Harry e Meghan renunciam cargo por Independência Financeira
|

Harry e Meghan renunciam cargo por Independência Financeira

Príncipe Harry e Meghan renunciam cargo real em busca por Independência Financeira em anúncio no Instagram.

Por
Atualizado em 10/01/2020
Avalie esse texto

Príncipe Harry e Meghan renunciam cargo real em busca por independência financeira em anúncio no Instagram.

Em um comunicado recente e surpreendente, o príncipe Harry e sua esposa Meghan decidiram abrir mão dos privilégios como membros da família real britânica para buscarem a tão sonhada independência financeira”.

Para muitos isso acabou soando estranho, mas foi o que aconteceu na nota publicada em uma rede social da família:

Pretendemos dar um passo atrás (renunciar) como membros da Família Real e trabalhar para nos tornar financeiramente independentes, enquanto continuamos a apoiar totalmente Sua Majestade a Rainha. (fonte)

O que faria a independência financeira ser mais importante do que ser membro sênior da família Real com todos os seus direitos e privilégios financiados por milhões de libras ao ano em recursos públicos?

É fácil entender o motivo.

Motivo da Renúncia de Harry e Meghan

Primeiro é importante entender que quando temos pouco dinheiro tendemos a acreditar que o nosso problema é falta de dinheiro.

A grande verdade é que o nosso problema é a falta da liberdade para fazer escolhas e a  falta de poder para realizar nossas vontades sem submeter isso a terceiros.

O problema que afeta o príncipe e a maioria das pessoas é que quando você não produz renda para pagar as suas despesas, acaba dependendo do dinheiro dos outros, com isso acaba sendo obrigado a se submeter a terceiros.

Quem paga as suas contas detém a sua liberdade e o poder sobre sua vida.

Você acaba se sentindo obrigado a prestar contas ou esclarecimentos sobre sua vida para quem paga suas contas.

Nessa situação, tudo que você gasta precisa ser explicado e justificado.

Quem paga suas contas se sente livre para julgar, criticar e controlar suas decisões envolvendo o dinheiro.

Dinheiro vs Independência

O príncipe Harry e Meghan são vigiados 24 horas por dia pela imprensa e por curiosos em todos os lugares.

Precisam dar satisfações e explicações sobre tudo que falam, fazem e até sobre o que pensam.

Sempre estão devendo explicações, afinal de contas são sustentados pelos contribuintes britânicos.

São praticamente obrigados a serem agradáveis com todos, sempre sorridente, bonitos, sábios, inteligentes e generosos.

Fama e dinheiro não necessariamente andam juntos com independência.

No site oficial do casal explica como eles são financiados e no texto diz:

Valorizamos a capacidade de obter uma renda profissional, que na estrutura atual eles são proibidos de fazer. Por esse motivo, eles escolheram se tornar membros da Família Real com independência financeira. (fonte)

Como Harry e Meghan Terão a Independência Financeira

Tudo indica que o príncipe Harry e Meghan pretendem atingir a independência financeira através de um negócio próprio que envolve o uso de direitos sobre a marca “Sussex Royal” em mais de 100 produtos, como lápis, meias, camisetas, canecas etc. (fonte).

A família real britânica gera cerca de 1,8 bilhão de libras por ano em receitas de turismo para o Reino Unido e já exploram a marca da família real.

O príncipe Harry certamente entende que isso representa uma ótima oportunidade de negócio.

Livres das relações com a família Real, o casal poderá fazer acordos comerciais particulares envolvendo direitos autorais, de marca e uso de imagem com editoras, produtoras de filmes, canais de TV, indústrias de cosméticos, moda etc.

Dessa forma, o príncipe Harry e Meghan terão um negócio próprio onde vão oferecer salários e direitos trabalhistas em troca do tempo e do trabalho de pessoas que vão gerar a independência financeira que precisam.

Quem Controla a sua Vida?

Imagine a situação de um jovem que ainda vive na casa dos pais e precisa dar satisfações sobre tudo que fez, o que está fazendo e o que pretende fazer com o dinheiro.

Imagine um casal onde somente uma das partes possui renda e graças a isso exerce seu poder sobre as decisões da outra parte, limitando sua liberdade.

Imagine a situação de um assalariado, que em tempos de internet móvel, que precisa estar sempre online prestando esclarecimentos nos fins de semana ou fora do horário de trabalho.

Muitas vezes as empresas de forma direta ou indireta interferem constantemente em diversos aspectos da vida pessoal de seus funcionários tirando ou limitando sua liberdade e poder sobre sua própria vida.

Você é Independente Financeiramente?

Se você depende dos outros para viver, não importando se os outros são membros de uma família real ou são seus familiares.

