O lucro líquido de R$ 59,89 bilhões apresentado pela Petrobras (PETR4) no quarto trimestre de 2020 (4t20) fez história na bolsa de valores brasileira.

Quer Aumentar a Rentabilidade dos Investimentos? Receba um Aconselhamento Gratuito.

O resultado trimestral da petroleira é o maior lucro já apresentado por uma empresa de capital aberto no Brasil.

Segundo o levantamento realizado pela Economatica, na listagem com os 20 maiores resultados trimestrais apresentados pelas empresas listadas na B3, a estatal aparece 9 vezes.

Além da Petrobras, a Vale (VALE3) tem 7 de suas divulgações trimestrais no ranking de maiores lucros de empresas de capital aberto no país.

Confira abaixo a tabela dos maiores lucros trimestrais em valores nominais:

Tabela de maiores lucros - valor nominal

Melhores Oportunidades do Mercado Financeiro? Veja as 3 Ações com Maior Potencial de Valorização Hoje.

A consultoria que realizou a pesquisa também divulgou a lista de maiores resultados trimestrais com os valores de lucros ajustados à inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) até dezembro.

Veja a tabela ajustada:

Tabela de maiores lucros - valor ajustado IPCA dez/20

Melhores Oportunidades do Mercado Financeiro? Veja as 3 Ações com Maior Potencial de Valorização Hoje.

Resultado da Petrobras no Quarto Trimestre de 2020

O resultado da Petrobras (PETR4) no quarto trimestre de 2020 (4t20), divulgado no dia 24 de fevereiro, apresentou um lucro líquido de R$ 59,89 bilhões, alta de 634,6% em relação ao mesmo período do ano anterior.

O Ebitda ajustado da Petrobras atingiu R$ 47,0 bilhões no 4t20, apresentando crescimento de 28,8% na comparação com o 4t19.

A margem Ebitda ajustada da Petrobras totalizou 63% no 4t20, apresentando crescimento de 18 pontos percentuais na comparação com o 4t19. 

A Margem líquida da Petrobras atingiu 79,9% no 4t20, apresentando crescimento de 69,9 pontos percentuais na comparação com o 4t19.

As ações da Petrobras (PETR4) acumulam queda de 17,54% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e queda de 16,27% nos últimos 12 meses.

Fonte: Economatica