciou nesta terça-feira a criação da Suzano Ventures, o Corporate Venture Capital da companhia, que terá US$ 70 milhões em recursos disponíveis para serem investidos em startups.

Quer Aumentar a Rentabilidade dos Investimentos? Receba um Aconselhamento Gratuito.

A partir da iniciativa, a Suzano pretende acelerar o processo de inovação aberta e se tornar uma plataforma global no estímulo ao empreendedorismo em torno de soluções para a bioeconomia com base na floresta plantada.

Em comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a empresa afirma que o foco dos investimentos da Suzano Ventures será em tecnologias e aplicações de biomassa celulósica, embalagens celulósicas, empresas de agrotecnologia que acelerem a produtividade agroflorestal e na captura, mensuração e gestão de carbono, em negócios nas fases de Pre-Seed a Series A.

"O lançamento da Suzano Ventures é convergente à estratégia de longo prazo da companhia, que tem na inovabilidade, ou seja, a inovação a serviço da sustentabilidade, uma alavanca importante para seu negócio e para a sociedade rumo à bioeconomia e à geração e aplicação de tecnologias de baixo carbono", afirma a empresa.

Segundo a companhia, a Suzano Ventures estará presente nos principais ecossistemas de inovação, podendo realizar investimentos em startups no Brasil e no exterior.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

Resultado da Suzano no Primeiro Trimestre de 2022

O resultado da Suzano (SUZB3) no Primeiro trimestre de 2022 (1t22), divulgado no dia 04 de maio apresentou lucro líquido de R$ 10,3 bilhões no 1T22, contra prejuízo de -R$ 2,7 bilhões em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.

O Ebitda ajustado da Suzano atingiu R$ 5,1 bilhões no 1T22, apresentando crescimento de 5% na comparação com o 1T21.

A margem Ebitda ajustada da Suzano totalizou 53% no 1T22, apresentando retração de -2,0 pontos percentuais na comparação com o 1T21. 

A margem líquida da Suzano atingiu 105,8 no 1T22, apresentando crescimento de 136,8 pontos percentuais na comparação com o 1T21.

As ações da Suzano (SUZB3) acumulam queda de 5,71% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e queda de 13,89% nos últimos 12 meses.

Fonte: Estadão Conteúdo.