Como Comprar Imóvel Seguindo Regra de Segurança Financeira
|

Como Comprar Imóvel Seguindo Regra de Segurança Financeira

Conheça a regra que você deve seguir para comprar um imóvel sem comprometer suas finanças pessoais.

Por
Atualizado em 31/03/2021

Muitas pessoas que desejam atingir a independência financeira acabam ignorando outras metas financeiras e sonhos, como o de comprar seu imóvel, mas saiba que é possível realizá-los com planejamento financeiro.

Durante a pandemia de coronavírus, o mercado financeiro e imobiliário parecem contribuir com quem deseja adquirir uma casa, principalmente, por conta do financiamento a juros baixos.

Para evitar que os compradores tenham o estresse de possuir uma casa que eles não podem pagar, o site CNBC Make It revelou os três passos da “Regra 30/30/3”.

Como os Milionários Investem? Conheça os 10 Passos para ser um Investidor de Sucesso”.

Então, você está pronto para saber como comprar um imóvel seguindo a regra de segurança financeira?

Leia até o final e descubra como ter sua casa própria com planejamento financeiro que não comprometa suas finanças pessoais.

Regra 1: Evite Parcelas Maiores do que 30% de sua Renda Mensal

A primeira etapa da Regra 30/30/3 se concentra em que você evite parcelas maiores do que 30% da sua renda mensal.

Tradicionalmente, a parcela do financiamento imobiliário não deve exceder 30% de sua receita bruta.

Porém, à medida que as taxas de juros diminuem, muitas pessoas podem ficar tentadas a ir além de 30%.

Quando as taxas são mais baixas, você já pode gastar mais em uma casa se mantiver seus gastos fixos como uma porcentagem da receita bruta.

O perigo real surge quando você quebra essa regra para comprar uma casa ainda mais cara.

Por exemplo, gastar 40% de sua renda mensal de R$ 50 mil em um financiamento ainda deixa você com R$ 30 mil de renda bruta.

Gastar 40% de sua renda mensal de R$ 5 mil, entretanto, deixa você com uma almofada muito menor para cuidar de suas necessidades básicas.

Quanto maior for essa porcentagem maior a chance de você ter problemas com sua renda. Por isso, o mais seguro é respeitar os seus ganhos atuais.

Segredo da Riqueza

Regra 2: Tenha 30% do Valor Total Economizado

O segundo eixo a se avaliar antes de comprar uma casa seguindo a regra de segurança financeira é que você tenha 30% do valor total do imóvel economizado.

Antes de adquirir a casa, tenha pelo menos 30% do valor da compra economizado em dinheiro ou ativos de baixo risco.

Em média, você paga 20% do valor para o pagamento de entrada e deve ter 10% como uma segurança para enfrentar adversidades durante o pagamento das parcelas.

Isso pode parecer muito, especialmente porque existem programas que permitem que você faça um pagamento de entrada menor.

Porém, em tempos de grande incerteza financeira, é melhor ter um colchão financeiro maior.

Os proprietários de casas que foram prejudicados mais rapidamente durante a última crise financeira tinham apenas a entrada mínima, o que aumenta a tentação de abandonar o financiamento.

Os que fizeram isso na época entre 2008 e 2012, nos Estados Unidos, perderam uma das maiores recuperações imobiliárias.

Se você planeja comprar um imóvel nos próximos seis meses, busque ter pelo menos 20% para pagar à vista.

Não é aconselhável investir o dinheiro do pagamento inicial em ações ou outros ativos de risco se você planeja comprar uma casa em curto prazo.

Como os Milionários Investem? Conheça os 10 Passos para ser um Investidor de Sucesso”.

Regra 3: Valor Não Deve Ser Superior a 3x Sua Renda Anual

Para seguir a Regra 30/30/3 e ter segurança financeira ao adquirir um imóvel, lembre-se de que o valor total da compra não deve ser superior a 3x a sua renda anual.

Essa é uma maneira rápida de verificar casas com preços acessíveis.

A regra também leva em consideração as porcentagens de entrada e evita que você estenda muito o financiamento, mesmo com uma entrada alta.

Se você ganha R$ 100 mil por ano, pode pagar confortavelmente uma casa de R$ 300 mil.

Ou se você tem uma renda familiar como 1% da população mais rica e ganha R$ 500 mil, é possível pagar até R$ 1,5 milhão.

Mais uma vez, com as mínimas históricas das taxas de juros, a acessibilidade à habitação aumentou.

Portanto, você pode esticar esta regra final e estender o valor da casa em até 5 vezes a sua renda familiar anual.

Basta lembrar que um financiamento cinco vezes maior também significa mais impostos sobre a propriedade e despesas de manutenção.

→ Você é Livre Financeiramente? Clique Aqui e Baixe o Guia para Chegar à Liberdade Financeira

Violações da Regra 30/30/3

Sabendo do passo a passo ideal para adquirir um imóvel com segurança financeira, é preciso que você fique atento às violações da Regra 30/30/3.

Digamos que você ganhe R$ 120 mil por ano e economize R$ 100 mil em dinheiro aos 32 anos de idade. Não é ruim.

Mas você está desejando uma casa de R$ 850 mil, o que é 7 vezes sua renda anual.

Dessa forma, você não pode colocar 20% de entrada, então você paga apenas 10%. Isso deixa você com apenas R$ 15 mil em caixa e um financiamento de R$ 765 mil.

Devido a um pagamento mais baixo, uma boa taxa de financiamento que você pode obter é de 3,75%. Isso ainda é baixo para os padrões históricos.

Mas sua parcela de pagamento mensal de R$ 3.543 chega a 35,4% de sua renda bruta de R$ 10 mil.

Ou seja, você teria violado todas as três regras.

Se você perder o emprego no meio desse processo, ficará sem dinheiro em alguns meses.

Você pode sobreviver com o seguro-desemprego e alguns estímulos, mas pense em todo o estresse que terá de suportar.

Em vez de comprar uma casa agora, primeiro economize outros R$ 155 mil para chegar a R$ 255 mil em dinheiro e investimentos com certa liquidez.

Tendo os 30% do preço total do imóvel economizado, você pode pagar uma entrada de 20% e ter uma boa reserva de dinheiro de R$ 85 mil.

Como os Milionários Investem? Conheça os 10 Passos para ser um Investidor de Sucesso”.

Tenha Disciplina ao Comprar Imóvel

Você pode estar considerando a regra muito rigorosa, mas é essencial que você tenha disciplina ao comprar um imóvel.

Apesar de todos os benefícios de investir em imóveis, é melhor evitar estender demais suas finanças pessoais.

Lembre-se de que, além do financiamento, você também terá que pagar por outras coisas, como impostos sobre a propriedade e taxas de manutenção.

Compre uma casa adequada ao seu estilo de vida.

Se acontecer do valor do imóvel se valorizar com o tempo, isso é maravilhoso.

Caso contrário, então isso realmente não será um problema, porque você estará passando todos esses anos criando ótimas lembranças em sua casa.

Para ajudar você a começar a investir para alcançar seus objetivos e atingir a independência financeira, baixe uma cópia gratuita do livro digital “Como Começar a Investir do Zero”.

Dicas sobre Liberdade Financeira

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE