A Copel (CPLE6) lançou nesta quarta-feira, 18, o Programa de Demissão Incentivada (PDI), em função da venda da Copel Telecom.

Segundo a empresa, o PDI é estimado em R$ 80,6 milhões de indenizações, com prazo para adesão no período de 18 a 31 de agosto deste ano e com os desligamentos previstos para 15 de fevereiro de 2022.

Atualmente, 350 empregados se enquadram nos requisitos de adesão, para os quais estima-se uma redução potencial de até R$ 83,4 milhões em custos anuais a partir de 2022.

"O lançamento deste programa é parte integrante da estratégia de melhoria contínua de eficiência e redução de custos da companhia", aponta a Copel.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa

Resultado da Copel no Segundo Trimestre de 2021

O resultado da Copel (CPLE6) no segundo trimestre de 2021 (2t21), divulgado no dia 11 de agosto, apresentou um lucro líquido de R$ 1,0 bilhão no 2t21, uma queda de 37% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.

O Ebitda da Copel atingiu R$ 1,5 bilhão no 2t21, apresentando retração de -12,1% na comparação com o 2t20.

A margem Ebitda da Copel totalizou 27,9% no 2t21, apresentando retração de -9,7 ponto percentual na comparação com o 2t20. 

A Margem líquida da Copel atingiu 18,5% no 2t21, apresentando retração de -15,7 ponto percentual na comparação com o 2t20.

As ações da Copel (CPLE6) acumulam queda de 3,59% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e alta de 20,95% nos últimos 12 meses.

Informe o DDD + 9 dígitos

Fonte: Estadão Conteúdo.