O McDonald's (MCDC34) disse que o fechamento de seus quase 850 restaurantes na Rússia custará à cadeia cerca de US$ 50 milhões por mês. 

Quer Aumentar a Rentabilidade dos Investimentos? Receba um Aconselhamento Gratuito.

A estimativa é do CFO Kevin Ozan, que falando em uma conferência de consumidor e varejo do UBS disse que a rede ainda está avaliando o impacto total nos negócios.

A gigante do fast-food estava sob intensa pressão para agir em resposta à decisão de Moscou de invadir a Ucrânia e anunciou na terça-feira que fecharia temporariamente as portas na Rússia.

Alguns de seus principais concorrentes no setor de alimentos e bebidas, incluindo o KFC, de propriedade da Yum Brands, seguiram o exemplo logo depois.

O McDonald's prometeu continuar pagando os salários dos 62.000 trabalhadores que emprega na Rússia enquanto suas lojas permanecerem fechadas. 

“Esperamos que isso seja temporário e certamente não tomamos essa decisão de ânimo leve, mas para nós trata-se de fazer o que achamos ser a coisa certa a fazer, tanto para os negócios globais quanto para nosso pessoal localmente”, disse ele.

Enquanto a maioria das outras cadeias de alimentos dos EUA na Rússia são administradas por franqueados, o McDonald's possui e opera a maioria de seus 847 restaurantes no país. 

A empresa disse que seus negócios na Rússia e na Ucrânia representam cerca de 9% da receita mundial da empresa. 

Fonte: Business Insider