A Privalia Brasil anunciou nesta segunda-feira, 5, que fechou um acordo de investimento com o BTG Pactual (BPAC11) e com a Veepee (Privalia Venta Directa).

A partir disso, a companhia e o BTG se comprometeram a celebrar em até 180 dias corridos um acordo operacional estratégico de parceria exclusiva.

O acordo prevê um investimento-âncora do BTG equivalente à participação de 5% em uma potencial oferta pública inicial (IPO) da Privalia.

Além disso, o banco terá opção de compra das ações ordinárias pertencentes à Veepee, equivalente a outros 5% de participação adicional.

A parceria prevê ainda que o BTG tenha direito de exclusividade para oferecer aos usuários da plataforma da Privalia produtos e serviços financeiros, enquanto a companhia irá promover esses produtos e serviços exclusivos aos usuários de sua plataforma.

Além disso, o BTG terá direito exclusivo de acessar e usar os dados de usuários da Privalia.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa

O acordo operacional terá prazo de vigência de cinco anos, sendo automaticamente prorrogado pelo mesmo período, a não ser que uma das empresas manifeste interesse pela não renovação com pelo menos nove meses de antecedência da data de término da vigência.

Resultado da BTG Pactual no Primeiro Trimestre de 2021

O resultado da BTG Pactual (BPAC11) no primeiro trimestre de 2021 (1t21), divulgado no dia 11 de maio, registrou um lucro líquido de R$ 1,17 bilhão no 1T21, apresentando crescimento de 53% na comparação com o 1T20.

Por sua vez, o lucro líquido ajustado do Banco BTG Pactual no 1T21 totalizou R$ 1,197 bilhões.

O índice de eficiência do Banco BTG Pactual totalizou 43% no 1T21, permanecendo estável quando comparado com o mesmo período de 2020.

O Índice de Basiléia é um importante indicador utilizado para medir a solvência das instituições financeiras, que na prática indica o risco de você investir no banco.

As ações do BTG Pactual (BPAC11) acumulam alta de 6,55% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e alta de 60,88% nos últimos 12 meses.

Fonte: Estadão Conteúdo.