Como Fazer Investimentos com Juros Compostos
| ,

Como Fazer Investimentos com Juros Compostos

Manter seus investimentos no longo prazo, permite que os juros compostos multipliquem o seu patrimônio exponencialmente.

Por
Atualizado em 01/07/2020

Manter seus investimentos no longo prazo, permite que os juros compostos multipliquem o seu patrimônio exponencialmente.

Se existisse uma “fórmula mágica” para gerar mais dinheiro, a fórmula dos juros compostos é a que chegaria mais perto.

Com o seu poder é possível transformar pequenas quantias em um grande montante no futuro, para que você alcance a independência financeira.

Esta é a base do segredo de viver de renda, fazer seu dinheiro trabalhar por você! É exatamente isso o que acontece quando decide investir. 

Os juros compostos são uma ferramenta financeira que não pode ser ignorada.

No caso de uma dívida, ele é perigoso.

No caso de um investimento, é excelente.

Afinal, faz com que seu dinheiro renda bem mais no longo prazo.

Entender o que são juros compostos e saber usá-lo a seu favor pode fazer toda a diferença no resultado dos seus investimentos.

“Juros compostos são a oitava maravilha do mundo. Aquele que entende, ganha. Aquele quem não entende, paga.”

Essa frase é atribuída a Albert Einstein, mas seja lá quem disse, tinha toda a razão.

Então, você está pronto para saber como fazer investimentos com juros compostos?

  • O que são Juros Compostos;
  • Como calcular Juros Compostos;
  • Juros Compostos vs Juros Simples;
  • Investimentos com Juros Compostos.

Leia até o final e veja como usar os juros compostos a seu favor e aumentar o rendimento dos seus investimentos.

Como Começar Investir? Baixe Grátis o Livro Digital “Como Começar a Investir do Zero”.

O que são Juros Compostos?

Os juros compostos são juros aplicados sobre juros.

Ou seja, os juros incidem sobre o capital inicial e também sobre o valor dos juros já acumulados, aumentando os valores a cada mês.

Por conta disso, representam um mecanismo poderoso de geração de riqueza no longo prazo.

A dinâmica dos juros compostos se assemelha a uma bola de neve, tanto para o bem, quanto para o mal.

O sistema financeiro utiliza os juros compostos para praticamente tudo.

Seja para balizar empréstimos, financiamentos, multas de atrasos no pagamento.

Nesse sentido, ter uma dívida com juros compostos é uma péssima ideia.

A boa notícia é que ele também vale para os investimentos.

Nesse caso, usar os juros compostos a seu favor é uma das melhores maneiras de fazer seu dinheiro render mais. 

O poder de multiplicação dos juros compostos se baseia em três variáveis:

  • Capital investido;
  • Rentabilidade;
  • Tempo.

O fator mais importante é o tempo em que o dinheiro ficará investido.

Com os juros rendendo sobre juros, quanto maior é o período de investimento, maior o montante acumulado

Como calcular Juros Compostos

Os juros compostos são calculados com a seguinte fórmula:

M = C (1+i)t

Onde:

M = Montante final

C = Capital aplicado

i = Taxa fixa

t = Período

Imagine que você aplicou R$5.000 (capital) por uma taxa de 1% ao mês (taxa de juros) por 6 meses (período).

Então o cálculo seria o seguinte:

M = 5.000 x (1 + 0,01)⁶

M = 5.000 x 1,01⁶

M = 5.307,60

Depois de 6 meses, você receberia R$5.307,60 (montante), sendo que os R$ 307,60 a mais resultaram do efeito dos juros compostos.

Veja o efeito mês a mês do exemplo anterior:

MêsPatrimônio AcumuladoJuros no mês
0R$ 5.000,000
1R$ 5.050,00R$ 50,00
2R$ 5.100,50R$ 50,50
3R$ 5.151,51R$ 51,01
4R$ 5.203,03R$ 51,52
5R$ 5.255,06R$ 52,03
6R$ 5.307,60R$ 52,54

* Capital aplicado com ação dos juros compostos (1% a.m.).

Como você pode ver, o crescimento é em ritmo exponencial, ou seja, a cada mês de investimento, você ganha mais que no mês anterior.

Este é o princípio da bola de neve dos juros compostos.

Assim, quanto mais tempo você deixar seu dinheiro aplicado, maior será o rendimento no período.

Não é preciso decorar a fórmula dos juros compostos.

Existem muitas ferramentas disponíveis na internet que você pode usar para fazer os cálculos.

Você pode fazer uma simulação na Calculadora do Cidadão, mantida pelo Banco Central.

