A Neoenergia (NEOE3) reportou lucro líquido de R$ 1,21 bilhão no primeiro trimestre deste ano, alta de 20% em relação ao mesmo período de 2021.

De janeiro a março deste ano, a receita operacional líquida da companhia aumentou 15%, alcançando R$9,88 bilhões.

O Lucro Antes de Juros, Impostos, Depreciação e Amortização (Ebitda, da sigla em inglês) aumentou 60% no trimestre, para R$ 3,169 bilhões.

Os investimentos totais da Neoenergia no período somaram R$ 2,446 bilhões, sendo R$ 800 milhões em geração de energia renovável, dos quais R$ 364,3 milhões no complexo solar Neoenergia Luzia, que terá capacidade instalada total de 149,3 MWdc.

No segmento de distribuição os aportes totalizaram R$ 1,27 bilhão, com R$ 703 milhões destinados à expansão de redes.

No primeiro trimestre deste ano a base de clientes das cinco distribuidoras da Neoenergia totalizou 15,8 milhões de consumidores, alta de 2,1%, com o incremento de 326 mil consumidores. 

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

Operacional 

O volume de energia injetada na rede de distribuição durante o primeiro trimestre foi de 19.478 gigawatts-hora (GWh), redução 1,5% em base anual de comparação.

Já a energia distribuída pelas concessionárias da empresa alcançou 16.827 GWh, queda de 1,3% em relação ao primeiro trimestre do ano passado.

Fonte: Estadão Conteúdo.