O Slow FIRE é uma forma mais acessível e branda de iniciar o processo de independência financeira no qual também é possível alcançar a aposentadoria, mas sem correr com no FIRE tradicional.

Quer Aumentar a Rentabilidade dos Investimentos? Receba um Aconselhamento Gratuito.

Nos últimos anos, o movimento FIRE ganhou impulso e reconhecimento na comunidade de finanças pessoais, se mostrando um método eficaz para alcançar a liberdade financeira décadas antes.

Se você ainda não está familiarizado com ele, FIRE significa Financial Independence, Retire Early, ou independência financeira, aposentadoria cedo, em tradução livre.

O movimento propõe que você economize até 70% da sua renda adotando um estilo de vida minimalista, para alcançar uma aposentadoria precoce. São exemplos aquelas pessoas que se aposentam no início dos 30, máximo 40 anos.

Conforme o movimento FIRE evoluiu, outras variações ou tipos de FIRE surgiram. Dentro desta comunidade está o movimento “Slow FIRE”, ou "Slow FI".

Sua abordagem é um pouco diferente. Se você está no caminho Slow FIRE, não está com pressa. Ele se preocupa mais em encontrar um equilíbrio entre a jornada e o objetivo final da aposentadoria. 

Slow Financial Independence é um processo lento e constante, mas que ainda vence a corrida.

Veja o que é o movimento Slow FIRE e descubra qual caminho para a independência financeira é o mais adequado para você.

O que é Slow FIRE

O Slow FIRE é um movimento para alcançar a liberdade financeira que combina partes de planos de carreira tradicionais e partes do FIRE. 

Os praticantes do Slow FIRE escolhem desfrutar da jornada, melhorando sua vida hoje enquanto planejam cuidadosamente o futuro. 

Para isso, eles economizam e investem parte do dinheiro, mas não de maneira tão extrema quanto no FIRE.

A porcentagem economizada é importante e deve ser aumentada conforme possível, mas sem que isso restrinja sua vida social. 

O Slow FI se concentra em projetar e alcançar um estilo de vida FIRE agora, onde é possível desfrutar muito mais tempo com a família e trabalhar horas razoáveis.

O trabalho é uma grande parte do Slow FIRE, mas a ênfase está em trabalhar da maneira que funcione melhor para você agora. 

Os praticantes do movimento preferem trabalhar 10 anos a mais e evitar o estresse intenso de uma verdadeira trajetória do FIRE tradicional.

Como vivem de maneira bastante simples, a aposentadoria precoce ainda está ao alcance. Não aos 30 anos, mas por volta dos cinquenta é uma expectativa bastante razoável. 

Praticantes do movimento Slow FI

Um dos pioneiros do movimento slow FI foi o casal Jessica e Corey, que assinam o blog sobre como aproveitar as aventuras da vida hoje enquanto caminha para a independência financeira, The Fioneers.

Jessica aprendeu sobre independência financeira com o marido, um blogueiro de finanças pessoais desde 2011.

Na época ela tinha 30 anos e não queria lidar com dinheiro, porque tinha uma mentalidade de escassez, estava em um emprego muito tóxico e queria fazer algo diferente.

Foi então que a chance de alcançar essa tão sonhada liberdade financeira falou mais alto.

O marido de Jessica não os via como parte do movimento FIRE, porque ambos eram jovens e trabalhavam em organizações sem fins lucrativos com baixa renda. 

Então, eles tiraram algumas ideias do FIRE, como aumentar a taxa de poupança e se comprometeram com a abordagem.

Duas semanas depois, o seu trabalho de Jessica ficou ainda mais tóxico. Ela começou a ter ataques de pânico e resolveu tirar cerca de seis meses de férias porque estava muito exausta.

Pela primeira vez, ela percebeu a importância de saber administrar bem o dinheiro. Foi uma experiência libertadora, porque era algo que ela poderia fazer naquele momento.

Nesse ponto a chave virou. Para Jessica, é libertador ter escolhas. Ele então decidiu que queria tornar não só o destino algo notável, mas todo o caminho até lá.

Foi então que decidiram optar pela abordagem do Slow FIRE.

Agora que não se sente mais esgotada, ela gosta de trabalhar, escrever, coisas que ela faria se fosse financeiramente independente e não precisasse de dinheiro.

