A Petrobras (PETR4) e a Repsol Sinopec foram as grandes ganhadoras do prêmio "ANP de Inovação Tecnológica", concedido desde 2014 pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis.

O objetivo é reconhecer e premiar projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação (PD&I) do setor de petróleo, gás natural e biocombustíveis.

Os projetos precisam ser desenvolvidos no Brasil por instituições de pesquisa credenciadas pela ANP, empresas brasileiras e empresas petrolíferas, com utilização total ou parcial de recursos provenientes da Cláusula de PD&I presente nos contratos de Exploração e Produção (E&P).

Banner will be placed here

Segundo a ANP, desde que o prêmio foi criado, a cláusula de PD&I gerou cerca de R$ 20 bilhões em investimentos. Somente em 2020, foram gerados R$ 1,64 bilhão.

A Petrobras foi premiada junto com as instituições Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Senai de Santa Catarina e Universidade de São Paulo (USP), e em outras duas categorias.

Uma sozinha com a UFRGS e outra com a Petrogal e a Símeros Projetos Eletroeletrônicos.

Já a Repsol Sinopec venceu com um projeto com a PUC-Rio e a empresa Ouro Negro, e outro com a Universidade Federal Fluminense (UFRJ) e a Tidewise Engnharia e Serviços Navais.

Na categoria "Personalidade da indústria" o premiado foi Álvaro Teixeira, geólogo e engenheiro, formado em 1957, que tem mais de cinco décadas de atividades no segmento de exploração e produção de petróleo e gás.

Como "Personalidade da Academia" o prêmio foi para Luís Fernando Azevedo, professor associado da PUC-Rio, que possui graduação e mestrado em Engenharia Mecânica na PUC-Rio e doutorado em Engenharia Mecânica pela University of Minnesota.

Resultado da Petrobras no Terceiro Trimestre de 2021  

resultado da Petrobras (PETR4) no terceiro trimestre de 2021 (3t21), divulgado no dia 28 de outubro, apresentou lucro líquido de R$ 31,1 bilhões no 3T21, uma alta de 2.114,4% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.  

O Ebitda ajustado da Petrobras atingiu R$ 60,7 bilhões no 3T21, apresentando crescimento de 81,7% na comparação com o 3T20.

A margem Ebitda ajustada da Petrobras totalizou 59,0% no 3T21, apresentando crescimento de 12,0 pontos percentuais na comparação com o 3T20.

A margem líquida da Petrobras atingiu 25,6% no 3T21, apresentando crescimento de 27,8 pontos percentuais na comparação com o 3T20.

As ações da Petrobras (PETR4) acumulam alta de 11,80% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e alta de 26,43% nos últimos 12 meses.

Fonte: Estadão Conteúdo.