Nos Estados Unidos, os índices futuros das principais bolsas operam em leve baixa nesta sexta-feira (1), com o mercado avaliando o risco de recessão, após Wall Street registrar o seu pior primeiro semestre dos últimos 50 anos.

Quer Aumentar a Rentabilidade dos Investimentos? Receba um Aconselhamento Gratuito.

De acordo com analistas, os investidores estão acompanhando o impacto que a inflação terá nas perspectivas de crescimento na economia dos Estados Unidos. Às 7h30 (horário de Brasília), o índice futuro de Dow Jones caia -0,17%, S&P 500 desvalorizava -0,17% e Nasdaq caia -0,25%.

Na Europa, os principais benchmarks operam de forma mista, à medida que a guerra na Ucrânia continua em andamento, e os temores de uma possível recessão na primeira economia do mundo assombram os investidores.

A inflação anual da Zona do Euro alcançou um novo recorde de 8,6% em junho, segundo dados divulgados nesta sexta-feira (1) pelo Eurostat. Às 7h40 (horário de Brasília), o índice IBEX 35 valorizava 0,77%, CAC 40 subia 0,18% e Euro Stoxx 50 desvalorizava -0,03%.

Na Ásia, as principais bolsas fecharam em queda, seguindo a cautela do mercado global, com os investidores focados nas perspectivas econômicas globais, após os bancos centrais elevarem as taxas de juros para reduzir a inflação.

O iene japonês em relação ao dólar americano caiu para 135,28 influenciado por temores de desaceleração econômica. O Kospi caiu -1,17% aos 2.305,42 pontos, o Nikkei 225 desvalorizou -1,73% aos 25.935,62 pontos e o China A50 caiu -0,53% nos 14.893,89 pontos.

No Brasil, o Ibovespa futuro com vencimento em agosto, opera em baixa de -0,35% nos 99.030 pontos na manhã desta sexta-feira (1), com o mercado temendo uma desaceleração global.

No mercado de juros futuros, a tendência é de baixa, com os contratos futuros de DI desvalorizando. Às 9h19 (horário de Brasília), o DI futuro para janeiro de 2023 cai -0,01 ponto a 13,74%, o DI futuro para janeiro de 2024 cai -0,02 ponto a 13,41% e o DI futuro para janeiro de 2025 cai -0,03 ponto a 12,71%.

No campo político, o plenário do Senado Federal aprovou, na quinta-feira (30), em dois turnos, o texto-base da chamada Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos Auxílios, que cria benefícios sociais e amplia programas já existentes em resposta à crise provocada pela disparada da inflação e piora dos indicadores sociais no país.

Em outros mercados, os preços do petróleo operam em alta nesta sexta-feira, recuperando as perdas do dia anterior, com interrupção no fornecimento na Noruega. Às 8h00 (horário de Brasília), o petróleo tipo Brent subia 2,45% para US$ 111,70 o barril.

Agenda Econômica do Dia

Nos destaques econômicos dos Estados Unidos, no dia de hoje (1), às 10h45 o mercado aguarda a divulgação do PMI da indústria de junho.

No Brasil, o Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (FGV Ibre) divulgou nesta sexta-feira (1), que a inflação medida pelo IPC-S desacelerou para 0,67% na quarta quadrissemana de junho e acumula alta de 10,31% nos últimos 12 meses.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (FGV Ibre), as contribuições para a desaceleração do IPC-S vieram dos menores preços das passagens aéreas, artigos de higiene e cuidado pessoal.

Dólar

O dólar comercial iniciou a sessão desta sexta-feira (1), com viés de alta de 0,96%, a R$ 5,285.

Pouco depois das 9h00 (horário de Brasília), o dólar era negociado aos R$ 5,284 para compra, e aos R$ 5,285 para venda.

A moeda norte-americana acumula uma valorização de 11,02% em junho e uma baixa de -5,19% no acumulado de 2022.

Melhores Ações para 2022: Encontre as Melhores Ações para Investir com Apenas 1 Clique.

Indicadores Econômicos

Confira os principais indicadores econômicos hoje:

IndicadorValor
DólarR$ 5,223
IPCA+0,47%
IGP-M+0,59%
CDI+0,964031%
Selic+13,25%
Poupança+0,649100%

Como Acompanhar o Mercado Financeiro? Baixe o Aplicativo com Análises de Especialistas

Preços das Criptomoedas Hoje

O valor do mercado global de criptomoedas agora é de US$ 0,88 trilhão, um aumento de 1,90% em relação ao último dia, de acordo com dados do CoinMarketCap.

O Bitcoin (BTC) foi negociado entre US$ 18,593 mil e US$ 20,876 mil nas últimas 24 horas. A partir das 09:00 (UTC) de hoje, o BTC está sendo negociado a US$ 19,499 mil, um aumento de 1,45%.

A maioria das principais criptomoedas por valor de mercado são negociadas de forma mista. Os destaques do mercado incluem UFT , PLA e POLY , com alta de 58%, 37% e 23%, respectivamente. Veja as cotações das principais criptomoedas hoje do Mercado:

IndicadorPreço24h7dCapitalização
BitcoinUS$ 19.161,33+0,5%-9,3%US$ 365,6 B
EthereumUS$ 1.045,29+2,7%-8,7%US$ 125,1 B
Binance CoinUS$ 218,89+5,0%-4,5%US$ 35,7 B
SolanaUS$ 32,10+2,0%-15,1%US$ 11,1 B

Qual Criptomoeda Comprar Hoje? Baixe Grátis o Relatório da Criptomoeda Promissora para 2022.

Commodities

Confira os números das principais commodities hoje:

CommodityValor (US$)Oscilação
Ouro1.789,80-0,97%
Prata19,635-3,52%
Cobre3,5682-3,82%
Petróleo WTI108,12+2,23%
Petróleo Brent111,70+2,45%

Não deixe de acompanhar diariamente o Morning Call TheCap no seu celular, baixe o aplicativo do mercado financeiro gratuitamente agora!

Assim fechamos mais um Morning Call, bons investimentos a todos!

Informe o DDD + 9 dígitos