A EDP Energias do Brasil (ENBR3) divulgou na última segunda-feira (18), o relatório operacional referente ao primeiro trimestre de 2022.

O volume de energia distribuída apresentou aumento de 1,3%, sendo 0,7% na EDP São Paulo e 2,1% na EDP Espírito Santo.

O consumo de energia distribuída é resultante da recuperação da atividade econômica, do maior número de dias médios faturados e da expansão do número de clientes.

A Companhia registrou aumento de 2,2% no número de clientes e de 17,1% no número de clientes livres (139 clientes na EDP SP e 111 clientes na EDP ES), em função das migrações dos clientes do mercado cativo para o mercado livre.

O volume de energia vendida, considerando as empresas consolidadas, foi de 1.564 GWh, aumento de 1,1%, decorrente do maior volume de energia vendida em Enerpeixe, resultante de contratos bilaterais estabelecidos com a Trading, minimizado pela menor contratação de energia em Energest (-19,5 GWh), resultante do término de contratos no final de 2021.

Considerando os projetos não consolidados5, o volume de energia vendida reduziu 2,2%.

O perfil de sazonalização dos contratos de venda é definida pelos clientes, com base na expectativa de consumo.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

O GSF médio no trimestre foi de 95,4%6, resultando em uma exposição de 74,8 GWh7, ao PLD médio de R$ 58,1/MWh (Submercado SE/CO).

A disponibilidade média da Usina foi de 100,0%. Desde 14 de dezembro de 2021, a usina não foi despachada, devido a melhora do cenário hidrológico.

Trading

O volume de energia comercializada totalizou 3.854 GWh, em linha com o período homólogo, refletindo operações com maior valor agregado, maximização das operações junto ao portfólio integrado e contratos com clientes que apresentam menor risco de crédito.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

Adicionalmente, o volume de energia comercializada foi impactado positivamente pelas operações do produto “venda de lastro”, garantindo rentabilidade com baixo risco.

Varejo

O volume de energia comercializada totalizou 244 GWh, aumento de 150,6 GWh, decorrente do maior número de contratos estabelecidos, da retomada gradativa das atividades econômicas, além das migrações dos clientes do mercado cativo para o mercado livre, impulsionada pela crise hídrica e pela permanência das bandeiras tarifárias de escassez hídrica adotada nos últimos meses.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

Resultado da EDP no Quarto Trimestre de 2021

O resultado da EDP (ENBR3) no quarto trimestre de 2021 (4t21), divulgado no dia 16 de fevereiro, apresentou um lucro líquido atribuído aos acionistas controladores de R$ 809 milhões no 4T21, uma alta de 15,6% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.

O Ebitda da EDP Brasil atingiu R$ 1,3 bilhão no 4T21, apresentando retração de -4,0% na comparação com o 4T20.

A margem Ebitda da EDP Brasil totalizou 28,7% no 4T21, apresentando retração de -3,6 pontos percentuais na comparação com o 4T20.

A margem líquida da EDP Brasil atingiu 17,3% no 4T21, apresentando crescimento de 1,1 ponto percentual na comparação com o 4T20.

As ações da EDP (ENBR3) acumulam queda de 1,96% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e alta de 24,31% nos últimos 12 meses.