Você não terá independência financeira e liberdade.

Se você depende de um emprego para trocar uma parte da sua vida por recursos para ter o “direito” de viver com alguma dignidade, você também não é financeiramente independente.

Exemplo de algumas dessas profissões, são os profissionais liberais, como médicos, advogados e outros prestadores de serviços individuais.

O que é Necessário para a Independência Financeira

A independência financeira é conquistada quando você adquire ativos que geram renda na forma de juros, lucros, dividendos, proventos, aluguéis, ganhos de capital, direitos sobre marcas, direitos autorais e outras fontes de renda passiva.

Essa renda será responsável por pagar boa parte dos seus custos de vida, estilo de vida, sonhos, confortos e luxos.

De forma resumida, quando o seu dinheiro e seus bens trabalham por você ou quando as pessoas trabalham pelo seu dinheiro, é que você passa a não dever satisfações a ninguém sobre o que faz com o seu tempo, seu dinheiro e a sua vida.

Certamente é isso que os reis e rainha desejam, muito mais do que o próprio dinheiro.

Como Conquistar a Independência Financeira

A independência financeira é conquistada quando você adquire ativos que geram renda na forma de juros, lucros, dividendos, proventos, aluguéis, ganhos de capital, direitos sobre marcas, direitos autorais e outras fontes de renda passiva.

Essa renda será responsável por pagar boa parte dos seus custos de vida, estilo de vida, sonhos, confortos e luxos.

De forma resumida, quando o seu dinheiro e seus bens trabalham por você ou quando as pessoas trabalham pelo seu dinheiro, é que você passa a não dever satisfações a ninguém sobre o que faz com o seu tempo, seu dinheiro e a sua vida.

Certamente é isso que os reis e rainha desejam, muito mais do que o próprio dinheiro.

A independência financeira pode ser dividida em 5 etapas, que eu descrevo de forma detalhada no meu livro sobre Independência Financeira.

Para conquistar ser  financeiramente independentemente deve seguir 5 etapas: 

  1. Segurança Financeira;
  2. Vitalidade Financeira;
  3. Independência Financeira Básica;
  4. Liberdade Financeira;
  5. Liberdade Financeira Absoluta.

Etapa 1: Segurança financeira

Seus investimentos pagam todas as suas despesas básicas.

Nessa fase você já será capaz de tirar um grande peso das costas.

Etapa 2: Vitalidade financeira

Seus investimentos pagam o básico e parte do seu estilo de vida.

Aqui sua vida já começa a ficar mais tranquila. Quanto mais simples for seu estilo de vida, mais rápido você atingirá essa e a próxima etapa.

Etapa 3: Independência financeira

Seus investimentos pagam o básico e todo o seu estilo de vida.

Trabalhar se torna opcional e você vai tender a buscar um emprego ou uma profissão mais agradável ou mais flexível com relação ao tempo.

Etapa 4: Liberdade financeira

Seus investimentos pagam seu custo básico, seu estilo de vida e até itens de luxo, conforto e comodidade (normalmente fazem parte de sonhos de consumo que foram postergados).

Etapa 5: Liberdade Financeira Absoluta

Seus investimentos pagam tudo que você desejar.

Nessa fase você precisa já ter desenvolvido a capacidade plena de “liberdade sobre seus desejos”, para que não se torne escravo deles.

Rainhas, príncipes, celebridades, grandes empresários e investidores descobrem rapidamente que a única e verdadeira riqueza é a liberdade.

A liberdade é a única riqueza, porque do resto somos ao mesmo tempo amos e escravos. ― William Hazlitt

Se você tem muito dinheiro e precisa dar satisfações para muitas pessoas, sem liberdade para falar o que pensa, fazer o que deseja, ir e vir sem ser seguido, você tem uma vida miserável, mas cheio de dinheiro como prêmio de consolação.

Por que ter uma Plano para a Independência Financeira 

Você deve ter um plano de independência financeira de não quer depender de:

  • depender de familiares o resto da vida;
  • depender da sua empresa, onde troca o seu tempo de vida por um salário;
  • depende de uma carteira de clientes para sobreviver (profissional liberal).

Isso permitirá que um dia você tenha diversos tipos de investimentos, ativos e bens capazes de gerar renda recorrente como: 

Estamos falando de um projeto que pode durar anos ou décadas, mas que proporcionará a liberdade de você fazer o que deseja, sem dar satisfações para ninguém.

Desenvolva a sua capacidade de ganhar dinheiro, poupar e investir em ativos e bens que geram renda por toda vida, para isso recomendo a leitura do livro Independência Financeira que você encontra visitando aqui.

Avalie esse texto

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais