O que é Ibovespa

Ibovespa é um índice que acompanha as empresas mais movimentadas dentro da bolsa de valores, é o principal indicador da renda variável. 

O Ibovespa é construído com a seguinte análise, em seu topo, ou seja os primeiros lugares estão as maiores empresas de maior valor de mercado.

Seguindo a lógica, quanto menor for o valor da empresa menor será sua classificação e portanto menor o impacto no Ibovespa. Além disso, há uma série de parâmetros também analisados que serão descritos no artigo. 

O Ibovespa acompanha o valor das ações das empresas mais valorizadas, sendo altamente impactado quando há alterações nos preços de grandes empresas.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Como funciona o Ibovespa

O índice Ibovespa é revisado a cada quatro meses, portanto no fim do ano o índice sofre três revisões. Tudo isso para ser mais fiel aos resultados da bolsa e analisar seus critérios de impacto.

Houve um tempo em que o Ibovespa considerava com maior peso dentro do índice empresas que com maior liquidez e que faziam maiores movimentações dentro da bolsa de valores. 

O ponto negativo dessa metodologia é que o índice era muito impactado por essas empresas, e haviam grandes quedas dos índices. 

Atualmente a metodologia foi alterada e a partir de então é dado preferência às empresas maiores, não priorizando a liquidez, e com isso conseguem um índice mais parecido com os índices do exterior como por exemplo, o S&P500 que é utilizado nos EUA com as 500 maiores empresas locais. 

Dessa forma, o índice acaba sendo menos impactado por empresas de grande liquidez como os casos de algumas empresas públicas. 

Os critérios de inclusão utilizados atualmente são: 

  • Ter pelo menos 95% de presença nos pregões da bolsa durante o ano;
  • Fazer parte dos ativos elegíveis representando 85% do índice de negociabilidade;

Vale ressaltar que empresas em recuperação judicial ou que tem ações com valores abaixo de R$1,00 chamadas de Penny Stock, não são contabilizadas dentro do índice.

Finalidades do Ibovespa

Uma das maiores finalidades do Ibovespa está em sua referência de ganhos e perdas do mercado de ações do Brasil. 

É como se fosse um termômetro da bolsa brasileira, se ela vai bem o índice irá acompanhar e se ela tiver uma queda esse também sofrerá, dessa forma o Ibovespa proporciona um importante benchmark. 

Por causa desse impacto e por uma metodologia sólida e bastante confiável, o Ibovespa serve como parâmetro para ETFs (fundos de investimentos com base em índices) como por exemplo o BOVA11. 

Nesses tipos de fundos de investimentos, as carteiras são compostas pelas empresas que compõem o Ibovespa, com isso é possível replicar o índice e ter um desempenho muito próximo. 

Ibovespa e os investimentos 

Para os investidores principalmente da renda variável, o Ibovespa é uma importante ferramenta de análise do rendimento dos investimentos

Por exemplo, se um investimento tiver rendimento em média maior que o Ibovespa é um bom indicativo, pois o rendimento é maior do que a média do mercado

Entretanto, se o investimento escolhido tiver uma média menor que o Ibovespa, pode ser um mau sinal de rendimento. 

Conforme citado, o Ibovespa tem a função de representar o desempenho da bolsa de valores, bem como o desempenho das empresas que fazem parte do índice

Para investidores,o Ibovespa é uma ferramenta fundamental para entender o comportamento do mercado financeiro e seu desempenho, entretanto, não deve ser analisado isoladamente. 

Hoje em dia, há diversos indicadores que podem auxiliar na tomada de decisão do investidor e melhorar a performance de sua carteira. Alguns indicadores são mais utilizados em alguns tipos de estratégias e não tanto em outras, por isso vale estar atento.