O hacker por trás do roubo de mais de US$ 600 milhões em tokens digitais devolveu os últimos US$ 200 milhões que estavam presos em uma conta que exigia uma senha.

Quer Aumentar a Rentabilidade dos Investimentos? Receba um Aconselhamento Gratuito.

A Poly Network, uma plataforma nas finanças descentralizadas (DeFi), foi atingida por um grande ataque neste mês. Ao explorar uma vulnerabilidade no código, o hacker transferiu US$ 610 milhões em criptoativos para contas próprias.

Em uma reviravolta, o hacker da Poly Network começou a devolver quase todo o dinheiro, com exceção de US$ 33 milhões em tether (USDT), uma moeda atrelada ao dólar, que foi congelada por seus emissores na semana passada.

No entanto, mais de US$ 200 milhões em ativos ainda estavam presos em uma conta que exigia senhas da Poly Network e do hacker. 

Nos últimos dias, o hacker disse que só entregaria a chave quando “todos estivessem prontos”.

Agora, ele finalmente concedeu o acesso à última parcela dos fundos roubados

Em uma postagem de blog na segunda-feira (23), a empresa disse que o "White Hat" compartilhou a chamada chave privada necessária para recuperar o controle dos ativos restantes e “confirmou que a chave privada é genuína”.

“A partir de agora, a Poly Network recuperou o controle dos US$ 610 milhões em ativos que foram afetados de maneira geral neste ataque. Mais uma vez, gostaríamos de agradecer ao Sr. White Hat por manter sua promessa, bem como à comunidade, aos parceiros e às várias agências de segurança por sua assistência. ”

“Estamos no processo de devolver o controle total dos ativos aos usuários o mais rápido possível”, disse a Poly Network. 

O roubo de criptomoedas foi considerado o maior de todos os tempos e teve uma das histórias mais bizarras recentemente. 

Além de devolver os fundos roubados, a Poly Network concedeu ao hacker uma recompensa de US$ 500 mil por ajudar a identificar uma falha em seus sistemas, e até ofereceu ao hacker um emprego como “consultor chefe de segurança”.

Qual Criptomoeda Comprar Hoje? Baixe Grátis o Relatório da Criptomoeda Promissora para 2022.