A Petrobras (PETR4) concluiu nesta segunda-feira (6) a venda das três usinas termelétricas movidas a óleo combustível localizadas em Camaçari, na Bahia, para a São Francisco Energia S.A., subsidiária da Global Participações em Energia S.A.

A operação foi concluída com o pagamento de R$ 61 milhões à Petrobras, já considerando os ajustes previstos no contrato de venda.

Banner will be placed here

As unidades termoelétricas Polo Camaçari são ativos da Petrobras e englobam as usinas Arembepe, Bahia 1 e Muricy, com potência total instalada de 329 MW.

As usinas operam com óleo combustível e têm contratos de comercialização de energia no ambiente regulado com vigência até dezembro de 2023 para as UTEs Arembepe e Muricy e até dezembro de 2025 para a UTE Bahia 1.

Já a Global Participações em Energia atua desde 2001 no segmento de geração de energia, controlando agora dez usinas, distribuídas nos estados do Rio Grande do Norte, do Amazonas, do Tocantins e da Bahia.

Com grande experiência na operação de termelétricas a óleo combustível, o grupo considera estratégica a aquisição das UTEs Arembepe, Muricy e Bahia 1 pelo fato de ampliar sua carteira de ativos de geração, especialmente na Bahia, onde já opera duas usinas similares.

Resultado da Petrobras no Terceiro Trimestre de 2021  

resultado da Petrobras (PETR4) no terceiro trimestre de 2021 (3t21), divulgado no dia 28 de outubro, apresentou lucro líquido de R$ 31,1 bilhões no 3T21, uma alta de 2.114,4% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.  

O Ebitda ajustado da Petrobras atingiu R$ 60,7 bilhões no 3T21, apresentando crescimento de 81,7% na comparação com o 3T20.

A margem Ebitda ajustada da Petrobras totalizou 59,0% no 3T21, apresentando crescimento de 12,0 pontos percentuais na comparação com o 3T20.

A margem líquida da Petrobras atingiu 25,6% no 3T21, apresentando crescimento de 27,8 pontos percentuais na comparação com o 3T20.

As ações da Petrobras (PETR4) acumulam alta de 13,30% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e alta de 32,46% nos últimos 12 meses.

Fonte: Agência Brasil.