O que é balança de rendimentos

Balança de rendimentos é um termo utilizado na contabilidade nacional para fazer referência aos rendimentos de atividades de produção transacionados no mercado internacional e que por consequência fazem parte da balança comercial de um país. 

Vale destacar, que a balança de rendimentos integra a balança corrente de um país em conjunto com as seguintes balanças:

  • Balança de bens;
  • Balança de serviços;
  • Balança de transferências correntes (ou unilaterais).

Pode-se dizer também, que essa balança registra os rendimentos do trabalho ou da participação de pessoas em negócios em outros países.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Como funciona a balança de rendimentos

Para facilitar a compreensão a respeito da balança de rendimentos e a sua importância para a balança comercial de um país, vejamos um exemplo prático:

Quando determinada empresa decide abrir uma filial fora do seu país de origem, os lucros e rendimentos obtidos por essa filial, apesar de gerados no exterior, serão transferidos para a matriz em algum momento.

Ao considerar que rendimentos são numerários financeiros, esses não podem ser classificados nas balanças de bens (mercadorias) ou serviços. Logo, a classificação desses valores é realizada em balança própria, ou seja, na balança de rendimentos.

Vale destacar, que a balança de rendimentos não é composta apenas por valores transacionados por empresas, mas também por pessoas físicas.

Se uma pessoa exerce atividades fora do seu país de origem, recebendo algum tipo de remuneração pelas atividades prestadas, essa remuneração também acaba entrando na balança de rendimentos.

Para identificar e classificar corretamente os recursos financeiros originados do exterior na balança de rendimentos, os países fazem uso da cobrança de impostos sobre remessas internacionais e também das declarações de imposto de renda.

Por sinal, uma grande parcela dos valores que entram para a balança de rendimentos chega através de movimentações bancárias, fato que favorece o controle governamental sobre a evolução da balança de rendimentos.

A importância da balança rendimentos para a economia de um país

Do ponto de vista macroeconômico, a balança de rendimentos pode dizer muita coisa para a economia de um país.

Uma balança de rendimentos negativa, por exemplo, indica uma forte saída de recursos financeiros do país em direção ao exterior, fato que pode ser prejudicial à economia interna.

Balanças de rendimentos negativas costumam indicar forte dependência do país em relação a outras nações do globo terrestre.

Por outro lado, uma balança de rendimentos positiva, sinaliza para economias fortes, capazes de gerar recursos não somente no seu próprio território, mas também de captar recursos no exterior.

A entrada massiva de recursos internacionais é fundamental para acelerar o desenvolvimento de um país, mantendo a sua economia estável ao mesmo tempo que gera empregos e investimentos.

O Brasil, por exemplo, é um país extremamente dependente de recursos internacionais para alavancar a sua economia.

A Bolsa de Valores brasileira é um exemplo dessa dependência, bastando para isso observar os fortes recuos do Ibovespa, nos períodos em que os investidores internacionais decidem retirar recursos do Brasil.

Empresas de capital estrangeiro também são responsáveis por gerar muitos empregos no Brasil, fato que contribui bastante para o bom andamento da nossa economia.

Influência da moeda na balança de rendimentos

Por fim, vale destacar, que o câmbio e a valorização da moeda também são fatores que podem influenciar no resultado da balança de rendimentos de um país.

Na prática, quanto mais forte a moeda de um país, maior a sua capacidade de desenvolvimento e de captação de recursos no exterior.

Países desenvolvidos e com moeda forte, como os Estados Unidos, por exemplo, costumam registrar balanças de rendimentos extremamente positivas.