A Evergrande mais uma vez evitou uma inadimplência com um pagamento de títulos de última hora.

A incorporadora imobiliária chinesa teria conseguido pagar dentro do prazo de carência os juros de três títulos em dólares, de acordo com a imprensa internacional.

Os clientes da firma de compensação internacional Clearstream receberam pagamentos de juros vencidos sobre títulos emitidos pela Evergrande, disse um porta-voz da Clearstream para a Reuters na quinta-feira.

No entanto, o grupo alemão DMSA (Deutsche Markt Screening Agentur GmbH), informou ao mercado na noite de quarta-feira que não havia recebido o pagamento e que iniciaria com os procedimentos para pedir a falência da Evergrande.

Os últimos pagamentos de US$ 148 milhões em juros supostamente foram feitos ao final de um período de carência de 30 dias que terminou na quarta-feira.

Foi a terceira vez em menos de um mês que a empresa pagou perto do prazo. 

Evergrande é a incorporadora mais endividada do mundo e enfrenta mais de US$ 300 bilhões em passivos, dos quais US$ 19 bilhões são títulos em dólares.