Os investidores de criptomoedas deveriam segurar ethereum (ETH) em vez de bitcoin (BTC) à medida que as taxas de juros sobem, disse o JPMorgan.

Quer Aumentar a Rentabilidade dos Investimentos? Receba um Aconselhamento Gratuito.

Analistas do JPMorgan, liderados pelo estrategista de mercado Nikolaos Panigirtzoglou, disseram em um relatório recente que o aumento das taxas de juros pode representar um problema para o bitcoin, assim como fazem tradicionalmente com o ouro.

Já o blockchain da Ethereum tem mais usos, como alimentar finanças descentralizadas e tokens não fungíveis.

O Bitcoin explodiu em um mundo de taxas de juros ultra baixas e compra maciça de títulos, que inundou os mercados com dinheiro e gerou preocupações sobre superaquecimento. 

Muitos, inclusive, vêem o bitcoin como "ouro digital" e uma proteção contra a inflação.

Mas os bancos centrais de todo o mundo estão reduzindo seu apoio às economias em um esforço para esfriar a inflação forte. Isso significa que as taxas de juros e os rendimentos dos títulos estão prestes a começar a subir.

Diante disso, o JPMorgan disse que os investidores podem ficar melhor segurando o ether, a segunda maior criptomoeda do mundo, uma vez que ele tem muito mais utilidades do que o bitcoin e, portanto, o interesse deve permanecer mais forte.

A rede ethereum é fundamental para o mundo das finanças descentralizadas, um setor em expansão que usa do blockchain para realizar tarefas financeiras tradicionais, como empréstimos ou negociações. 

Ele também está no cerne de tokens não fungíveis (NFTs), itens colecionáveis ​​negociados e protegidos por meio da tecnologia blockchain.

"O aumento nos rendimentos dos títulos e a eventual normalização da política monetária estão pressionando para baixo o bitcoin como uma forma de ouro digital, da mesma forma que rendimentos reais mais altos têm pressionado para baixo no ouro tradicional", escreveu Panigirtzoglou.

"Com o ethereum derivando seu valor de seus aplicativos, variando de DeFi a jogos, a NFTs e stablecoins, ele parece menos suscetível do que o bitcoin a rendimentos reais mais elevados."

Os analistas do banco também disseram que o ethereum pode ser a melhor aposta no longo prazo devido à crescente importância das preocupações ambientais nos investimentos.

Ambas as criptomoedas usam atualmente um sistema de validação e segurança que usa grandes quantidades de eletricidade. No entanto, a Ethereum planeja mudar este sistema para um com muito menos consumo de energia até o final de 2022.

"O maior foco dos investidores em [investimentos ambientais, sociais e de governança] desviou a atenção do blockchain bitcoin com uso intensivo de energia para o blockchain ethereum", disseram os analistas.

No entanto, o JPMorgan disse que ambas as criptomoedas atualmente parecem supervalorizadas, já que são voláteis demais para a maioria dos investidores institucionais.

Fonte: Business Insider

Qual Criptomoeda Comprar Hoje? Baixe Grátis o Relatório da Criptomoeda Promissora para 2022.