Como Começar Investir? Baixe Grátis o Livro Digital “Como Começar a Investir do Zero”.

Juros Compostos X Juros Simples

Os juros simples consideram apenas o capital inicial, já os juros compostos são exponenciais.

Dessa forma, consideram tanto o capital inicial quanto os juros já recebidos.

Veja dois exemplos de um investimento com a mesma quantia e com a mesma taxa de juros, aplicada com juros simples e outro com juros compostos:

Investimento de R$ 10 mil com juros de 1% ao mês por 12 meses.

Juros simples:

Juros = C. i. t (Juros = capital inicial x taxa de juros x tempo)

Juros = R$10.000 x 0,01 x 12

Juros = R$1.200

Agora, vamos ver esses valores no cálculo dos juros compostos:

M = C (1+i)t (Montante = capital x (1 + taxa de juros) elevado ao período)

Montante = 10.000 x (1 + 0,01)¹²

Montante = 10.000 x 1,01¹²

Montante = 11.268,25

Os R$ 10 mil investidos em taxa simples renderia R$ 11.200 em 12 meses, nessas mesmas condições nos juros compostos, o montante final seria de R$ 11.268,25.

Agora, imagine que você tenha as seguintes opções de investimentos para investir R$ 1.000 por 10 anos:

Investimento 1:

  • Rentabilidade de 10% ao ano;
  • Não reinveste os rendimentos (juros simples).

Investimento 2:

  • Rentabilidade de 8% ao ano;
  • Rendimentos são reinvestidos (juros compostos).
AnoInvestimento 1Investimento 2
0R$1.000R$1.000
1R$1.100R$1.080
2R$1.200R$1.166
3R$1.300R$1.260
4R$1.400R$1.360
5R$1.500R$1.469
6R$1.600R$1.587
7R$1.700R$1.714
8R$1.800R$1.851
9R$1.900R$1.999
10R$2.000R$2.159

Note que o investimento 2, mesmo com um rendimento menor (8% a.a.), obteve um retorno maior no longo prazo.

Isso porque, com juros compostos, os rendimentos são contados também sobre os juros já recebidos, enquanto que com juros simples você recebe juros somente sobre o investimento inicial.

Como Começar Investir? Baixe Grátis o Livro Digital “Como Começar a Investir do Zero”.

Investimentos com Juros Compostos

Para que funcione o investimento com juros compostos você precisa reinvestir o rendimento da sua aplicação, dessa forma funcionará como uma bola de neve, crescendo seu patrimônio de forma exponencial.

Diversos investimentos permitem reaplicação automática dos rendimentos, fazendo os juros compostos aumentar a rentabilidade do investidor. 

Este é um excelente jeito de fazer com que seu dinheiro trabalhe por você.

Separando os investimentos em duas classes de ativos temos a renda fixa e a renda variável, veja alguns exemplos.

Renda Fixa

Todos os investimentos de renda fixa utilizam juros compostos, enquanto você não resgatar, seu dinheiro estará rendendo juros sobre juros. 

Alguns exemplos são:

  • CDB (Certificado de Depósito Bancário);
  • LCI (Letra de Crédito Imobiliário);
  • LCA (Letra de Crédito do Agronegócio);
  • Tesouro Direto;
  • entre outros. 

Renda variável

Embora o investimento na bolsa de valores não pague juros diretamente sobre os investimentos, também é possível usar os juros compostos a seu favor.

Para isso, basta reinvestir os dividendos comprando novas ações, essa é a forma que os grandes investidores de sucesso fizeram fortuna na bolsa.

Assim, com o passar do tempo você terá cada vez mais ações gerando lucro. 

Investimentos com Juros Compostos Vale a Pena?

Os juros compostos são ótimos aliados do investidor, apesar de exigir paciência, é a melhor forma de acumular riqueza e potencializar a rentabilidade dos seus investimentos.

O investidor que conhece o funcionamento e o poder dos juros compostos não subestima seu valor e não se contenta em deixar seu dinheiro parado ou perdendo para a inflação.

Embora os investimentos com juros compostos não deixem ninguém rico do dia para noite, eles vão fazer uma enorme diferença no longo prazo.

O resultado dos juros compostos pode parecer lento no início, mas, com o passar do tempo, os ganhos crescem consistentemente e de forma exponencial. 

Eles podem inclusive transformar pequenas quantias em verdadeiras fortunas!

Para isso, quanto antes você começar, melhor.

A chave para alcançar a independência financeira é um bom planejamento financeiro pessoal, tempo e o reinvestimento de ganhos.

Se você está querendo construir riqueza, baixe aqui uma cópia gratuita do meu livro digital, onde mostra como começar a investir do zero.

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE