A Cemig (CMIG4) informou na sexta-feira, 26, através de fato relevante, que avalia o desinvestimento da sua participação na Taesa (TAEE11).

A medida, acrescenta a companhia, visa a otimização da sua alocação de capital.

Segundo a Cemig, no momento a diretoria trabalha na identificação e avaliação de alternativas para o desinvestimento, com o auxílio de assessores especializados.

"Assim que as análises acerca do modelo e da estrutura para o potencial desinvestimento da participação da companhia na Taesa forem finalizadas, a matéria será submetida para apreciação do Conselho de Administração da Companhia", acrescenta a elétrica.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa

Resultado da Cemig no Terceiro Trimestre de 2020

O resultado da Cemig (CMIG4) no terceiro trimestre de 2020 (3t20), divulgado no dia 13 de novembro, apresentou um lucro líquido de R$ 545,3 milhões, contra um prejuízo R$ 281,8 milhões em relação ao mesmo período do ano anterior.

O Ebitda da Cemig atingiu R$ 1,4 bilhão no 3t20, apresentando crescimento de 1.190,8% na comparação com o 3t19.

A margem Ebitda da Cemig totalizou 22,3% no 3t20, apresentando crescimento de 20,5 pontos percentuais na comparação com o 3t19. 

A Margem líquida da Cemig atingiu 8,5% no 3t20, apresentando crescimento de 13,1 pontos percentuais na comparação com o 3t19.

As ações da Cemig (CMIG4) acumulam alta de 2,24% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e alta de 39,04% nos últimos 12 meses.

Fonte: Estadão Conteúdo.