Tesla Tem Lucro Recorde de US$ 1,1 Bilhão no Segundo Trimestre
| ,

Tesla Tem Lucro Recorde de US$ 1,1 Bilhão no Segundo Trimestre

Montadora de carros elétricos ultrapassou US$ 1 bilhão em receita líquida trimestral pela primeira vez.

Por
Atualizado em 27/07/2021

A Tesla (TSLA34) superou as expectativas ultrapassando US$ 1 bilhão em lucro líquido para o trimestre.

A receita subiu a US$ 1,1 bilhão no segundo trimestre, concluído em 30 de junho. No mesmo período do ano passado, os ganhos da empresa de Elon Musk foram de US$ 104 milhões.

A receita automotiva geral chegou a US$ 10,21 bilhões, dos quais apenas US$ 354 milhões, cerca de 3,5%, vieram de vendas de créditos regulatórios. 

Esse o menor número para créditos do que em qualquer um dos quatro trimestres anteriores. 

As margens brutas do setor automotivo foram de 28,4%, superiores às de qualquer um dos últimos quatro trimestres.

A Tesla já havia relatado entregas de 201.250 carros elétricos e produção de 206.421 veículos no total, durante o segundo trimestre. 

O resultado foi 8% maior que o do trimestre anterior, que já havia sido de recorde para a companhia.

A Tesla reitera seu prognóstico para este ano: “esperamos alcançar uma média de crescimento anual de 50% na entrega de veículos. Em alguns anos, cresceremos mais, o que esperamos para 2021”, informou a empresa. 

Banner will be placed here

A empresa também registrou US$ 801 milhões em receita de seu negócio de energia, incluindo sistemas solares fotovoltaicos e sistemas de armazenamento de energia para residências, empresas e serviços públicos, um aumento de mais de 60% em relação ao último trimestre.

Além de US$ 951 milhões em serviços e outras receitas. 

Alguns investidores estavam preocupados com as perdas da empresa com bitcoins. Em seu último balanço, a Tesla mostrou um prejuízo de US$ 23 milhões relacionado ao valor de suas participações na criptomoeda, relatado como uma despesa operacional em “Reestruturação e outros.”

Como Investir no Exterior? Assista a Palestra Gratuita de Investimentos Internacionais”.

Notícias do Mercado Financeiro

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE