A Equatorial Energia (EQTL3) apresentou na sexta-feira (22), as informações operacionais prévias e não auditadas do segmento de distribuição referentes ao 1T22.

Quer Aumentar a Rentabilidade dos Investimentos? Receba um Aconselhamento Gratuito.

No 1T22, o consumo de energia elétrica dos mercados cativo e livre apresentou crescimento de 3,5% de forma consolidada na Equatorial.

No detalhamento entre as classes, foi observado um crescimento em todas as classes, sendo o destaque o segmento Comercial (+6,7%), demonstrando retomada do setor em comparação ao 1T21, seguido por Outros (+4,8%), refletindo principalmente a recuperação do consumo do setor público.

Vale lembrar que em algumas regiões, ao longo do 1T21, foram retomadas algumas restrições no contexto de agravamento da pandemia, cenário que não se apresenta mais no período atual, com reflexos positivos no comparativo.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

Individualmente, os destaques do trimestre foram os aumentos dos volumes da Equatorial Pará e do Rio Grande do Sul (CEEE-D), com um crescimento de 6,5% e 5,9%, respectivamente.

De forma consolidada, a Equatorial apresentou um aumento na energia injetada de 2,0%, um aumento na energia distribuída de 3,5% que levou a uma redução no nível de perdas em 3,0%.

Vale destacar o desempenho da Equatorial Pará e da CEEE-D, que apresentaram forte aumento no consumo de energia injetada e os maiores níveis de redução de perdas entre as concessões do grupo.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

O comprometimento do grupo com a excelência operacional pode ser bem representado pelos níveis de perdas sendo reduzidos em todas as suas concessões, exceto Amapá.

Resultado da Equatorial no Quarto Trimestre de 2021

O resultado da Equatorial (EQTL3) no quarto trimestre de 2021 (4t21), divulgado no dia 23 de março, apresentou um lucro líquido de R$ 1,4 bilhão no 4t21, uma alta de -1,4% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.

O Ebitda da Equatorial atingiu R$ 2,2 bilhão no 4T21, apresentando retração de -2,3% na comparação com o 4T20.

A margem Ebitda da Equatorial totalizou 27,7% no 4T21, apresentando retração de -10,4 pontos percentuais na comparação com o 4T20. 

A margem líquida da Equatorial atingiu 17,6% no 4T21, apresentando retração de -5,8 pontos percentuais na comparação com o 4T20.

As ações da Equatorial (EQTL3) acumulam queda de 1,85% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e alta de 4,27% nos últimos 12 meses.