Ibovespa sobe após cúpula extraordinária do G20; CVCB3 salta 34,97%
| ,

Ibovespa sobe após cúpula extraordinária do G20; CVCB3 salta 34,97%

Nesta quinta-feira (26), o Ibovespa operou com alta de 3,67% impulsionado pela cúpula extraordinária do Grupo dos 20 (G20), onde afirmaram que pretendem injetar US$ 5 trilhões na economia global.

Por
Atualizado em 26/03/2020
Avalie esse texto

O Ibovespa fechou em forte alta nesta quinta-feira (26), após a cúpula extraordinária do Grupo dos 20 (G20), onde afirmaram injetar US$ 5 trilhões na economia global.

Na mínima do dia, o índice acionário da B3 chegou nos 74.923 mil pontos e, na máxima do dia nos 78.846 mil pontos. No dia o Ibovespa avançou 3,67% aos 77.709 mil pontos.

A movimentação financeira no dia foi de R$ 30,1 bilhões.

O Índice dos Fundos Imobiliários (IFIX) teve alta de 3,52%.

Mercado Financeiro

O Fundo de Investimento Imobiliário XP Industrial (XPIN11) realizará nesta quinta-feira (26) o pagamento de dividendos, relativos à fevereiro de 2020 correspondente a R$ 0,71 por cota.

Na sessão de hoje (26), as ações da Copel (CPLE3) operaram em alta de 13,18% fechando o pregão de hoje nos R$ 59,16.

A XP Investimentos manteve a recomendação de compra para as ações da elétrica, Copel diante dos resultados divulgados referente ao 4T19, ressaltando a melhora do ebitda no período analisado.

Já as ações da CVC Brasil (CVCB3) dispararam 30,41% na sessão de hoje fechando o pregão nos R$ 12,38.

A alta das ações CVCB3 foi impulsionada também pelo fato relevante divulgado pela companhia no dia 23, e pelo anúncio do presidente Donald Trump em reabrir o comércio dos EUA na Páscoa.

Banner will be placed here

Noticiário Corporativo

A Eneva (ENEV3) publicou em comunicado nesta quinta-feira, uma carta a AES Tietê Energia onde convida os assessores legais da AES Tietê para uma reunião eletrônica a ser realizada em 30 de março.

A reunião tem como propósito apresentar os detalhes regulatórios, fiscais e de estrutura sobre uma proposta de combinação dos negócios das companhias.

Em carta a elétrica Eneva ainda ressaltou debater outras possíveis formas de implementação da Operação, sempre visando obter o melhor resultado para ambas as companhias envolvidas e seus respectivos acionistas.

A Petrobras (PETR3) informou em comunicado que anunciou uma série de medidas para preservar a saúde de seus colaboradores e apoiar na prevenção do coronavírus em suas áreas operacionais e administrativas.

Em nota a companhia ainda informou que as iniciativas estão alinhadas às recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde e visam contribuir com os esforços da população e das autoridades brasileiras para mitigar os riscos da doença.

Noticiário Econômico

O Banco Central (BC), divulgou no dia de hoje (26), o relatório trimestral da inflação, de acordo com o governo, as expectativas de inflação para 2020, 2021 e 2022 apuradas pela pesquisa Focus encontram-se em torno de 3,1%, 3,65% e 3,5%, respectivamente.

No relatório, o comitê ainda ressaltou que a decisão da redução da taxa Selic refletiu seu cenário básico para a inflação envolvendo fatores de risco em ambas as direções, como um possível aumento do risco em função do agravamento da pandemia do coronavírus.

No mercado de juros futuros, o DI para janeiro de 2022 cai 18 pontos-base a 4,44%, o DI para janeiro de 2023 tem queda de 35 pontos-base a 5,68% e DI para janeiro de 2024 recua 40 pontos-base a 6,52%.

Noticiário Político

O Senado Federal informou hoje (26) que o turismo pode receber incentivos fiscais para minimizar o impacto da crise provocada no setor pelo isolamento social imposto pela quarentena durante a pandemia do coronavírus.

De acordo com o projeto apresentado pelo senador Rogério Carvalho (PT-SE) consta a autorização da União a conceder isenção fiscal, anistia e remissão a pessoas físicas e jurídicas do setor efetivamente atingidas por desequilíbrio econômico-financeiro durante a pandemia.

Em Brasília, os governadores pediram mais apoio federal na batalha contra o coronavírus.