A educadora financeira Michelle Jackson é outra que resolveu adotar o estilo de vida do Slow FI.

Em matéria ao Business Insider, ela disse que depois de morar na França, percebeu que precisava mudar sua "vida americana".

Ela queria mais tempo e as vantagens da "vida de aposentado".

Como não gostava da ideia de ter que sacrificar suas vida financeira pelos próximos 10 a 12 anos até atingir seu número FIRE.

Ela diz que o problemático sobre o FIRE para ela foi que não queria esperar anos para viver sua melhor vida. Principalmente porque tinha mais de 32 anos quando se deparou com essa busca financeira. 

Além disso, ela estava endividada, profissionalmente esgotada e cansada, não exatamente apta para a abordagem do FIRE.

Por isso, decidiu buscar o Slow FIRE, um compromisso de economizar e investir para uma aposentadoria precoce sem sacrificar tudo.

Como os Milionários Investem? Conheça os 10 Passos para ser um Investidor de Sucesso.

Para quem é o Slow FIRE?

Alguém que busca Slow FIRE sabe da importância de aumentar sua taxa de poupança e investir para a aposentadoria, mas não quer deixar de aproveitar moderadamente o hoje.

Embora seja muito atraente o fato de chegar à aposentadoria de forma agressiva em um curto período de tempo e começar a viver o melhor quando atingir seu número ideal, o FIRE tradicional não é para todos.

Algumas pessoas podem não se adaptar com alguns aspectos, seja porque não podem ou não conseguem economizar tão agressivamente.

Ou simplesmente porque sentem que essa filosofia está em desacordo com seu desejo de viver melhor agora.  

Por esse motivo que algumas pessoas estão mudando do FIRE para Slow FI.

O Slow FIRE é o oposto de FIRE em duas áreas principais. No reconhecimento de que você não quer tomar medidas extremas para atingir seu número ideal de aposentadoria, mas quer aproveitar certos aspectos da vida FIRE agora. 

Os adeptos do slow FI ainda podem gostar de viajar, tirar férias uma vez por ano, comer fora ou decidir deixar um emprego com melhor remuneração por outro com menor remuneração, se isso significar ser mais feliz. 

Mesmo assim, usam o movimento FIRE para se inspirarem a mudar hábitos de consumo e a conquistarem uma aposentadoria tranquila.

Como Começar Investir? Baixe Grátis o Livro Digital "Como Começar a Investir do Zero".

Melhor movimento para atingir a liberdade financeira

Existem diferentes tipos de movimentos para atingir a liberdade financeira que vão além do FIRE e suas variantes. Então você pode estar se perguntando: qual é o ideal?

Muitos gostam da ideia do FIRE, porque é uma abordagem rápida, uma verdadeira corrida que abdica da maior parte da renda agora para se aposentar cedo, décadas antes.

Outros apenas usam uma abordagem minimalista porque odeiam seus empregos estressantes e querem desistir da corrida de ratos, como no movimento Lyning Flat na China.

É um equívoco pensar que um simples movimento poderá ser a salvação para sua vida financeira ou para aquele seu trabalho.

Chegar à independência financeira exige disciplina e esforço qualquer que seja o movimento escolhido.

O mais importante é entender e fazer o que é preciso para chegar lá, seja na velocidade que for.

Há uma sensação geral de que apenas quem ganha bem pode chegar lá. A verdade é que sua taxa de poupança, ou seja, aquilo que você economiza é o fator mais importante.

Soma-se isso ao tempo. Sem dúvida, quanto mais você investir com sabedoria e quando antes começar, mais cedo poderá desfrutar dessa liberdade financeira.

Esses movimentos oferecem apenas algumas opções para explorar, para servirem de inspiração, pegar ideias e pontos positivos para criar o modelo que se encaixa melhor à sua realidade.

Uma coisa é certa, você vai precisar gastar menos, ganhar mais e investir melhor para ter uma boa jornada e um destino espetacular de liberdade financeira.

Para te ajudar nesse caminho, baixe grátis o e-book Como Investir Começando do Zero e saiba os principais conceitos que precisa conhecer antes de começar a investir para ter sucesso financeiro.

Como Escolher Boas Ações? Baixe o Checklist de 5 Critérios para Analisar Ações.