A Movida Participações S.A. (MOVI3), informou nesta terça-feira (21), através de fato relevante, que, nesta data, o Conselho de Administração da JSL S.A. (JSLG3), controladora da Companhia, aprovou os documentos finais da reorganização societária.

A Reorganização societária e documentos correlatos serão submetidos à aprovação dos acionistas da JSL S.A. em Assembleia Geral Extraordinária convocada para o dia 05 de agosto de 2020.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa

A Reorganização faz parte da estratégia do Grupo JSL de gerar valor por meio da segregação de suas atividades em sociedades distintas, a exemplo do que ocorreu com a Companhia e Vamos Locação de Caminhões, Máquinas e Equipamentos S.A., permitindo que cada sociedade se posicione melhor estrategicamente ao passar a atuar com administração própria, orçamento independente, maior agilidade e foco exclusivo em seu negócio. 

A Reorganização consistirá na incorporação da totalidade das ações de emissão da JSL pela Simpar, sua atual acionista controladora, passando a JSL à condição de subsidiária integral da Simpar, e, imediatamente após a Incorporação de Ações, a cisão da JSL, com a versão da parcela cindida para a Simpar.

A Simpar, portanto, assumirá a função de holding do Grupo JSL, passando a controlar diretamente as empresas hoje controladas pela JSL – incluindo a Companhia -, além da própria JSL que já tem a Simpar como controladora, sem alteração do controle que permanecerá com Fernando Antonio Simões.

A Simpar, por sua vez, terá suas ações listadas também no Novo Mercado e irá refletir as práticas e estrutura de governança corporativa da JSL, incluindo a manutenção do Conselho do Administração e de seus comitês de assessoramento.

Isso preserverá os valores e modelo de gestão que promovam geração de valor sustentável aos acionistas, clientes e sociedade através do direcionamento, acompanhamento e controle da execução dos planos de negócio de suas controladas e do desenvolvimento de novos negócios e segmentos de atuação.

Concluídas as etapas da Reorganização, a estrutura estará conforme representada abaixo: 

Resultado da Movida no Primeiro Trimestre de 2020

O resultado da Movida (MOVI3) no primeiro trimestre de 2020 (1t20), divulgado no dia 13 de maio, apresentou um prejuízo líquido de R$ 114,4 milhões, baixa de -372,4% em relação ao mesmo período do ano anterior.

O Ebitda da Movida atingiu R$ 134,7 milhões no 1t20, apresentando crescimento de 36,6% na comparação com o 1t19.

A margem Ebitda da Movida totalizou 41,4% no 1t20, apresentando crescimento de 5,2 pontos percentuais na comparação com o 1t19. 

Já a margem líquida da Movida atingiu -11,3% no 1t20, apresentando retração de -16,5 p.p. na comparação com o 1t19.

As ações da Movida (MOVI3) acumulam alta de 7,66% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e queda de 2,08% nos últimos 12 meses.