Em uma nova carta escrita ao presidente Jair Bolsonaro, os governadores de 24 Estados e do Distrito Federal afirmaram “No que diz respeito ao enfrentamento da pandemia global, vamos continuar adotando medidas baseadas no que afirma a ciência, seguindo orientação de profissionais de saúde e, sobretudo, os protocolos orientados pela Organização Mundial de Saúde (OMS).”

Noticiário Internacional

Em virtude dos fatos ocorridos e da aprovação do pacote de US$ 2 trilhões em estímulos para conter os impactos econômicos da pandemia do coronavírus, os principais mercados mundiais da América do Sul, da América do Norte e da Europa operaram com otimismo nesta quinta-feira.

O Grupo dos 20 (G20) afirmou nesta quinta-feira que pretende injetar US$ 5 trilhões na economia global, a fim de minimizar os efeitos da pandemia de coronavírus.

Através de uma reunião por videoconferência, os líderes do G20 se comprometeram a implementar e financiar todas as medidas de proteção necessária para a saúde, e para conter os impactos sociais e econômicos.

Nos Estados Unidos, as ações da Microsoft e Google operavam com alta de mais de 4% logo, as ações da Citigroup operavam disparavam 8%.

Bolsas Mundiais

Confira o desempenho das principais bolsas mundiais nesta quinta-feira (26).

Ásia

Nikkei (Tóquio) fechou com variação de -4,51% nos 18.664 mil pontos.

Kospi (Seul) fechou com variação de -1,09% nos 1.686 mil pontos.

Hang Seng (Hong Kong)  fechou com variação de -0,74% nos 23.352 mil pontos. 

Oceania

S&P/ASX 200 (Sidney)  fechou com variação de 2,30% nos 5.113 mil pontos. 

Europa

FTSE 100 (Londres) fechou com variação de 2,24% nos 5.815 mil pontos.

CAC 40 (França) fechou com variação de 2,51% nos 4.543 mil pontos.

DAX (Alemanha) fechou com variação de 1,28% nos 10.000 mil pontos. 

PSI (Lisboa) fechou com variação de 1,47% nos 4.013 mil pontos. 

IBEX 35 (Madri) fechou com variação de 1,31% nos 7.033 mil pontos. 

Estados Unidos

Nasdaq (Nasdaq) fechou com variação de 5,60% nos 7.797 mil pontos.

S&P 500 (Nova York) fechou com variação de 6,24% nos 2.630 mil pontos.

Dow Jones (Nova York) fechou com variação de 6,38% nos 22.552 mil pontos.

Dólar

O dólar comercial hoje (26) operou em baixa fechando com variação negativa de -0,749%. 

Para a compra, a moeda norte-americana terminou o dia cotada a R$ 4,9939 e, para a venda em R$ 4,9957.

Na mesma direção, o dólar futuro para o mês de março fechou com variação negativa de -0,61% em R$ 5,006.

Maiores Altas da Bovespa

Já no Brasil, o índice futuro do Ibovespa, subiu 4,10%, mostrando um otimismo no mercado financeiro hoje.

Confira as empresas que fecharam com maiores altas no Ibovespa hoje:

EmpresaPreçoOscilação
CVCB3R$ 12,6234,97%
BRKM5R$ 19,6030,49%
YDUQ3 R$ 32,3020,57%
GOLL4R$ 13,3021,57%
COGN3R$ 5,9018,00%

Quais as Melhores Small Caps de 2020? Clique Aqui e Baixe Grátis o Relatório com a Melhor Small Cap para 2020.

Maiores Baixas da Bovespa

Confira as empresas que fecharam com maiores baixas no Ibovespa hoje:

EmpresaPreçoOscilação
BTOW3R$ 56,15-6,42%
PCAR3R$ 66,70-4,71%
SUZB3 R$ 28,26-3,71%
TOTS3 R$ 52,97-3,69%
RADL3R$ 109,00-3,45%

GuiaInvest PRO Desconto: Pegue aqui o Cupom de 50% Desconto no GuiaInvest PRO.

Indicadores Econômicos

Confira os principais indicadores econômicos hoje:

DólarR$ 4,99
Bitcoin2,40%
IPCA0,25%
IGP-M-0,04%
CDI3,65%
Selic3,75%
Poupança0,24%

Commodities

Confira os números das principais commodities hoje:

CommodityValorOscilação
OuroUS$ 1,6430,63%
PrataUS$ 14,627-1,60%
CobreUS$ 2,185-0,86%
Petróleo WTIUS$ 23,13-5,47%
Petróleo BrentUS$ 26,75-2,34%

Avalie esse texto

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais