A Braskem (BRKM5) assinou os contratos de fornecimento de nafta com a Petrobras (PETR4) para as unidades industriais da petroquímica na Bahia e no Rio Grande do Sul.

Quer Aumentar a Rentabilidade dos Investimentos? Receba um Aconselhamento Gratuito.

Em fato relevante, a empresa explica que os contratos, com prazo de cerca de cinco anos, garantem o fornecimento de um volume mínimo anual de 650 mil toneladas e, por opção da Petrobras, de um volume adicional máximo de até 2,8 milhões de toneladas por ano, com preço de 100% da referência internacional ARA (sigla dos portos de Amsterdã, Roterdã e Antuérpia).

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

O contrato atual vence em dezembro e o preço de referência estabelecido era de 102,1%.

Para garantir acesso ao sistema logístico de nafta no Rio Grande do Sul, a Braskem também renovou os contratos de tancagem com a petrolífera e de movimentação e tancagem com a Petrobras Transporte.

O resultado da Braskem (BRKM5) no primeiro trimestre de 2020 (1t20), divulgado no dia 03 de junho, apresentou um prejuízo líquido de R$ 4,1 bilhões, queda de 400,3% em relação ao mesmo período do ano anterior.

O Ebitda da Braskem atingiu R$ 1,3 bilhões no 1t20, apresentando retração de 54,6% na comparação com o 1t19.

A margem ebitda foi de 10,0%, uma retração de 2,0 p.p. quando comparado ao 4t19.

Já a margem líquida da Braskem atingiu -32,2% no 1t20, apresentando retração de 9,3 p.p. na comparação com o 4t19.

As ações da Braskem (BRKM5) acumulam queda de 8,1% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e queda de 15,54% nos últimos 12 meses

Fonte: Estadão Conteúdo.