AES Brasil: Lucro Dispara Após Resolução do Risco Hidrológico
| , , ,

AES Brasil: Lucro Dispara Após Resolução do Risco Hidrológico

A geração de fonte hídrica, que responde pela maior parte da empresa, caiu 3,5% no ano, a de eólica recuou 7,6%, e a solar 42,8%.

Por
Atualizado em 25/02/2021

A AES Brasil (TIET11) registrou lucro líquido de R$ 602,6 milhões no quarto trimestre de 2020, aumento de 471% na comparação com o mesmo período do ano anterior, por efeito de resoluções sobre o risco hidrológico (conhecido pela sigla GSF).

No ano de 2020, o lucro líquido subiu 182,6%, para 848 milhões de reais.

O Ebitda atingiu 1,17 bilhão de reais no quarto trimestre, aumento de mais de 300%, decorrente do ressarcimento do GSF no montante de 947 milhões de reais.

Banner will be placed here

Para a empresa, um dos grandes destaques de 2020 foi a resolução do GSF, “um imbróglio de longa data e de extrema importância para a AES Brasil e para o setor elétrico como um todo”.

“Com isso, reconhecemos nos resultados do 4T20 o montante de 947 milhões de reais, referentes ao ressarcimento dos riscos não hidrológicos aplicados retroativamente”, disse a empresa.

A elétrica destacou também que em janeiro de 2021 a AES Brasil se apresentou voluntariamente para pagamento do saldo em aberto referente à liminar GSF, que afetava negativamente o resultado financeiro da companhia.

O pagamento ocorreu no início de janeiro, no montante de R$ 1,3 bilhão.

Como ser Sócio dos Melhores Negócios? Baixe Grátis o Relatório “As Melhores Empresas para Investir”.

A receita líquida da companhia no trimestre aumentou 3,2%, enquanto no ano teve leve alta de 0,6%, para pouco mais de R$ 2 bilhões.

A geração de fonte hídrica, que responde pela maior parte da empresa, caiu 3,5% no ano, a de eólica recuou 7,6%, e a solar 42,8%.

Resultado da AES Tietê no Quarto Trimestre de 2020

O resultado da AES Tietê (TIET11) no quarto trimestre de 2020 (4t20), divulgado no dia 24 de fevereiro, apresentou um lucro líquido de R$ 602,6 milhões, alta de 470,9% em relação ao mesmo período do ano anterior.

O Ebitda da AES Tietê atingiu R$ 1,1 bilhão no 4t20, apresentando crescimento de 363,5% na comparação com o 4t19.

A margem Ebitda da AES Tietê totalizou 219,2% no 4t20, apresentando crescimento de 219,2 ponto percentual na comparação com o 4t19. 

A Margem líquida da AES Tietê atingiu 113,2% no 4t20, apresentando crescimento de 92,7 ponto percentual na comparação com o 4t19.

As ações da AES Tietê (TIET11) acumulam queda de 0,74% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e alta de 10,69% nos últimos 12 meses.

Notícias do Mercado Financeiro

Fonte: Reuters.

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE