O que é DRE e como funciona
SIMULE AGORA

DRE

O que é DRE. Significado, conceito, para que serve e como funciona.

O que é DRE?

O DRE, ou Demonstrativo do Resultado do Exercício é um relatório confeccionado pela contabilidade onde estarão expostos os números referentes às receitas, custos e despesas da empresa em questão.

A configuração do DRE pode se alterar dependendo da utilização da mesma. Na entrega de declarações como o ECD (Escrituração Contábil Digital), a própria Receita Federal irá enquadrar o DRE de uma forma.

A entrega dos relatórios contábeis para uma licitação, por exemplo, vai exigir a entrega do DRE seguindo as regras do CPC (Comitê de Pronunciamentos Contábeis).

Vale destacar que o DRE geralmente é solicitado junto ao Balanço Patrimonial. Os dois relatórios se complementam e juntos são considerados completos.

Banner will be placed here

DRE na Prática

O DRE pode ser elaborado em qualquer momento. Se uma empresa precisa de um DRE referente ao trimestre, semestre ou do ano, existem formas de conseguir fazer o DRE sem problemas.

O normal são os DRE’s anuais. É claro que as empresas listadas na bolsa precisam entregar o DRE trimestralmente junto dos demais demonstrativos contábeis.

A confecção do DRE é bem simples, sendo que sistemas contábeis podem fazer o relatório em questão de segundos.

A estrutura referente ao CPC é a seguinte:

  • RECEITAS OPERACIONAIS LÍQUIDAS;
  • (-) Custos Operacionais;
  • Custos dos Produtos Fabricados;
  • Custo da Revenda de Mercadoria;
  • Custo dos Serviços Prestados;
  • (=) LUCRO OPERACIONAL BRUTO;
  • (-) Despesas Comerciais;
  • (-) Despesas Administrativas;
  • (+/-) Ganhos ou Perdas da Equivalência Patrimonial;
  • (+) Outras Receitas Operacionais;
  • (-) Outras Despesas Operacionais;
  • (=) LUCRO/PREJUÍZO ANTES DAS RECEITAS E DESPESAS FINANCEIRAS;
  • (+) Receitas Financeiras;
  • (-) Despesas Financeiras;
  • (=) LUCRO/PREJUÍZO ANTES DOS IMPOSTOS SOBRE O LUCRO TRIBUTÁVEL;
  • (-) Imposto de Renda e Contribuição Social;
  • (=) LUCRO /PREJUÍZO LÍQUIDO DAS OPERAÇÕES;
  • (-) Participações e Contribuições;
  • (=) LUCRO/PREJUÍZO LÍQUIDO DO PERÍODO;
  • LUCRO LÍQUIDO POR AÇÃO DE CAPITAL (APENAS PARA S.A).

Ao verificar a estrutura da DRE fica claro que a mesma vai apresentar os valores relacionados à operação da firma.

Ou seja, se é uma empresa que faz a venda de mercadorias haverá os valores referentes às receitas menos os custos relacionados às baixas de estoque e as despesas com os departamentos, pessoas e demais custos.

Sendo assim, os valores vinculados a ganhos e receitas acrescentam ao DRE, já as despesas e custos reduzem.

Importância do DRE

Ao analisar o Balanço Patrimonial a pessoa interessada terá a imagem dos ativos e passivos da companhia.

Dentre as contas destacadas no Balanço Patrimonial nós teremos a referência reserva de lucros e prejuízos acumulados.

Tais contas são influenciadas diretamente pelo resultado do DRE. Caso o DRE dê prejuízo, então é bem provável que a conta de prejuízos acumulados sofra alterações e seja aumentada.

Em uma situação onde a companhia consegue extrair lucro no período, então a reserva de lucros pode ser influenciada de forma positiva.

Caso haja saldos nas contas de prejuízo acumulado ou reservas de lucros, havendo uma inversão nos resultados, os saldos ao invés de serem acrescidos, podem ser reduzidos, ou seja, amortizados.

DRE e investimentos

Uma forma de analisar empresas na bolsa de valores é através da análise fundamentalista. A análise fundamentalista se baseia em alguns números, dentre eles nós temos aqueles que estão no DRE.

Dentre os indicadores que são formados por números relacionados ao DRE, nós temos:

Com tais indicadores os investidores têm como determinar questões relacionadas ao resultado da firma e até ao retorno que a mesma consegue gerar sobre o valor investido.

Observando tudo isso, o DRE sem dúvidas é um relatório extremamente importante e essencial para o estudo dos investimentos.

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE